Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2003 - Nº 729 Edições Anteriores

Cooperativa Educacional Ubatuba Pousada das Cachoeiras Naturali Garden Center

Litoral Norte:
   Litoral vai do axé ao samba e pagode
   Festa vai gerar 670 toneladas de lixo no litoral
   Litoral faz blitze antidengue no feriado
   Cresce em mais de 100% número de adolescentes infratores no Litoral Norte
   SOS Bombeiros, projeto social com adolescentes que deu certo
   Agências do Banespa serão leiloadas na segunda-feira

Caraguatatuba:
   Grandes shows animam o Carnaval em Caraguá
   Exposições entram no clima de Carnaval
   Exposição “Carnaval, Carnavais”
   Carnaval de Caraguá no Macc
   Comissão de Transporte Estudantil é alterada em 2003
   Prefeitura terá ponto facultativo no Carnaval
   Menores usam arma de brinquedo em assalto
   Caixa é arrancado de banco

Ilhabela:
   Prefeitura dará prosseguimento a implantação de ciclovia
   Projeto Arqueológico faz exposição no Shopping São Paulo
   O Projeto Arqueológico de Ilhabela
   Moradores de Ilhabela reclamam de esgoto a céu aberto

São Sebastião:
   Trânsito será restrito em São Sebastião
   Funai aprova ampliação de área indígena

Ubatuba:
   Obra do BID vai corrigir as curvas mais acentuadas da serra
   Pane deixa Ubatuba sem energia elétrica

   Carta do Leitor



Litoral vai do axé ao samba e pagode

Litoral Norte - Escolas de samba, trios elétricos e shows musicais devem atrair 1,3 milhão de pessoas ao Litoral Norte durante o feriado de Carnaval.
Em Caraguatatuba, as comemorações têm início no dia 28, com os shows das bandas de axé. Oss turistas poderão curtir shows dos grupos Terra Samba, Gera Samba, Tchaka-bum, Axé Blond e Revelação.
Os desfiles de escolas de samba e blocos são as atrações em Ilhabela. Cerca de 1.300 pessoas devem participar das apresentações dos seis blocos e das quatro escolas a partir de sábado, na rua Dr. Carvalho, próximo ao píer da Vila. Na terça-feira, os foliões vão comemorar com o tradicional Banho da Dorotéia.
Em São Sebastião, o bloco dos Sujos abre oficialmente as festividades no sábado. O desfile de barcos é a atração do Carnamar, que terá saída no domingo às 10h, da praia do Arrastão. Os foliões poderão aproveitar ainda as apresentações de blocos e escolas de sambas na avenida da Praia.
Os foliões de Ubatuba vão aproveitar os desfiles dos blocos de enredo, embalo e escolas de samba na avenida Iperoig. (Fonte: ValeParaibano)

Festa vai gerar 670 toneladas de lixo no litoral

Litoral Norte - Cerca de 670 toneladas de lixo devem ser coletadas diariamente nas cidades do Litoral Norte durante o Carnaval. No período de baixo movimento são recolhidos diariamente 255 toneladas. As prefeituras programam esquemas especiais de coleta para evitar o acúmulo de lixo nas ruas. Segundo o chefe de Serviços Públicos de Ubatuba, Pedro Paulo Barros, o serviço contará com 16 caminhões e 54 funcionários. Em Caraguatatuba, a coleta de lixo e limpeza de ruas serão feitas por 200 funcionários e 16 caminhões. (Fonte: ValeParaibano)

Litoral faz blitze antidengue no feriado

Litoral Norte - As prefeituras do Litoral Norte vão intensificar o monitoramento de prevenção à dengue durante o Carnaval. O objetivo é vistoriar as casas de veraneios e eliminar os possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença. O litoral tem um caso de dengue autóctone confirmado este ano, em São Sebastião. Segundo o coordenador da campanha de Ubatuba, Neilton Nogueira, está previsto a fiscalização em cerca de 15 mil casas na cidade. As prefeituras de São Sebastião e Caraguatatuba programaram vistorias de combate à dengue para os quatro dias de Carnaval. Em Ilhabela, as visitas serão realizadas somente no sábado. (Fonte: ValeParaibano)

Cresce em mais de 100% número de adolescentes infratores no Litoral Norte

Litoral Norte - Cresceu em mais de 100% o número de adolescentes infratores no Litoral Norte, comparando com a temporada do ano passado e a atual. A cada ano é “alarmante” o aumento de menores que são internados na Febem (Fundação Estadual do Bem Estar do Menor), sendo que nos últimos anos piorou, revelou a estatística da Vara da Infância e Juventude em São Sebastião.
Somente neste município, que não é considerado o de mais casos, uma vez que em Caraguatatuba a situação é pior, de quatro internações em 2001, subiu para 11 casos no ano seguinte, um aumento de 175%.
“Os adolescentes não estão chegando aos 18 anos. Se chegam já passaram pela Febem”, lamenta a funcionária do Fórum, que prefere não ser identificada, e atua há 10 anos no setor. Ela lembra que destes 11 internos, teve um que retornou, voltou ao crime e acabou assassinado.
O juiz da Vara da Infância e Juventude de São Sebastião, Fernando Eduardo Diegues Diniz, confirmou que há um aumento, nos últimos anos, de adolescentes infratores no município.
A funcionária do setor destacou ainda que além do crescimento, há o agravante que eles estão entrando em crimes graves, como roubo e homicídio. “Mas tudo começa com a droga, que leva a roubo e homicídio”, denuncia.
Conforme a funcionária, em cada quadrilha presa na cidade, no ano passado, havia sempre um menor integrando. Muitos são da cidade, mas tem também do Guarujá, Vicente de Carvalho e São Vicente. “Na temporada aumenta os casos”, completou.
Esta informação confirma os dados das Polícias Militar e Civil. Na Operação Verão em todo o Litoral Norte aumentou em 128% o número de adolescentes infratores detidos. De 45 menores flagrados na temporada passada, cresceu para 103 este ano.
A Polícia Civil também registrou um aumento. Somente o mês janeiro dos últimos dois anos foram 26 Atos Infracionais (ocorrência registrada contra menores envolvidos em roubo, furto ou outros) em 2002, e 29 este ano, sendo que no crime grave, que é roubo, a incidência é maior.
“Sentença” - Ao chegar na delegacia, o adolescente infrator é encaminhado à Vara da Infância e Juventude. No setor, o caso dele é analisado pelo juiz, que pode dar a remição (“perdão”) junto com advertência, se for uma falta pequena.
Se o crime for um pouco mais grave, como um furto, é dada uma liberdade assistida ao menor, que terá um acompanhamento de um profissional, na área social e psicológica.
Mas se o jovem cometer um ato mais grave, matar ou roubar com requintes de crueldade e não há outra opção, uma vez que esta sentença sempre é evitada, o juiz determina a internação na Febem, onde geralmente eles ficam no mínimo seis meses. Quando voltam, eles têm a liberdade assistida.
O banco de dados oficiais da Febem revelou que em dezembro de 2001, 12 adolescentes provenientes do Litoral Norte foram internos. No ano seguinte, este número subiu para 18, sendo sete em Caraguatatuba; seis em São Sebastião, e cinco em Ubatuba. Já em janeiro de 2003 o registro foi de 22 adolescentes da região, que foram para Febem, com Caraguatatuba liderando com 10 jovens.
Caraguatatuba, que estaria pior, segundo a profissional da Febem, que trata dos adolescentes, não divulgou seus dados anuais. Mas se está pior do que São Sebastião, que registra oficialmente um crescimento até “alarmante”, dá para se prever a situação da cidade vizinha.
“O tratamento com o jovem tem que ser mudado”, diz psicóloga - O tratamento dado aos adolescentes, principalmente os infratores, tem que ser mudado, destaca a psicóloga de São Sebastião, Iracema Carvalho Barbosa de Lima. Segundo a profissional, os jovens precisam ter um ponto de referência, onde possam mostrar seu lado produtivo.
Em algumas cidades há falta de opções, revela a psicóloga. “É necessário um Centro para que eles possam apresentar seu trabalho e ter um ponto de encontro”, completou.
Iracema explica que todo ser humano tem seu lado do bem ou do mal. “O caminho é estimular o lado positivo em um ambiente saudável”, destaca.
Para a psicóloga, o adolescente precisa de “rédeas”. “Ele não tem limite, por isso precisa mostrar”, acrescenta. Conforme Iracema, o jovem também necessita de uma referência boa familiar, com exemplos de qualquer pessoa próxima para ser seguidos.
O adolescente, esclarece a psicóloga, precisa ter coisas boas, “para ter um parâmetro e opção de escolha, sabendo o que é bom e ruim”, completa. É nisso que os projetos sociais de órgãos públicos pode oferecer já que muitos vêm a violência em casa e pode ter a oportunidade de conhecer o bom participando destes projetos.
Sobre a Febem, Iracema lembra que com certeza não é o local certo. “Ali é violência gerando violência e o tratamento precisa ser mudado”, diz. De acordo com a psicóloga, não é certo o adolescente achar que estão o punindo ou o policiando, mas sim “estão me ajudando e me orientando, mostrando a responsabilidade que devo ter”, concluiu. (Fonte: Imprensa Livre)

SOS Bombeiros, projeto social com adolescentes que deu certo

Litoral Norte - Em São Sebastião há o SOS Bombeiro, um projeto social que está dando certo, realizado na Fundamar (Fundação Mar) e Corpo de Bombeiros em parceria com os governos Estadual e Municipal.
São 40 adolescentes de 12 a 16 anos, que realizam atividades culturais, lazer e esportiva. Os jovens vêm de uma área de risco pessoal, com uma classe menos favorecida. Eles são do Topovaradouro, Olaria e Itatinga.
A coordenadora do projeto, a pedagoga Alessandra Appelt, explica que muitos são adolescentes que vieram do Viração, outro projeto social que atende crianças mais pequenas. Os jovens aprendem desde disciplina, com o Corpo de Bombeiros, até reforço escolar.
Depoimentos - Robson, 16 anos, do Itatinga: “Acho bom tirar criança da rua com estes projetos. Já tive experiência ruim com amigos que se envolveram com coisa errada. Mexer com droga você só aprende o que não presta. Você compra não tem dinheiro e acaba morrendo. Quero ter uma vida boa, ser alguém na vida, trabalhar e ter uma família”.
Taís, 16 anos, da Olaria: “Aprendemos a respeitar o mais velho. Usar droga é errado, fica muito violento”.
Paulo Sérgio, 12 anos, Topolândia: “Gosto do projeto pois aprende o bem. Mexemos com artesanato, jogamos futebol. A droga destrói a vida. A pessoa que usa droga não quer trabalhar, quer roubar o que é dos outros. O fim é a morte. Não quero isso, vou ser alguém na vida”.
A pedagoga destaca Paulo Sérgio, que teve a mãe e o primo assassinados devido a envolvimento com droga. Conforme Alessandra, ele é um menino “de ouro”, que está há quatro anos no projeto Viração e SOS Bombeiros.
Paulo Sérgio pode ser um exemplo, mostrando que embora venha de uma experiência ruim familiar, é possível dar a volta por cima e sentir prazer em fazer coisas boas e saudáveis.
Para a pedagoga, todos deviam fazer algo para ajudar os adolescentes. “Os segmentos da comunidade, instituições e associações deveriam se unir, com cada um fazendo sua parte. Não vale somente criticar e culpar o governo. É preciso fazer algo pois há muitos jovens usando droga, roubando e se prostituindo”, finaliza. (Fonte: Imprensa Livre)

Agências do Banespa serão leiloadas na segunda-feira

Litoral Norte - Imóveis comerciais do Banespa, ocupados por agências do banco, serão leiloados na próxima segunda-feira. São 52 prédios, 39 deles no interior de São Paulo, sete na Capital, três no litoral (Caraguatatuba, São Sebastião e Itanhaém), uma em Guarulhos, uma em São Bernardo do Campo e uma em Juiz de Fora (MG).
 Os imóveis têm entre 183m² e 3.392m² de área construída e valores sugeridos para venda a partir de R$ 67,77 mil.
A assessoria de imprensa do Banespa ressalta que o leilão em nada afetará a vida dos clientes da instituição financeira.
É que o Grupo Santander Banespa assumirá com os compradores do imóvel o compromisso de locação pelo período de dez anos, com valor de aluguel já definido. Após este tempo, o contrato poderá ser renovado por igual período.
O valor mínimo para o leilão do prédio em São Sebastião é R$ 1,8 milhão e o valor da locação R$ 14,5 mil. Para o imóvel em Caraguatatuba, o valor mínimo do leilão será R$ 521 mil e o aluguel R$ 6,4 mil.
Os contratos de locação terão reajuste anual, de acordo com a variação do IGP-M (FGV). Os imóveis comprados à vista terão desconto de 10% sobre o valor de arrematação. Sobre esse montante, incorrerá a comissão de 5% do leiloeiro, paga pelo investidor.
O pagamento também poderá ser feito em até 11 vezes mensais - mínimo de 20% do valor de arrematação, correspondente ao sinal, e o restante em até 11 parcelas mensais e sucessivas. As mensalidades não serão atualizadas pelo IGP-M porque a correção acontece depois de 12 meses.
Outra forma de pagamento é em até 60 parcelas mensais - mínimo de 20% do valor de arrematação, correspondente ao sinal, e o restante em até 60 parcelas mensais e sucessivas. A partir da 12ª parcela serão acrescidos juros de 1% ao mês, calculados pela tabela Price, e atualizadas monetariamente pelo IGP-M (FGV), na menor periodicidade permitida por lei (atualmente anual).
Os interessados deverão comparecer ao leilão ou enviar suas propostas diretamente ao leiloeiro, por e-mail ou fax, até 48 horas antes do leilão. No leilão, os participantes, pessoas físicas, deverão apresentar o CPF e o RG.
Os representantes de pessoas jurídicas deverão apresentar cópias autenticadas do CNPJ, Estatuto/Contrato Social e alterações, nos quais conste a forma de representação da empresa. Em qualquer das hipóteses, a representação por terceiros deverá ser feita por meio de procuração com poderes especiais. O leilão na próxima segunda-feira, começará às 19h30, na Mansão França (Av. Angélica, 750), em São Paulo. Outras informações são fornecidas no site (www.banespa.com.br). (Fonte: Imprensa Livre)

Grandes shows animam o Carnaval em Caraguá
Terra Samba, Gera Samba, Tchaka-Bum e Gera Samba, Axé Blond e Revelação são atrações gratuitas do Caraguá-Folia 2003

Caraguatatuba - Caraguá já tem programação definida para o Carnaval-Folia 2003, com muitos shows gratuitos e folia para todos os gostos e idades. A Secretaria Municipal de Turismo (Setur) promove o Carnaval Popular, na Praça de Eventos, onde a abertura acontece na sexta-feira, dia 28 de fevereiro, com os grupos Terra Samba e Gera Samba. No sábado, dia 1º de março, o Carnaval fica por conta das bandas Tchaka-Bum e Gera Samba. No domingo, a festa rola solta com Axé Blond e Gera Samba. Na segunda-feira, o grupo Gera Samba é a atração da noite. E para fechar o Carnaval, na terça-feira, o grupo Revelação se apresenta ao público, que poderá curtir na mesma noite, mais um show com o grupo Gera Samba.
A inovação do carnaval popular na Praça de Eventos esse ano são os camarotes e a praça de alimentação. A estimativa de público no local é de 25 mil pessoas. A animação vai rolar solta pela avenida com desfiles de blocos. Na Terça-feira, dia 25, o bloco Unidos da Folia antecipa a festa com um desfile pela Avenida da Praia, com saída da ponte do Rio Santo Antônio, no Indaiá, às 20 horas. No sábado, dia 1º, desfila o Bloco das Piranhas; a concentração está marcada para às 17 horas também na Ponte do Rio Santo Antônio. No domingo, às 18 horas, no mesmo local sai o Bloco Integração.
E para quem quer um carnaval mais familiar, a Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba programou o Carnaval de Antigamente, que acontece pelo 4º ano consecutivo com quatro bailes populares, sempre a partir das 21h, resgatando a tradição das marchinhas. No coreto da Praça Dr. Cândido Mota, o Carnaval de Antigamente terá animação da New Band, com muito confete, serpentina, brincadeira dos bonecões e cabeções gigantes que encantam o público. Durante os bailes acontecerão os concursos de blocos animados e das melhores fantasias entre adultos e crianças. Além da praça central, os bailes também acontecerão no bairro Porto Novo, com animação do grupo Feira Livre, e no Perequê-Mirim, com o grupo Swing Brasil.
Na região sul, o Carnaval no Massaguaçu acontece na praia Massaguaçu. Um trio elétrico anima a festa enquanto Mara Amaral & Banda dão o tom da festa durante cinco noites e uma matinê, com muita marchinha e axé. O Bloco das Cheirosas desfilam de sábado à terça-feira com saída às 22 horas no início na Avenida Maria Carlota. (Fonte: PMC)

Exposições entram no clima de Carnaval

Caraguatatuba - O Macc (Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba) abriu dia 13, em contagiante clima carnavalesco, a exposição “Festa Profana”, do Artista Plástico Neneco Martins. A exposição vai até 9 de março e possui obras tridimensionais em materiais reciclados como garrafas pet, papéis, plásticos, madeiras, cordas, entre outros, que se transformam em formas humanas, em esculturas, bonecos, máscaras, surgindo um mundo totalmente cênico, onde a cor impera e as formas são vivas. E quem quiser registar este Carnaval pode fazer uma fotografia com o rosto no painel da inesquecível Carmem Miranda. (Fonte: PMC)

Exposição “Carnaval, Carnavais”

Caraguatatuba - Também fazendo parte da programação de Carnaval do Macc, a exposição fotográfica “Carnaval, Carnavais”, de Toninho Macedo, também teve início ontem, dia13, e vai até dia 9 de março. A visitação acontece de terça a domingo, das 13h30 às 21h30. A exposição de 34 fotos no formato 50x70cm, é um documentário fotográfico da cultura carnavalesca brasileira realizado no decorrer dos eventos e festas de todo o Estado, priorizando os aspectos da festa popular, sem plumas e paetês, além das manifestações carnavalescas, como: pereirões de Monteiro Lobato, Zé Pereira e as Vaquinhas de Paraisópolis. (Fonte: PMC)

Carnaval de Caraguá no Macc

Caraguatatuba - O Carnaval de Caraguá também está sendo mostrado através de seis fotografias, como: o “Banho da Dorotéia” (roupas feitas de papel para pular o carnaval de rua e depois tomar banho de mar); o bloco “Noite no teu semblante” (iniciado em 1976, que contou com a participação de moradores e turistas); o “Bloco das Piranhas” (iniciado também em 1976, o qual os homens saem vestidos de mulher); e o “Carnaval de Antigamente”, realizado pela Fundacc, resgatando as marchinas e bailes populares na praça da cidade. (Fonte: PMC)

Comissão de Transporte Estudantil é alterada em 2003

Caraguatatuba - A composição da Comissão de Transporte Estudantil (CTE) de Caraguatatuba nomeada pelo Decreto nº 34/02, de 8 de março de 2002, foi alterada este ano. A partir do dia 11 de fevereiro de 2003, serão responsáveis pelos ônibus os alunos Jorge Luiz do Prado Neto (Univap-centro), Laudelino Carvalho de Cadima (Univap-Urbanova), Marcos Paulo Mendez Azarias (Univap-Urbanova), Bruno Garcia Strangetti (centro-Urbanova-Unip), Gilson Belizardo da Conceição (Unip), Marco Aurélio Faustino dos Santos (Unitau), Ana Cristina dos Santos (Unitau), Renildo Vidal da Silva (representante da Prefeitura Municipal).
Os estudantes usuários do Transporte Estudantil deverão portar suas identificações devidamente assinadas pelo responsável da Prefeitura e pelo presidente da comissão para terem permissão para o embarque.
A CTE tem o objetivo de dirigir os trabalhos e decidir sobre questões propostas pelo grupo de alunos, tendo como parceira nas decisões a Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos. (Fonte: PMC)

Prefeitura terá ponto facultativo no Carnaval

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba terá ponto facultativo nos dias 03 e 04 de março de 2003, Segunda e Terça-feira de Carnaval. O expediente volta a funcionar a partir das 12 horas do dia 5, Quarta-feira de Cinzas.
Os serviços essenciais de Limpeza Pública, Coleta de Lixo, Cemitério, Terminal Rodoviário e Saúde estarão de plantão funcionando normalmente. (Fonte: PMC)

Menores usam arma de brinquedo em assalto

Caraguatatuba - Os adolescentes W.L.O. e T.D.S., de 14 anos, tentaram assaltar com uma arma de brinquedo o zelador B.A.B., 71 anos, na manhã de sábado, em frente a um hotel no bairro Indaiá, em Caraguatatuba. Segundo o delegado Fábio Lélis, o zelador reconheceu que a arma era de plástico e segurou o braço do menor, que conseguiu escapar e correr. Eles foram pegos pela PM depois de alguns metros. "O zelador até se arriscou, porque a arma era muito parecida com a verdadeira", disse o delegado. Os menores foram entregues aos pais e terão que se apresentar à Vara da Infância. (Fonte: ValeParaibano)

Caixa é arrancado de banco

Caraguatatuba - O caixa-eletrônico do Banco do Brasil que fica em um posto de gasolina na praia de Massaguaçu, em Caraguatatuba, foi furtado sexta-feira de madrugada. O equipamento foi encontrado horas depois, sem o dinheiro.
A Polícia Civil não soube dizer o valor roubado. A assessoria de imprensa do banco informou que a agência não autoriza a divulgação do valor.
O furto foi descoberto pelo proprietário do estabelecimento, Rogério Guerra, 43 anos, por volta das 6h de ontem.
Segundo o delegado Marcelo Magalhães, o caixa-eletrônico foi encontrado sem o dinheiro dentro de uma casa de veraneio no bairro.
"Estamos investigando o caso, mas os autores do furto não foram localizados", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeitura dará prosseguimento a implantação de ciclovia
As obras de reurbanização e ciclovia ,incluem os bairro do Perequê, Itaguassú, Itaquanduba e Engenho D` Água.

Ilhabela - A prefeitura Municipal de Ilhabela, por intermédio do setor de licitação, iniciou ontem, o processo de tomada de preço para dar início as obras de reurbanização e ciclovia, compreendendo os bairros do Perequê, Itaguassú, Itaquanduba e Engenho D` Água. A primeira etapa, concluída em setembro, compreende o trecho entre o Morro da Cruz ao Píer do Perequê.
Segundo o prefeito Manoel Marcos a reurbanização próximo à orla e a conclusão da ciclovia,constituí item prioritário no seu programa de governo e busca implantar em Ilhabela um projeto paisagístico moderno, “valorizando nossas riquezas naturais, como também criar uma opção de transporte alternativo e de lazer, com a construção da ciclovia”, observa.
Para a 2ª etapa de obras, foram estabelecidos os seguintes trechos: Trecho do SACO DA CAPELA, entre o nº 177 da PRAÇA CORONEL JULIÃO e o nº 115 da AV.PEDRO DE PAULA MORAES; Trecho do SACO DA CAPELA: entre os nº 115 ao 570 da AV.PEDRO DE PAULA MORAES; Trecho do ENGENHO D’ÁGUA; Trecho do PÍER DO PEREQUÊ até o RIO CUIABÁ, altura do nº 657 da AV. PRINCESA ISABEL; Trecho do RIO CUIABÁ até a PRAÇA ELVIRA STORACE, entre os nºs 657 e 863 da AV. PRINCESA ISABEL.
A execução das obras está prevista para 100 dias, e o valor estimado é de R$ 791.950,14 reais. (Fonte: PMI)

Projeto Arqueológico faz exposição no Shopping São Paulo

Ilhabela - O Projeto Arqueológico de Ilhabela está realizando a exposição Ilhabela: fragmentos de História. A exposição mostra cerca de 50 peças coletadas nos sítios do município, tais como: instrumentos de pedra lascada e polida, cerâmica indígena e objetos do século XIX.
Dentre as peças de pedra lascada, destacam-se as lascas de quartzo, encontradas em um sítio com cerca de 2500 anos na ilha da Vitória. Esses objetos eram utilizados como instrumentos de corte. As lascas obtidas eram retocadas nas bordas, produzindo lâminas afiadas o suficiente para cortar peles, vegetais, carne, etc.
Os instrumentos de pedra polida expostos são constituídos por machados e “quebra-coquinhos”. Um dos machados é alongado, enquanto o outro é arredondado, sendo que ambos recebiam o encabamento de madeira. Esses foram os machados encontrados num sítio do bairro Ilhote, onde se pretendia construir a pista do polêmico aeródromo de Ilhabela.
As cerâmicas indígenas expostas são potes de dois sítios. As três peças fragmentadas e coladas são do sítio Aldeia Viana e o outro é do sítio Ilhote.
Já o material desde a chegada dos europeus, são formados por louças inglesas do século XIX, de vários fabricantes e padrões decorativos. Temos também, em menor número, as louças portuguesas, em variações do padrão Listel, produzidas entre o final do século XVIII e início do XIX. Na exposição há, ainda, cachimbos, moedas e cerâmica neobrasileira. Os expositores são acompanhados de banners explicativos contendo textos sobre a pesquisa e imagens dos sítios.
Esta é a terceira exposição realizada pelo Projeto e a intenção é divulgar o valioso patrimônio do município e o próprio projeto.
Essa exposição contou com o apoio do Parque Estadual de Ilhabela, Associação Comercial e Industrial de Ilhabela, São Paulo Shopping e Ong AMAILHA.
Local da Exposição: São Paulo Shopping – Rua Dr. Carvalho, 46 – Vila.
Período: todos os dias, a partir das 10:00 horas, até o dia 10 de março próximo.

O Projeto Arqueológico de Ilhabela

Ilhabela - Esse Projeto foi criado em 1999 com o objetivo de identificar, proteger, estudar e promover o patrimônio arqueológico local. Até o momento, foram identificados 56 sítios arqueológicos e coletadas 14.000 peças.
Esse patrimônio trás informações desde os primeiros habitantes do arquipélago, a cerca de 2500 anos, passando por vestígios de aldeias indígenas, abrigos sob rocha com enterramentos humanos, até ruínas de fazendas, engenhos e fortificações a partir da chegada dos primeiros portugueses.
Apesar de Ilhabela ser o município com o maior número de sítios arqueológicos da região, hoje o Projeto sobrevive graças ao apoio do Parque Estadual de Ilhabela e colaboradores da cidade. Atualmente, o Projeto está buscando patrocinadores para suas atividades.
Para maiores informações sobre o Projeto Arqueológico de Ilhabela, acesse o site: http://sites.uol.com.br/arqueologia.ilha

Moradores de Ilhabela reclamam de esgoto a céu aberto

Ilhabela - Moradores da Viela João Vieira, no bairro Ilhote, estão reclamando de um esgoto que se encontra a céu aberto, provocando um forte mau cheiro e o aparecimento de animais peçonhetos, como ratos, baratas.
O garçom Nivaldo Vieira Filho, 35 anos, disse que o problema é grave e vem acontecendo há anos.
“Temos que nos acostumar com bichos mau cheiro. Quando chove fica uma forte cachoeira com todo aquele esgoto. Queremos providências, pois o próprio prefeito havia dito em sua campanha que o problema seria solucionado rapidamente e até agora nada”, disse.
Já a dona de casa Maria dos Santos, 42 anos, informou que o local possui mosquitos. “Já vi vários mosquitos. Tenho medo da dengue. Ninguém fiscaliza, toma providências”, conta.
Esclarecimentos - De acordo com a assessoria de imprensa da Sabesp, o órgão não opera na região, apenas no Saco da Capela e região central de Ilhabela.
Ainda segundo a assessoria da Sabesp, a competência seria da Prefeitura de Ilhabela, mas acreditam que o local esteja irregular.
O prefeito Manoel Marcos informou que estará se reunindo com os moradores do bairro na próxima semana e discutirá o problema do esgoto.
“Nossa maior preocupação do município é solucionar o problema do saneamento básico. Independente da Sabesp fizer ou não faremos nossa parte”, ressalva. (Fonte: Imprensa Livre)

Trânsito será restrito em São Sebastião

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião vai restringir a circulação de carros em ruas do centro da cidade durante o feriado de Carnaval. Os moradores e comerciantes que atuam na região central terão que ter credenciais para transitar de carro na área proibida.
A medida pretende desafogar o trânsito na região durante o feriadão. O Departamento de Trânsito de São Sebastião calcula um movimento em torno de 300 mil veículos na cidade durante o Carnaval, nos demais dias é registrado um fluxo de 10 mil carros.
Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, as ruas Três Bandeirantes, Almirante Nogueira, Frei Constâncio e Altino Arantes, no Centro Histórico, serão interditadas durante as quatro noites de Carnaval. A interdição será feita após o preenchimento das cerca de 1.000 vagas de estacionamento existentes nas vias públicas.
CADASTRO - Os moradores e comerciantes do centro têm até o dia 28 para fazer o cadastramento na prefeitura e obter a credencial de "acesso livre". Para o cadastramento, o motorista deverá apresentar o comprovante de residência e a documentação do veículo.
A expectativa da prefeitura é emitir cerca de 500 credenciais.
A fiscalização será realizada por cerca de 40 agentes de trânsito na região central, na balsa e na costa sul do município.
O diretor de Trânsito de São Sebastião, Carlos Eduardo da Costa Carvalho, não foi localizado ontem pelo ValeParaibano para comentar o assunto. (Fonte: ValeParaibano)

Funai aprova ampliação de área indígena

São Sebastião - O presidente da Funai (Fundação Nacional do Índio), Artur Nobre Mendes, aprovou o estudo de redemarcação das terras indígenas do Ribeirão Rio Silveiras, que abrange os municípios de São Sebastião, Bertioga e Salesópolis.
A área demarcada passará para 8.500 hectares, contra os atuais 948 hectares. Atualmente, na região vivem 296 índios guaranis, divididos em cinco aldeias. A aprovação do estudo foi publicada no Diário Oficial da União.
O técnico da Funai e chefe do posto indígena do Ribeirão Rio Silveiras de São Sebastião, Márcio Alvin, aprovou a medida.
"Esse é o resultado de uma avaliação que teve início em 2000. A demarcação é uma vitória para a comunidade e garante a terra para o índio", disse Alvim.
Ele não quis adiantar os projetos que serão desenvolvidos no Rio Silveiras com a ampliação da área. (Fonte: ValeParaibano)

Obra do BID vai corrigir as curvas mais acentuadas da serra

Ubatuba - As oito curvas mais acentuadas da rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), que liga Ubatuba a Taubaté, serão corrigidas e devem ganhar um novo traçado. Essa foi a principal informação passada à população da cidade durante a audiência pública realizada na noite de quinta-feira, na sede a ACIU (Associação Comercial e Industrial) onde foi apresentado o estudo para a recuperação da estrada.
O projeto elaborado pelo consórcio Noronha Engenharia e Dynatest prevê melhorias entre os quilômetros 70 e 94. No trecho do planalto a principal obra é a correção da geometria com recuperação asfáltica e pavimentação dos acostamentos.
Entre os quilômetros 79 e 88, já na serra, além da correção das curvas com a chamada superlargura, já que a maioria tem forma de ‘cotovelo’ por serem extremamente fechadas, também estão previstas a recuperação do asfalto, áreas de escape sinalizadas, implantação de defensas metálicas por barreiras e 21 projetos de contenção de encosta.
No trecho da baixada, entre os quilômetros 88 e 94, que corresponde também aos bairros mais populosos da cidade, serão feitas também obras especiais, as principais delas a implantação de rotatórias de acesso aos bairros Ipiranguinha, Marafunda e Monte Valério.
O projeto executivo aponta ainda a necessidade de manutenção das ciclovias e passeios, implantação de separador físico entre as pistas e alargamento de três pontes.
Repercussão - Para o presidente da ACIU Mohammad Ali, a principal reivindicação da comunidade era para a implantação de uma nova serra. “ Mas pelo projeto apresentado, acho que teremos 90% dos problemas solucionados”.
O comandante da Polícia Rodoviária no Litoral Norte, tenente Lourival a Silva Júnior, questionou se essa mudança implica na instalação de lombadas eletrônicas no trecho, uma vez que há problemas graves de congestionamento, principalmente em retornos de feriados e finais de semana prolongados.  De acordo com o coordenador do projeto, Abrão Abdalla, serão mantidas a lombadas tradicionais.
Outros questionamentos foram com relação à possível descida de caminhões, que hoje são proibidos de trafegar pela rodovia a partir a divisa com São Luiz do Paraitinga.
Segundo Abdalla, mesmo com correção das curvas, o trecho ainda é considerado íngreme, principalmente na subida, para os veículos pesados.
A exposição em Ubatuba foi a última realizada para os trechos que envolvem a recuperação das rodovias do Litoral Norte – SP-125, Tamoios (SP-99) e Rio-Santos (SP-55).
A recuperação será feita em parceria com o Governo do Estado e o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) O custo de aproximadamente R$ 140 milhões.
As obras no trecho entre Bertioga e São Sebastião, até Boiçucanga, na Costa Sul, estão previstas para começar nos próximos dias. Já a recuperação no trecho de São Sebastião a Caraguatatuba, Tamoios e Caraguatatuba e Ubatuba, depende do cumprimento das exigência interpostas pelo BID, como a remoção de famílias das áreas próximas as rodovias. As prefeituras estão providenciando a transferências e as obras devem começar em abril. (Fonte: Imprensa Livre)

Pane deixa Ubatuba sem energia elétrica

Ubatuba - Mais de 6.000 clientes da Elektro de Ubatuba ficaram sem energia elétrica sexta-feira à noite. Segundo previsão da empresa, esse número de ligações pode representar cerca de 18 mil pessoas atingidas, sendo que eles consideram três usuários por registro. O plantão da Elektro informou que houve uma falha no alimentador da cidade, o que causou o apagão. Os principais pontos atingidos foram região central e bairro do Itaguá. Até as 22h de ontem, os técnicos ainda não haviam identificado o problema, mas a energia elétrica já havia retornado a 3.000 clientes. Segundo a Elektro, a situação deveria se regularizar até as 23h. (Fonte: ValeParaibano)

Carta do Leitor

IPTU em Bertioga - O aumento absurdo no valor do IPTU em São Sebastião também ocorreu em Bertioga, tendo como demonstração de total incompetência dos funcionários responsáveis que emitiram o novo carnê, a cobrança indevida, ou seja, o cálculo foi elaborado cobrando-se a área total, incluindo a área de terreno como área construída e, ao contatar com o Secretário de Habitação descobri que além de não ser engenheiro, formação esta indispensável para o bom exercício da função, o mesmo juntamente com a responsável pelo competente setor, não sabiam sequer interpretar uma planta aprovada pela própria prefeitura onde estabelecia a área de terreno, a área construída, a área de garagem e a área de uso comum que multiplicadas pelos correspondentes valores e somadas geram o valor venal do imóvel e consequentemente o valor do IPTU a ser pago.
Embora já estivesse exaustivamente explicado através de uma matemática doméstica como 2+2=4 (conta de primeira série) os mesmos não entenderam, obrigando-me a impetrar um pedido de revisão, que foi analisado pela mesma responsável que cometera o absurdo e demonstrara nada entender de cálculos, de metragem ou da área em que atua.
Ora essa, se não possuem a menor competência para o exercício da função, como respondem pela área? Quem os municiou de poderes? Quais os reais interesses?
Sabemos que para um progresso ordenado faz-se necessário o pagamento de taxas, a geração de recursos, mas desde que sejam cobradas com responsabilidade, sem abuso e por funcionários competentes que tenham méritos profissionais e não Q.I. ( quem indicou).
O despropósito fez com que aos 42 anos vivido como verdadeira cidadã, cumpridora de meus deveres, tornasse-me uma inadimplente, pois, não efetuei o pagamento das parcelas de IPTU ciente de que existe o erro não só no meu carnê como em outros e, caso efetue o pagamento, certamente será um "parto" para reaver o meu dinheiro, pois, a Prefeitura cobra, mas devolver é que são outros quinhentos.
Vale lembrar que o m2 de área construída + o m2 de garagem tem valor a maior que o m2 de área de terreno e, no exercício de 2003, foi cobrado a área total como área construída, gerando um IPTU absurdo e indevido.
Minha denúncia deve-se não só ao meu caso, mas principalmente aos munícipes que devem estar sendo muito prejudicados e, na grande maioria deles, não possuem conhecimento ou acesso para questionar, pois, absurdos nunca são revelados por quem os comete.
Sugiro que nas próximas eleições em que não incluo-me, uma vez que não resido no município, os munícipes pensem um pouco melhor a quem irão atribuir poderes, para que não rendam-se a um quilo de arroz que lhes custarão caro após a eleição, para que não amarguem os desmandos e a incompetência dos que foram eleitos.
É lamentável saber que em um paraíso ecológico como o litoral norte também existe a profissão de POLÍTICO. Se fosse um trabalho de voluntário, não teríamos nenhum.
Me corrijam se estiver equivocada.

Rosimeire da Silva Scrittore
Riviera de São Lourenço
Bertioga, SP


Petróleo no Litoral Norte - Nesta primeira fase não há problema, é feita a perfuração em alto mar, são navios modernos equipados para este tipo de desenvolvimento. O problema vêem depois. Quando descobrirem o óleo, e vão descobrir, estes caras não dão ponto sem nó, a partir daí é que surgem as construções de tanques de armazenamento bem como dutos que vão por baixo d'água até a costa onde estarão os tanques.
Na extração de petróleo normalmente não há vazamentos "grandes", sempre sobra alguma coisa na água, mas no transporte é que mora o perigo, a
manutenção dos dutos ou dos petroleiros, muitas vezes são precárias ocorrendo grandes vazamentos.
Mesmo movimentando a economia local, o grande montante de dinheiro derivado da extração vai para a empresa "Americana" que hoje se arma até os dentes de petróleo pois sabe do aumento de preço vira em conseqüência da guerra.

Daniel Chaia
Development Engineering


A ver Navios - Enquanto outros destinos turísticos investem pesado em infraestruturas turísticas e meios de hospedagem cada vez mais sofisticados (vide Sumerville e Nanain, dentre tantos outros no nordeste), nós vamos nos contentando com o que aparece. Uma temporada cada vez menor, com preços cada vez menores com custos cada vez maiores.
Lamentável. Muita semelhança com a Torre de Babel. Ninguém se entende, ninguém quer entender. E de turismo, ninguém entende. Muitos palpites (todos errados) nenhum rumo. Falta de tudo. Até bússolas. O descaso e a incompetência andam de mãos dadas. Sonham acordados com um sucesso que só vem com o antônimo destas “desqualidades” aliadas ao profundo conhecimento do setor e muito, muito trabalho.
Da instabilidade política com ações pífias contra o prefeito a atitudes trasloucadas dos irresponsáveis pelo turismo, nossa principal atividade econômica e, única geradora de impostos, empregos e renda, vamos proliferando o “Laissez-faire”. De tentativas (e erros) seguimos, por velhos (e esburacados) caminhos em direção ao caos. O resultado está aí, até para quem não quer ver. O que esperamos? Por quem esperamos? Por um salvador da pátria?
Se quisermos ser um produto turístico, antes de qualquer coisa precisamos ter consciência plena do produto que oferecemos e para quem queremos vender. E quanto a isso, não nos enganemos mais. Oferecer apenas o que a natureza nos deu (e como estamos acabando com ela) nunca mais será suficiente. Nosso principal mercado é São Paulo. Qual paulistano continuará vindo para enfrentar o trânsito provocado pelo descaso na Praia Grande que nos picos de movimento, chega no Saco da Ribeira? Duas horas e meia para chegar ao centro! Transito? Eles são profundos conhecedores. Muito mais que nós. Enfrentar as filas intermináveis, pela esburacadas (e sem acostamentos) estradas atrás dos de ônibus do turismo de um dia é insuportável e, por demais cansativo, para quem veio para descansar no final de semana. Não compensa. Assim vamos perdendo nossa clientela para outros destinos (hotéis fazenda, por exemplo), mais preocupados com seus clientes do que nós.
Eventos? Qual cliente e de que tipo estaria interessado nos eventos (exageradamente) sonoros (de qualquer tipo) realizado na Av Iperoig? Pude constatar que a maioria dos “turistas” que tomavam o “gargarejo” dos “eventos” eram apenas e tão somente os mendigos, bêbados e doentes mentais (aqui despejados peãs cidades vizinhas) que de garrafas e punho, comemoravam o arrecadado (dos turistas medrosos) “tomando conta” de seus carros. Esses são os eventos...
Receber turistas é como “promover” uma festa. Que festa pode-se promover em uma “casa” assim? Para quantos convidados? Quantas pessoas queremos “atrair” para oferecermos o que está aí? Para irem embora com quais comentários? A saída então, estaria os Cruzeiros conforme últimas notícias? Quanta bobagem! Se não se pode chegar nem de carro... Ou quem sabe é uma “dica” para informar que continuaremos a “ver navios”.
Sabem, parece mesmo que o Renato Nunes é paranormal. É verdade mesmo que ele “fala” com Cunhambebe. Só pode ser a tal Maldição. Vamos “enforcar” o Anchieta para satisfazer o cacique? Um grande monumento cenográfico (financiado pelo DADE, como a pista de Skate) ao velho índio e sua tribo para mostrar (e explicar) a verdadeira história? A História do Brasil? Fazemos parte dela? Puxa!!!
Seria este monumento uma atração turística? É... Navios.

Ronaldo Dias
Ubatuba, SP


Indios Guarani - Gostaria que vocês divulgassem a notícia sobre os Índios Guaranis, que saiu na FOLHA DO VALE, deste domingo, dia 23/02/2003. Este encarte da Folha de São Paulo não veio para o Litoral Norte, no domingo. Procurei em algumas bancas de jornal de São Sebastião e Caraguatatuba e os jornaleiros não sabiam explicar o motivo da ausência deste encarte.
Lembrei de um fato semelhante, ocorrido em uma cidade do interior de São Paulo: quando alguém (Prefeito?) comprou toda a edição do jornal local, para que o povo não ficasse sabendo de irregularidades que foram denunciadas, naquela edição.
Desta forma, o autor das denúncias solicitou uma nova divulgação das notícias. Lembro, que para nós do Litoral Norte, na Folha do Vale, encontramos notícias da Região.
Gostaria de saber o que aconteceu de fato. Conto com vocês, para descobrir o ocorrido. Obrigado pela atenção.
Que Deus os ilumine no caminho do Bem, da Verdade, do Amor, das Justiça e da Paz!

Georgenaldo Falcão
São Sebastião, SP
 

Foto do Dia:
Saco da Ribeira
Ubatuba
Saco da Ribeira
© Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Clique Aqui para acessar o arquivo de Fotos Publicadas

 
Gaivota FM
Participe você também com seu cometário, crítica ou sugestão no programa
Estação Ubatuba c/ Tony Luiz
De segunda a sexta das 12 as 14 hs na Gaivota FM 104.9
Sempre com entrevistados diários e variados, falando sobre todos os temas
Ligue 3833.5550


 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui.


Pousada Barra da Lagoa Vivenda do Flamboyant JCASTRO INFORMÁTICA

As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  idenficação do autor.


GRÁTIS!!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:
Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral na versão:
Compacta (apenas as manchetes c/ Link)
Completa (todas as notícias na íntegra) 
e-mail:
Cidade:


Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br


©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor