Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 05 de agosto de 2004 - Nº 1091 Edições Anteriores
Barra da Lagoa Portal da Palmeira Disk Denúncia

Região
Ubatuba abre ciclo de debates entre candidatos a prefeito
Aumentam os casos de Leishmaniose no Litoral Norte


Caraguatatuba
Caraguá cobra concessionárias
'Vestibular' do voto barra três candidatos em Caraguá
Ditado aborda financiamento de campanhas
TRE derruba exigência para teste
Bike Week pelo Social
Autora de Caraguá é finalista no Mapa Cultural Paulista
Tributo a Cazuza 
Atleta Módulo é vice-campeão no Triathlon Long Distance

Ilhabela
Guilly promete defender o título brasileiro no circuito 2004


São Sebastião
Entrega de Armas: São Sebastião pede posto na costa sul
Porto ganha novos ‘dolphins’ e prepara plano de segurança

Ubatuba
Pedro Tuzino assina compromisso no Ubatuba Viva
Delegado designado para Ubatuba é preso
Santa Casa mantém atendimento parcial
Reformas visam melhorar o trânsito na Praia Grande
Bar do Pirata inova com sushi


Seções
Opinião
Conto
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Ubatuba abre ciclo de debates entre candidatos a prefeito

Litoral Norte - A Diocese de Caraguatatuba abre hoje o ciclo de debates com os candidatos a prefeito e vereador das quatro cidades do Litoral Norte. O primeiro evento ocorre em Ubatuba e deve reunir os seis candidatos a prefeito.
Os debates estão sendo organizados pela Pastoral Fé e Política da Diocese e todos os 18 candidatos a prefeito do Litoral Norte receberão os convites para participar dos encontros.
O evento terá duas horas de duração. A expectativa é reunir cerca de 200 pessoas no salão da Igreja São Francisco, além de lideranças das quatro paróquias.
Devido ao espaço limitado nos salões onde serão realizados, a Igreja pretende instalar um telão para o público dos bairros acompanhar as discussões do lado de fora dos recintos.
Está programada a presença dos candidatos Paulo Ramos (PFL), que é prefeito e disputa a reeleição, Pedro Tuzino (PSDB), Rogério Frediani (PTB), Elisabeth Maluf Zago (PV), Eduardo César (PL) e Fabrício Gomes (PSB).
SORTEIO- No debate entre os candidatos a vereador, o Conselho Pastoral da Diocese de Caraguatatuba sorteou dez candidatos de cada paróquia do litoral e as comunidades apenas divulgarão as propostas de cada um e não haverá debate.
As datas dos debates nas demais cidades ainda não estão fechadas. (Fonte: ValeParaibano)

Aumentam os casos de Leishmaniose no Litoral Norte

Litoral Norte - O litoral norte de São Paulo, mais precisamente a região entre Bertioga a Ubatuba, está sob um alerta importante. 
Desde o ano passado houve um aumento do número de casos de uma doença de pele e mucosas chamada Leishmaniose tegumentar. 
A Leishmaniose Tegumentar Americana (LTA), também conhecida com os nomes de ferida brava ou úlcera de Bauru, é uma doença causada por diversos parasitas do gênero Leishmania, transmitida por diferentes insetos vetores da família Psychodidae, denominados flebotomíneos - também conhecidos como cangalha, cangalhinha, mosquito-palha, birigui, tatuíra, etc. 
Entre as principais características do mosquito estão: 
- são menores que os pernilongos comuns;
- apresentam-se muito pilosos e de coloração clara (cor de palha ou castanhos claros);
- facilmente reconhecidos pela atitude que adotam quando pousam, pois as asas permanecem eretas e entreabertas; 
- as fêmeas exercem hematofagia (se alimentam de sangue), preferencialmente a partir das 20 horas; 
O quadro cutâneo, que também aparece em outros mamíferos como cães e gatos, inicia-se pelo aparecimento de pequena lesão eritemato-papulosa (comum em picadas de insetos) no local da picada do vetor. 
Posteriormente, há formação de um nódulo que pode atingir 1 cm de diâmetro e aproximadamente quatro semanas de evolução, com o aparecimento de uma crosta central. 
A perda desta crosta dá origem a uma úlcera, que evolui formando úlcera leishmaniótica clássica, redonda com bordas elevadas e infiltradas. 
A lesão inicial pode ser única ou múltipla, dependendo do número de picadas infectantes. 
A mucosa mais freqüentemente acometida é a da região nasal, os principais sinais e sintomas são epistaxis (sangramento pelo nariz), eliminação de crostas e obstrução nasal. 
Existem duas formas extremas: a ulcerativa e não ulcerativa, além das formas intermediárias. Além das lesões nasais, podem ocorre lesões em lábios, língua, pálato, orofaringe e laringe. 
Cuidados a serem tomados
1) Quem apresentar ferida de difícil cicatrização deverá procurar um médico, para a realização do exame específico e tratamento. 
2) Medidas de proteção individual podem ser feitas através do uso de mosquiteiros simples, telas finas em portas e janelas e evitando a freqüência na mata, principalmente a partir das 20 horas (crepúsculo), sem o uso de roupas adequadas, boné, camisas de manga comprida, calças compridas e botas, além do uso de repelentes. 
3) Medidas educativas e de higiene, como as que vem sendo feitas para dengue. 
Para obter mais informações, acesse o site da Sucen: -
http://www.sucen.sp.gov.br/doencas/leish_teg/texto_leishmaniose_tegumentar.htm  (Fonte: Correio do Litoral)

Notícias de Caraguatatuba Topo

Capitão Campos Junior - Fale Comigo O Guaruçá Anuncie Aqui

Caraguá cobra concessionárias
Câmara aprova projeto que estipula taxa pelo uso do espaço aéreo e do subsolo

Caraguatatuba - Após uma longa polêmica, Câmara de Caraguatatuba aprovou um projeto de lei de autoria do Executivo que autoriza a prefeitura a cobrar pelo uso do espaço aéreo e do subsolo do município.
Na prática, a cobrança será feita pelo uso de fios de alta tensão e iluminação pública utilizados pela Bandeirante de Energia, pela fiação aérea e subterrânea da Telefônica, encanamentos realizados pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) e cabos de empresas operadoras de TV por assinatura.
O projeto de lei foi aprovado pela Câmara em sessão na última terça-feira depois de ser retirado da pauta de votação na semana anterior.
Segundo o presidente da Câmara de Caraguá, Wilson Agnaldo Gobetti (PPS), a projeto foi retirado de discussão porque os vereadores apresentaram emendas que tornariam a aplicação da lei inviável.
"Tivemos que retirar o projeto porque algumas emendas eram inviáveis. Depois chegamos a um acordo e a lei foi aprovada", disse Gobetti ao ValeParaibano.
Mesmo com a intervenção da mesa diretora, durante a votação do projeto na última terça-feira, foram apresentadas quatro emendas, sendo que uma foi retirada e as restantes aprovadas pelos parlamentares.
O prefeito de Caraguá, Antonio Carlos da Silva (PSDB), disse que a nova lei só será aplicada na próxima administração. A cobrança começará efetivamente a ser realizada em 2005.
"Outros municípios já fazem esta cobrança. A aprovação da lei era importante para Caraguá. Os valores a serem cobrados das empresas deverão ser definidos após regulamentação, que deverá ocorrer somente no próximo ano", disse Antonio Carlos.
O tucano não disputa o pleito de outubro pois já foi reeleito para o cargo em 2000.
SANÇÃO- O prefeito terá um prazo de cinco dias para sancionar a lei e publicá-la.
Segundo o tucano, ainda não há previsão de qual valor deve ser arrecadado pela administração com a taxação.
O ValeParaibano procurou ontem à noite representantes das empresas concessionárias de serviços que devem ser atingidas pela cobrança, mas nenhum representante comentou o assunto com a reportagem. (Fonte: ValeParaibano)

'Vestibular' do voto barra três candidatos em Caraguá
Políticos faltam a teste de escolaridade e devem ter registros indeferidos

Caraguatatuba - A Justiça Eleitoral deve rejeitar o registro de três candidatos a vereador de Caraguatatuba que não compareceram ontem ao 'vestibular do voto', aplicado a 22 postulantes a vagas no Legislativo.
A prova, exigida pela juíza eleitoral Regiane dos Santos, foi aplicada na sede da Fundacc (Fundação Cultural de Caraguatatuba) às 10h. O objetivo é comprovar o grau de escolaridade dos candidatos.
A legislação condiciona o registro das candidaturas dos políticos que pleiteiam cargos no dia 3 de outubro à comprovação de que eles sejam alfabetizados --saibam ler e escrever.
Os pré-candidatos Antônio Eliziário Dionizio (PT), Walmir José da Costa (PRP) e Carlos de Oliveira (PTB) faltaram à prova.
Oliveira, que ficou como primeiro suplente em 2000, e exerceu o mandato até março, ameaça recorrer ao TRE (Tribunal Regional Eleitoral) caso sua candidatura não seja aceita (leia texto nesta página).
O teste de escolaridade movimentou a cidade e gerou polêmica. Os candidatos se apresentaram com até meia hora de antecedência ao local da prova.
Dos 22 convocados, apenas três não estiveram na Fundacc. O teste, um ditado que reproduziu trechos de um editorial de jornal sobre financiamento de campanhas, durou cerca de 15 minutos. O resultado será divulgado na sexta-feira.
Antes do início da prova, a maioria dos 'vestibulandos' criticou o fato de a Justiça Eleitoral ter livrado os quatro atuais vereadores da realização do testo.
"Estou indignado com a liberação dos vereadores", afirmou Carlos Apolinário (PCdoB). Nenhum dos postulantes, no entanto, fez qualquer reclamação oficial à juíza Regiane dos Santos.
Izaías de Souza Filho, candidato e presidente do diretório do PRP, afirmou que havia ingressado com um pedido de liminar para tentar liberar os candidatos do seu partido da prova, mas não obteve sucesso. "A juíza indeferiu o pedido", disse.
Um dos poucos a concordar com o teste foi o candidato Antonio Pereira da Silva (PSB). "A prova tem que acontecer para que não haja duvídas sobre a escolaridade ds candidatos", afirmou.
Alguns candidatos estavam acompanhados de assessores, como Pedro Marques de Oliveira (PSDB). Os assessores orientavam os candidatos sobre como proceder nas entrevistas e no exame.
MANDATO- Entre os convocados pela Justiça Eleitoral, dois já ocuparam o cargo de vereador no atual mandato.
José Pedro Lucas (PTB), 46 anos, eleito suplente em 2000, exerceu o cargo até o mês de março. Oliveira, 46 anos, também eleito suplente em 2000 pelo PSDB, não compareceu ao teste. Ele também havia deixado o cargo em março.
Localizado pelo ValeParaibano, Oliveira, afirmou que recebeu sua convocação às 20h de terça-feira. "Eu tinha compromissos pessoais e não teve como fazer o teste", afirmou.
Oliveira disse que hoje irá levar a documentação de escolaridade exigida ao cartório.
Ele disse ainda que, caso não seja aceita a documentação, poderá acionar a Justiça para manter sua candidatura. (Fonte: ValeParaibano)

Ditado aborda financiamento de campanhas

Caraguatatuba - A prova de escolaridade teve início às 10h05. Durante cerca de cinco minutos, a juíza eleitoral Regiane dos Santos conversou com os candidatos explicando o motivo do teste. Pediu a todos, tranquilidade, alegando que seria um teste 'muito simples'.
A juíza começou a prova às 10h10. Tensos e em silêncio, os candidatos se prepararam para escrever o que a juíza ditava. Ela levou mais de cinco minutos para passar o ditado. Foi interrompida pelos menos quatro vezes pelos candidatos.
A prova resumiu-se a um texto extraído do editorial de um jornal do dia. "As eleições são o rito fundamental da democracia e a transparência no sistema de doação de fundos de campanha é essencial à credibilidade do pleito".
"É só isso, gente, terminou, podem entregar e tenham um bom dia", finalizou a juíza aos candidatos.
"Foi muito fácil", disse, aliviado, o candidato Pedro Marques de Oliveira (PSDB). Segundo ele, quem não passar no teste 'não deve mesmo ser candidato'. (Fonte: ValeParaibano)

TRE derruba exigência para teste

Caraguatatuba - Em sessão plenária realizada anteontem, o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Estado de São Paulo derrubou decisões de primeira instância que indeferiram o registro de candidatos por analfabetismo.
De acordo com as decisões do TRE, na maioria dos casos, os candidatos já sabiam ler e escrever, "ainda que rudimentarmente", sendo, assim, considerados semi-alfabetizados. Em um dos casos, inclusive, o candidato já havia exercido cargo eletivo.
Foram julgados casos de Guarulhos e Euclides da Cunha Paulista. Das decisões, cabe ainda novo recurso ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em Brasília (DF).
Em Caraguatatuba, alguns dos 23 candidatos que foram convocados para realizar a prova para atestar a escolaridade pretendem recorrer ao TRE caso não consigam o registro para entrar na disputa eleitoral deste ano.
Eles alegam que sabem ler e escrever e não precisariam passar pela avaliação promovida ontem pela Justiça local. (Fonte: ValeParaibano)

Bike Week pelo Social
O Caraguá Bike Week, que acontece de 11 a 15 de agosto, irá dar oportunidades para famílias de baixa renda mostrar seus projetos desenvolvidos pela secretaria de Assistência Social

Caraguatatuba - Os participantes dos projetos de geração de renda da Secretaria Municipal de Assistência Social e seus monitores estão em trabalho acelerado, adaptando seus trabalhos ao tema Bike Week, pois é nesse evento que vão estar presente os seus projetos. O evento acontece de 11 a 15 de agosto, na Praça de Eventos. Os participantes do projeto Amarelinhos, além de recolher o material reciclável, também, farão a limpeza do local.
Os apreciadores do Bike Week poderão adquirir os produtos e conhecer um pouco mais do trabalho que a secretaria de Assistência Social vem desenvolvendo com as famílias de baixa renda e adolescentes da cidade, visando a complementação da renda familiar, em barracas para exposição. 
Projetos - “Sabor e Arte” abrange estamparia em moda praia, confecção em tricô e crochê, panificação artesanal, confecção de bonecas de pano, com o objetivo de confeccionar produtos por famílias carentes, para geração de renda.
“De Bem com a Vida” produz chinelos bordados e prancha de surf; o objetivo é o de capacitar crianças e adolescentes com finalidade de futura geração de renda no complemento da renda familiar. 
“Projeto Amarelinhos” (Catadores de Latas) são de famílias de baixa renda, assistidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social, que utilizam do material reciclável e latinhas para complementarem a renda familiar. (Fonte: PMC)

Autora de Caraguá é finalista no Mapa Cultural Paulista
Conto de Mariângela Ragassi coloca Caraguá entre as cinco finalistas do estado de São Paulo no Mapa Cultural Paulista

Caraguatatuba - Caraguá está classificada entre as cinco cidades finalistas do Mapa Cultural Paulista-2003/2004 na modalidade conto. A escritora Mariângela Souza Ragassi com seu conto. “Lucicleide na Janela” ficou entre os cinco melhores trabalhos do estado de São Pulo.
No dia 6 de agosto, sexta-feira, às 18h30 no Memorial da América Latina, Auditório Simon Bolívar, em São Paulo, acontece a premiação dos três melhores trabalhos. 
O Mapa Cultural Paulista é uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura e conta com o apoio dos municípios. Tem como principal meta percorrer o estado para identificar as áreas de maior interesse da população, bem como conhecer os artistas e sua forma de atuação, incentivando seu trabalho. Conta com as modalidades: artes plásticas, fotografia, conto, poesia, dança e teatro. (Fonte: PMC)
Leia o conto de Mariângela Ragassi. 

Tributo a Cazuza 

Caraguatatuba - Todos os sucessos que marcaram o percurso profissional de Cazuza, do início da carreira, em 1981, até a morte em 1990, aos 32 anos serão interpretados por Fernando Villar, que além de interpretar as canções, também é fã e admirador do artista. 
Parte do valor arrecadado com a venda dos convites será revertida para a UAMI (Unidade Atendimento as Moléstias Infecto-contagiosa) de Caraguatatuba.
A abertura acontece às 21h com a narrativa dos fatos mais importantes da vida do artista e, a partir daí, o show com seus sucessos.
Quando: 5 Agosto 
Onde: Cachaçaria Água Doce
Av. Dr. Arthur Costa Filho, 353 – ( Rua da Praia) - Centro – Caraguatatuba.
Horário: a partir das 21h
Valor: R$ 10,00
Informações e convites: 12- 3892-3507 / 9108-0136

Atleta Módulo é vice-campeão no Triathlon Long Distance

Caraguatatuba - O triatleta Luiz Claudio Graglia (Huka) representou a nossa região e foi vice campeão na segunda etapa do Triathlon Power Bar Long Distance, na categoria 35 39 anos, ficando entre os 10 primeiros da prova. Huka é patrocinado pelas Faculdades Integradas Módulo, Bingo Ubatuba e Kutelak Naturais.
O campeão na sua categoria foi Alexandre Ribeiro, que também é campeão do Ultra Man no Hawai 2003. O vencedor geral da prova foi Fábio Carvalho, de Mogi das Cruzes, que tem como seu treinador o professor do Módulo, Marcelo Ortiz. A campeã feminina foi a atleta australiana, que está treinando na cidade de Rio Claro/Sp. A atleta olímpica Carla Moreno, participou da competição buscando aperfeiçoamento para o seu desempenho em Atenas. Também participaram da prova os atletas Ramiro Godinho e Luis Cláudio Câmara, representando Ubatuba.
A prova aconteceu no dia 1º de agosto em Cabo Frio/RJ, com dois percursos: na categoria short, os atletas nadaram 750 metros, pedalaram 20km e correram 5km. Já a prova longa foi de 1900 metros de natação, 90km de bike e 21km de corrida.
Atletas de todo o país enfrentaram dificuldades na natação pela baixa temperatura da água e também no ciclismo devido aos fortes ventos desta época do ano. 
“A prova foi difícil, com muito vento, o que atrapalhou principalmente o ciclismo, além da temperatura que se elevou no período da tarde. Por outro lado foi uma prova perfeita, me senti bem e fiz uma prova excelente, disse Huka
A próxima etapa da competição acontece em novembro em Pirassununga/SP, fechando o circuito Power Bar Long Distance. (Fonte: Módulo)



Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano
Sailing Shop

Guilly promete defender o título brasileiro no circuito 2004

Ilhabela - Com uma etapa a mais e quase o dobro do valor da premiação do ano passado, o Campeonato Brasileiro de Kitesurf - Oi Kitesurf 2004- promete aumentar o número de participantes.
O velejador de Ilhabela Guilherme Brandão, o Guilly, atual campeão nacional e vice Sul-americano, irá defender o título e ficou animado com o novo formato do evento. 
“Os atletas estão ainda mais motivados. A premiação por etapa aumentou e a total também. Além disso, teremos quatro etapas, com promessa de bons ventos em todas elas. A de João Pessoa promete”, disse o ilhabelense.
Em junho, Guilly (redley, gzero store e IKB escola de kitesurf) ficou em 17º na terceira etapa do Circuito Mundial de kitesurf (PKRA) (Professional Kite Riders Association), na praia de Bozo, em Cabarete, na República Dominicana.
Considerado o maior circuito nacional do esporte no mundo, o brasileiro começa em setembro e terá provas em Vitória (ES), João Pessoa (PB), Costa do Sauípe (BA) e Rio de Janeiro.
Em 2003 foram apenas três etapas, com a premiação de R$ 48 mil no total. Na edição 2004 o Oi Kitesurf terá quatro etapas, oferecendo cerca de R$ 80 mil. A primeira prova está marcada para os dias 4 a 7 de setembro, em Vitória. 
O encontro seguinte será em João Pessoa, de 23 a 26 de setembro. De 9 a 12 de outubro a festa acontecerá na Costa do Sauípe. Fechando o circuito, a quarta etapa será no Rio de Janeiro, de 30 de outubro a 2 de novembro. 
No ano passado as etapas foram realizadas em Salvador, Porto de Galinhas (PE) e Rio de Janeiro, onde o vento foi mais constante. Guilly garantiu o título por sua regularidade.
Mesmo sem vencer nenhuma das etapas, ele chegou à final em todas e se tornou o campeão do Oi Kitesurf 2003, o primeiro Circuito Brasileiro da modalidade. Agora ele sabe que a cobrança será maior. “Vou precisar manter o nível para ficar entre os primeiros. 
Esta responsabilidade é boa, pois me dá ainda mais vontade de treinar e me dedicar para seguir bem”, disse Guilly. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

Nautica Superchic

Entrega de Armas: São Sebastião pede posto na costa sul

São Sebastião - A Câmara de São Sebastião quer instalar um posto de recebimento de armas pela Polícia Federal na costa sul, região considerada mais violenta na cidade. A PF recebeu cerca de 80 armas no Litoral Norte desde o início da campanha de desarmamento no dia 15 de julho.
As indenizações de R$ 100 a R$ 300, dependendo do tipo de arma e calibre, levaram dezenas de pessoas a entregarem as armas na delegacia.
No requerimento do vereador Marquinho Souza (PSBD), aprovado por unanimidade na sessão de anteontem, é solicitado o credenciamento de um posto na região de Maresias e Boiçucanga para motivar aos moradores a participarem da campanha.
"Só temos um local de entrega na delegacia da Polícia Federal na costa norte. São quase 60 km de distância, o que dificulta bastante. Além disso, a costa sul é a região mais violenta e seria beneficiada", disse o vereador.
O delegado da PF de São Sebastião, Frederico Guinsburg Saldanha, afirmou que não recebeu a solicitação e que vai estudar o pedido, apesar de não ter efetivo para criar postos e não ver necessidade.
"Eu não vejo tanta dificuldade porque temos recebido armas de outras cidades como Caraguatatuba. Temos ônibus urbanos para isso", afirmou.
ENTREGA - Em São José, a PF recebeu mais de 300 armas de fogo. Até a semana passada, eram entregues me média 32 armas por dia. Devido ao movimento, todos os escrivães da delegacia foram mobilizados, prejudicando o andamento de inquéritos. (Fonte: ValeParaibano)

Porto ganha novos ‘dolphins’ e prepara plano de segurança

São Sebastião - O Porto de São Sebastião ganhou esta semana dois novos ‘dolphins’ para atracação de navios de grande porte. A obra está praticamente concluída, conforme informou o gerente Paulo Rogério de Souza Almeida na tarde de ontem.
Segundo ele, as defensas e os “cabeços” para amarração já foram instalados. “Resta apenas a passarela, mas os dolphins já possibilitam a atracação de navios maiores”, destacou.
O investimento do Governo do Estado de São Paulo na construção chega a aproximadamente R$ 2 milhões. “Esta obra vai viabilizar o atendimento da logística exportadora de montadoras do Vale do Paraíba”, apontou Paulo Rogério.
De acordo com o gerente do Porto/Dersa, até então o único berço de atracação só permitia navios pequenos. No caso das operações de veículos, somente embarcações com capacidade de até 1,5 mil carros. “A partir de agora poderemos receber navios para até 3,5 mil automóveis”. 
Apesar da construção dos dolphins, o porto só pode receber um navio por vez. Paulo Rogério ressaltou que, por causa da nova estrutura, já houve aumento das consultas de importadores, exportadores e empresários interessados em operações via Porto de São Sebastião.
Além das montadores do Vale, empresas de algodão e ração animal buscaram informações sobre o sistema portuário da cidade.
Desde o início do ano a Volkswagen já vem embarcando veículos para a Argentina pelo Porto/Dersa. No total, 5.601 unidades foram exportadas. 
Também houve movimentação de carga viva. Cerca de 3 mil cabeças de gado leiteiro seguiram para a Venezuela. Contudo, as operações mais freqüentes do porto continuam sendo de granéis (barrilha, sulfato, cevada e malte). 
Segurança reforçada - Em no máximo dois meses o Porto de São Sebastião terá todo seu sistema de segurança reformulado. Isto porque a Dersa terá de se adequar às normas previstas pelo ISPS Code (Código Internacional de Segurança a Navios e Instalações Portuárias).
“Desde o atentado de 11 de setembro esse código visa agregar todos os portos do mundo na luta contra o terrorismo”, explicou o gerente.
De início, o porto passou por uma avaliação de risco, cujo resultado foi encaminhado esta semana à direção da Dersa. 
Um plano de segurança será elaborado para, posteriormente, ser aplicado com apoio do Governo Federal. “Com a implantação e a certificação do plano, o Porto de São Sebastião estará habilitado para exportar aos Estados Unidos e à Europa”, salientou Paulo Rogério. 
Entre as mudanças previstas estão: treinamento de pessoal, controle de acesso terrestre e marítimo, e áreas especiais para armazenamento de cargas perigosas. “É uma versão portuária do que já acontece hoje nos aeroportos”, concluiu o gerente do Porto/Dersa. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Giorgio  

Pedro Tuzino assina compromisso no Ubatuba Viva

Pedro Tuzino assina compromisso.Ubatuba - O Grupo Ubatuba Viva, através de uma campanha de transparência política, está convidando os candidatos às eleições municipais de 2004 a assinarem um compromisso que reafirma publicamente suas intenções de governarem Ubatuba de forma clara e transparente. 
Estive presente ontem na reunião semanal do grupo o candidato Pedro Tuzino (PSDB), que assinou o compromisso de transparência elaborado pelo grupo. O convite foi feito à todos os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores em Ubatuba. Os candidatos Eduardo Cezar (PL) e Dra. Elizabeth (PV) já assinaram o documento.
Esta é uma das ações sugeridas na cartilha "Combate à Corrupção nas Prefeituras do Brasil", publicado pela AMARRIBO - Amigos Associados de Ribeirão Bonito, disponível em www.amarribo.com.br  
Tuzino recebe cartilha contra corrupção.O grupo Ubatuba Viva é um movimento pelo resgate da cidadania, aberto a todos os cidadãos de Ubatuba e sem conotação ou cor político-partidária. Congrega as mais diversas correntes de pensamento e representantes das mais diversas atividades econômicas do município mas tem um objetivo único e unânime: fazer uma Ubatuba melhor.
Dentre os seus trabalhos está a busca da transparência nos poderes municipais e para isto está se estruturando nos moldes da Amarribo e com orientação de diversas entidades nacionais que possam colaborar no pleno êxito dos nossos anseios.
Independente da pessoa vitoriosa nas próximas eleições, o grupo trabalha para que o Prefeito, a Câmara de Vereadores e os cidadãos tenham em mente o futuro limpo, honesto e desenvolvimentista que Ubatuba merece. 
Toda a comunidade está convidada a participar das reuniões que acontecem todas as quarta-feiras, as 19:30h, no salão da ACIU, Associação Comercial e Empresarial de Ubatuba, R. Dona Maria Alves, 587, Centro. 
O site do Movimento Ubatuba Viva pode ser acessado em www.ubatubaviva.com.br  

Modelo do documento que candidatos a prefeito de Ubatuba são convidados a assinar:



Compromisso Público de Candidato a Prefeito

Eu _______, brasileiro, residente a______, portador do RG _____, candidato a ____ no município de _____, pelo partido ___, prometo publicamente a cumprir rigorosamente os compromissos a seguir:
1. Adotar transparência total na administração, fornecendo prontamente todas as informações requeridas pelos cidadãos, organizações não governamentais, e Ministério Público.
2. Coibir o uso de quaisquer recursos públicos em benefício próprio ou de terceiros.
3. Fornecer mensalmente a lista de todos os pagamentos feitos, individualmente, pelos órgãos da prefeitura, incluindo verbas de Saúde, FUNDEF , mesmo que a origem da verba tenha vinculações com a administração estadual ou federal, com valores, nome dos beneficiários, CNPJ ou CPF , e a título de que foi feito o pagamento.
4. Levar ao Ministério Público e às autoridades constituídas a apuração de qualquer suspeita de desvio de recursos que recaia sobre membros da administração pública ou dos órgãos sob o meu comando direto ou indireto.
5. Colocar à disposição da população, até dois anos após assumir o mandato, em sitio próprio para acesso via Internet todas as informações requeridas pelos órgãos fiscalizadores da administração pública, e a listagem prevista no item 3.
6. Promover uma reestruturação administrativa na Prefeitura para dar melhor eficiência aos serviços e reduzir os custos da máquina administrativa evitando-se contratações desnecessárias de pessoal.
7. Não favorecer parentes, amigos e apaniguados em aquisições e licitações de qualquer órgão da prefeitura.
8. Não contratar parentes até terceiro grau em cargos de confiança.
9. Adotar orçamento democrático, promovendo audiências para priorização na alocação dos recursos da prefeitura.
10. Apoiar a alteração da Lei Orgânica do Município e do Regimento Interno da Câmara Municipal para adoção do voto aberto pela Câmara Municipal em todas as matérias.
11. Utilizar os serviços de entidades qualificadas e independentes na eventualidade de realização de concursos públicos para contratação
de funcionários.
12. Não utilizar órgãos, funcionários, e equipamentos da administração pública em proveito próprio, ou de terceiros.
13. Permitir a qualquer momento a realização de auditorias solicitadas pelo Ministério Público, Câmara de Vereadores, e entidades representativas da sociedade para verificação de contas e documentos.
14. Declaro conhecer o conteúdo da publicação e me comprometo a tomar medidas administrativas para prevenir no futuro a ocorrência dos tipos de fraude mencionados na mesma.

Assinatura do Candidato

Delegado designado para Ubatuba é preso
Suspeito de envolvimento com quadrilha de roubo de cargas, policial tem prisão decretada antes de assumir o cargo

Ubatuba - O delegado Osmany Pinheiro Machado Júnior, designado pela Delegacia Geral de São Paulo para reforçar o efetivo em Ubatuba, foi preso antes de assumir o cargo.
Machado Júnior encontra-se detido no Presídio Especial da Polícia Civil em São Paulo, desde a semana passada, por suposto envolvimento com uma quadrilha de roubo de cargas.
Ele era delegado titular de Sumaré (SP) mas pediu afastamento do cargo no dia 2 de julho, um dia após a prisão de uma quadrilha na região de Campinas.
Com o grupo, foi encontrada uma carga (chip de computadores) avaliada em R$ 1,5 milhão. Um dos supostos integrantes da quadrilha, o investigador Airton Lopes de Aquino, portava uma pistola PT 45, que seria de propriedade do delegado.
O delegado alegou, na ocasião, que a arma havia sido furtada de seu colete. Ele pediu afastamento do cargo e, em seguida, transferência para São Sebastião, onde possui residência.
A Delegacia Geral designou-o para reforçar o efetivo de Ubatuba. Machado Júnior foi preso antes de chegar à cidade. A prisão provisória do delegado teria sido solicitada pela Vara Criminal de Campinas, local onde a quadrilha foi detida.
A Secretaria de Segurança Pública confirmou ontem que o delegado encontra-se preso provisoriamente na capital.
O ValeParaibano não localizou advogados do delegado. A secretaria e Delegacia de Sumaré (SP) não souberam informar o telefone do advogado do delegado ou de seus familiares.
Segundo a assessoria da Delegacia Geral, a nomeação do delegado para Ubatuba foi feita antes da decretação da prisão.
QUESTIONAMENTO - O promotor de Ubatuba, Marcelo Alexandre de Oliveira, lamentou ontem o fato de a direção da Polícia Civil transferir o delegado suspeito para Ubatuba. "Ubatuba e o Litoral Norte não podem servir de refúgio para maus delegados", disse.
O presidente da OAB, Luiz Celso Rocha, disse que se sentiu aliviado com o cancelamento da ida de Machado Júnior para a cidade.
TRANSFERÊNCIA - O diretor do Deinter-1 (Departamento de Polícia Judiciário do Interior), Claudinê Pascoetto, afirmou ontem não ter havido nenhuma irregularidade na designação de Machado Júnior para Ubatuba. "Não havia nenhum impedimento legal."
Segundo ele, o pedido de prisão preventiva foi feito após a definição de sua transferência para a região. Segundo Pascoetto, foi o delegado quem solicitou sua transferência para o Litoral Norte.
O delegado seccional de São Sebastião, João Barbosa Filho, disse apenas que a transferência de Machado Júnior havia sido designada pela Delegacia Geral.
O delegado titular de Ubatuba, Fausto Cardoso, também alegou não poder dar explicações sobre o caso. (Fonte: ValeParaibano)

Santa Casa mantém atendimento parcial
Médicos continuam priorizando apenas os casos de emergência e lutram por melhores condições de trabalho

Ubatuba - Os médicos da Santa Casa de Ubatuba continuam em greve, restringindo o atendimento aos casos de urgência e emergência. Segundo os grevistas, a direção do hospital até agora não demonstrou interesse inciar uma negociação para o fim do movimento.
A greve entra hoje em seu quarto dia. Os médicos paralisaram os serviços devido as péssimas condições de trabalho oferecidas aos profissionais e funcionários. Segundo o diretor do Pronto Socorro, Lavosier Pereira Leite, faltam medicamentos, os equipamentos estão sucateados e falta até comida para os funcionários. "A direção até agora não se interessou em se reunir com os médicos", comentou.
O diretor jurídico da Santa Casa, Fabiano Salles, não foi localizado ontem para comentar o assunto. Na terça-feira, Salles, reconheceu as dificuldades financeiras pelas quais passa o hospital. Os médicos alegam que não recebem parte de seus salários há sete meses. A Santa Casa é o único hospital público de Ubatuba, atendendo em média 8.000 pessoas por mês.
REUNIÃO - No início da noite de ontem, uma comissão de médicos reuniu-se com membros do Conselho Municipal de Saúde para informar as condições em que se encontra o hospital. A reunião ocorreu na sede da Secretaria Municipal de Saúde.
A presidente do conselho, Wladinéia Aparecida Machado de Brito Nascimento, afirmou que iria ouvir os médicos e, posteriormente, iria ouvir a direção da Santa Casa, antes de dar seu parecer sobre o movimento grevista.
REPASSES - A Prefeitura alega que tem feito seus repasses mensais, de R$ 250 mil, dentro do prazo. O secretário municipal de Saúde, Carlos Fragnan, afirmou que os 25 postos de saúde estão à disposição da população para atendimentos mais simples.
A maioria dos usuários afirma ser favorável ao movimento e tem tido muita paciência para aguardar a triagem, antes de ser encaminhado para o atendimento. Os médicos se limitam ao atendimento de urgência e emergência. "Ubatuba, por ser uma cidade turística, deveria ter uma hospital em melhor situação", comentou Lígia Benedita de Arruda. (Fonte: ValeParaibano)

Reformas visam melhorar o trânsito na Praia Grande

Ubatuba - A Praia Grande, na região central de Ubatuba, está recebendo melhorias significativas. Essa, que é uma das praias com maior infra-estrutura da cidade e que recebe mais turistas em época de temporada, já recebeu o recapeamento das pistas, um trabalho que vem sendo realizado em boa parte da rodovia que liga Caraguatatuba à Ubatuba. 
Em seguida foram feitas as pinturas de faixas e a colocação de sarjetas. Agora estão construindo ilhas na pista, o que vai facilitar bastante a vida dos pedestres que terão um local para esperar ao atravessar a rodovia, evitando que fiquem parados no meio da mesma, correndo perigo.
Um grande trecho já foi recuperado: desde a Praia do Lázaro até a final da Praia Grande, que já são cerca de 15km de pista recapeados, além da limpeza dos acostamentos, entre outras melhorias. 
O próximo trecho a receber as reformas deve se estender até o trevo de entrada da cidade. (Fonte: Imprensa Livre)

Bar do Pirata inova com sushi

Ubatuba - A comida japonesa está conquistando cada vez mais adeptos. O Bar do Pirata Choperia, localizado no Centro de Ubatuba, decidiu apostar nessa culinária e começa a servir vários tipos de pratos a partir do dia 4 de agosto.
O sushi é a atração do cardápio mas o sushiman Fábio Oliveira também vai preparar sashimi, tempurá e outras delícias, a preços tentadores. Para o dia 15 de agosto o bar está organizando um self-service de sushi, a R$ 15,00 por pessoa. 
O Bar do Pirata funciona diariamente, a partir das 17 horas, na Praça Anchieta, nº 60, em frente a Fundação da Arte e Cultura - Fundart e conta com hometheater e TV a cabo. De quinta, sexta e sábado tem música ao vivo a partir das 20h30. Outras informações pelo telefone (12) 3832-7384, com Fábio ou Alessandro.

Ação Litoral

Opinião Topo

Carapuça?
Enviado por Ronaldo Dias

EXCESSO DE HOTÉIS 
Preços baixos esmagam a hotelaria no Ceará

Os números otimistas do turismo atraíram investidores e duplicaram a capacidade hoteleira de Fortaleza nos últimos anos, estabelecendo uma concorrência acirrada. A oferta de hoje já ultrapassa os 24 mil leitos e a demanda está retraída em função do empobrecimento da população, que perdeu o seu poder de compra.
Baixa ocupação, temporadas de férias cada vez mais curtas e oferta excessiva de leitos estão levando os hotéis de Fortaleza a uma grave crise, que já vem provocando desemprego e fechamento de alguns estabelecimentos.
Para amenizar o problema e ganhar o mercado, os hoteleiros assinaram um contrato de risco, estabelecendo uma política de preços baixos que os leva ao fundo do poço. Vale tudo na guerra de preços. Até diária de US$ 7,00 em hotel de três estrelas.
A situação levou a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis - Secção Ceará (ABIH-CE) a reunir seus associados para ouvirem uma palestra de quem está do outro lado do “balcão”. O operador Eduardo Pinto Lopes, diretor presidente da TerraBrasil, de Portugal, compareceu à sede da entidade e falou sobre “Política de preços da hotelaria cearense na visão de um operador português”.
O palestrante foi apresentado pelo presidente da ABIH-CE, Eliseu Barros, que externou sua preocupação com o momento de crise e sugeriu a união de todos na busca de uma solução. Eliseu destacou a falta de integração dos hoteleiros e disse que “não é através de tarifas baixas que vamos melhorar”.
Eduardo Lopes, que já operou com charter da TerraBrasil de Portugal para o Ceará, em 1999, disse que está havendo, em Fortaleza, uma desagregação do destino por causa da política de preços. Para justificar, ele fez um comparativo em relação a Natal e mostrou como a situação se inverteu em Fortaleza.
Segundo Eduardo, em 1999, Fortaleza tinha o dobro dos vôos de Natal, a tarifa dos hotéis era o dobro, a ocupação muito superior e tinha estratégia. Hoje, passados três anos, Natal foi à luta, conquistou mercados e tem preços mais altos, ocupação igual, mais vôos e estratégia. Fortaleza perdeu seu diferencial, parou no tempo e pratica preços baixos sem resultados na ocupação. Um hotel de cinco estrelas, por exemplo, que naquela época cobrava US$ 135,00, hoje cobra apenas US$ 50,00.
Diferente de outros operadores, Eduardo disse que não interessa tarifa baixa e fez algumas recomendações para salvar a hotelaria:
• Uniformizar critérios e definir parâmetros de acordo com a classificação, estabelecendo preços máximo e mínimo;
• Aumentar os mercados emissores para não ficar mordendo o calcanhar um dos outros;
• Agregar valores à cidade e criar mix com outros hotéis do Brasil;
• Agregar produtos para os públicos jovem e da melhor idade;
• Passar as regras do jogo para os parceiros internacionais.
Como o parâmetro era Natal, Eliseu Barros aproveitou para fazer um comparativo em relação à cidade. Apesar das chuvas, Natal está limpa, com vias em perfeito estado de conservação e ruas ajardinadas no seu bairro mais famoso - Ponta Negra. Como no primeiro caso, Fortaleza também apresenta situação inversa.
CHARTER - Um alento para os hoteleiros foi anunciado por Eduardo Lopes, Ele iniciou o retorno dos vôos semanais da TerraBrasil, Lisboa/Fortaleza, no dia cinco deste mês, até cinco de maio e, depois, de cinco de julho até nove de janeiro de 2004. A TerraBrasil utilizará aeronave com capacidade para 272 pessoas e ocupará vários hotéis de Fortaleza 
Fonte: http://www.diariodonordeste.globo.com / Mauro Guimarães 

Conto Topo

Lucicleide na janela
Mariângela Ragassi

Sentada na janela era fácil ver toda a gente que passava. Gente de todo o tipo. Homem bonito, feio, nojento, alto, gordo, desajeitado. Mulheres também de todo jeito. Mulher meio limbosa, mulher tipo barril, mulher charmosa, exagerada, cafona, na moda, barata. Era um volume de gente que passava com suas vidas, suas saias, suas calças. A janela era alta, a casa era daquelas antigas que davam direto na rua, parede dividindo o lado de dentro do fora-mundo.
Na verdade, ela não se sentava na janela com as pernas dependuradas para fora. Não, já era moça. Usava uma ponta da cômoda pra apoiar as nádegas e, no batente, os cotovelos pareciam brotos que saiam de dentro da madeira rachada. Mãos apoiando o queixo, cortina de voal logo atrás. Era um quadro onde só se mexiam os olhos da moça, olhos escuros, apertados. Seus olhos olhavam mas pareciam também mastigar as imagens como se fossem comida, pipocas carameladas para a alma. 
O cenário era sempre o mesmo: outras casas lá do outro lado, fios elétricos ligando tudo, rua e calçada, uma árvore. Os personagens mudavam o tempo todo e a menina lá, só olhando. Tanta coisa pra fazer tem essa gente, tanto lugar pra chegar. Aqui é um ponto no caminho – pensava a moça – ninguém sabe, mas está todo mundo pagando pedágio pra mim, porque quem passa eu capturo, por um tempo pequeno, mas capturo...
- Lucicleide, saia daí! Quantas vezes tenho que falar para não perder seu tempo nessa janela! Que é que você está querendo? Um calo no cotovelo, é? Lucicleide!!!
E Lucicleide nem respondia. Tinha tido aula naquele dia. Colégio, sabe, todo dia. Colegas, conversas, matérias, detalhes, muitos detalhes. – Haja memória! – pensava Lucicleide – Aqui é diferente, na minha paisagem. Aqui tem muita coisa, mas nada se liga a nada. Não tem hoje, nem ontem, nem amanhã, nem datas, nem nomes, nem história. Seqüência não tem. Memória assim do tipo da escola cansa. 
- Mãe, já tô indo! – responde a moça depois da décima vez em que a mãe esbraveja.
Mas que estranha é a minha mãe! Ela também olha tudo o dia inteiro, vê se tem poeira, se tem mancha, se brilhou, vê se fritou, se cozinhou, se desamassou. Vê tudo, tintim por tintim o dia inteiro e vem implicar comigo aqui, na janela. Acho que ela implica porque quando eu olho, serve só pra mim o que eu vejo. Curiosidade barata, coisa totalmente ‘a toa. Não serve pra nada. É isso que ela acha. Quando eu olho para a minha mãe, depois de tanto olhar pela janela, vejo um bem-querer bem-querido, meio nervoso, meio aflito, uma vontade sem tamanho de acertar em tudo, uma certa lambança na busca da perfeição das minúcias. Essa é minha mãe: Dona Clô.
Janta, lava a louça, arruma tudo. Dormir cedo. Mas Lucicleide não resiste: há uma fresta mais aberta entre os vãos da veneziana. Coisa boa ... gente da noite vai passar. O andar é mais lento, cadenciado. Mulher de salto alto, batom mais vermelho, mais perfume. Gatos passando, fuçando lixo, cachorros vadios. A bebedeira é mais profunda `a noite, madrugada adentro. A noite joga seu manto, o coração parece se comprimir no peito com a pressão que o escuro faz. As coisas se iluminam só parcialmente, um lado aparece, o outro esconde, meia-lua, meia-face. 
Bem na frente da janela tem um poste, aquele de onde tudo se origina, para onde tudo converge. Parece que o mundo está ligado a ele, é fio que não acaba mais. Holofote do meu show. O balé de insetos forma uma bola ao redor da lâmpada. Parece um átomo. Acho que deu sono ...mas... olha só... o que é aquilo? Alguém sentou bem debaixo do holofote! Que exibido! Não, não é exibido, ele nem sabe que estou olhando. O olhar dele é meio perdido, é moço, é bonito, queixo meio quadrado, nariz sensível, olhos escuros, cílios de véu. Sempre gostei de ver cílios compridos em mulheres, cílios com rímel, véu de segredos para os olhos. Nunca vi cílios de homem... mas esse aí tá tão bonito! Olhar de véu, olhar velado. Vela na escuridão da noite. Ai que aperto no peito! O que você faz aí? Parado, sozinho, pasmado, calado. Por que é que você não passa? Saia daí, anda! Volte pro seu canto, pros braços que te esperam, pijama de dormir quentinho, aconchego de cama feita. Saia dessa sarjeta suja que você parece rapaz asseado. Aí tem gente que cospe, tem bicho que mija, infinidades de solas passam misturando toda a sujeira do mundo. Mas que olhos escuros você tem ...
O rapaz saiu andando, de repente. Ânimo meio desanimado de marionete. Levantou-se e foi andando sabe-se lá para onde. Lucicleide abraçou o travesseiro. Dormiu sono de marinheiro, num mundo que balançava que nem o mar. Olhos escuros olhando para o nada. No sonho ela tomava coragem, fazia um sinal pela fresta da janela, e ele olhava para ela. No sonho, só sonho.
Café com pão de manhã. Sou personagem solta na rua. – Oi Marina. Oi Suzete. Blá, blá, blá, presta atenção. Matemática. Ciências. Memória, muita memória. 
- Você é legal, Lucicleide, mas é um pouco diferente, sabe?
- Por que, Madalena?
- Sei lá, é meio quieta. Gente boa, mas parece que não liga muito pra nada.
- Que besteira, Madá. Eu sei de tudo que acontece, só que não dá pra falar de tudo que eu sei.
- Até parece que é esse o caso... Tá querendo dar uma de sabichona pra cima de mim? Do que é que você sabe que eu não sei?
- Você não ia querer saber.
- Ah! Agora conta!
- Sabe o que é, Madá, é que eu gosto de olhar bem as pessoas, e cada coisa que eu vejo me mostra um pouco como é a vida de cada uma...
- Grande coisa! Isso até eu faço. Sei onde a Ana comprou aquele tênis, sei porque a Cláudia só usa calça preta, porque a Kely não tira aquela faixa de cima da orelha. Isso todo mundo faz.
- É, você tem razão. Eu é que sou meio tímida mesmo. 
É, Madá, melhor parar por aqui essa conversa. Me conta do tênis da Cláudia, eu escuto. Eu me entendo comigo lá na minha janela.
Será que hoje ele vem? O que está acontecendo com você, Lucicleide? Está esperando que o rapaz apareça? Não, não é vontade de ver o rapaz, eu só queria ver aquela cena de novo. Ela foi bem bonita... Aquela cabeça iluminada pela lâmpada atômica. Aquele olho mundo-sem-fundo, buraco negro, ímã do nada. 
Minha mãe me perguntou hoje quando é que eu vou me interessar em fazer alguma coisa de verdade. – Nem namorado você tem! – desabafou ela. Coitada...Acha que está criando um bicho estranho dentro de casa, e que isso pode não dar em nada.- Ô mãe, desencana. Eu só não sei o que eu quero. É a idade, sabe,mãe. Deixe que eu me entenda aqui com a minha janela. Assim, desse jeito que não faz mal a ninguém. Só mais um tempo, mãe. Só mais um tempo. Se eu fizer isto quando estiver mais velha vão dizer que estou sofrendo de depressão. Desinteresse adulto pelo mundo é doença séria. Eu estou quase lá, mas ainda não cheguei.
`As vezes eu acho que se eu fosse um vaso na janela, tudo seria melhor. Que bobagem a minha! Eu gosto de ser gente, aliás, acho que sou muito gente. Há tantas pessoas por aí interessadas em coisas sem o menor sentido. Olha só aqueles homens de terno ali. São pessoas interessadíssimas em alguma coisa muito séria. São mercadorias de valor no mercado de trabalho. Que lindo papel! Aplausos para eles! Ah, Lucicleide... não seja tão dura com eles. Olha aqueles rapazes em grupo, escuta só o tipo de conversa:-A Lúcia é uma gostosa, aposto que se eu chegar junto...- brincadeirinha sexual. Bola de gude, figurinha, vídeo game, carro, mulher, tudo na mesma categoria. É até divertido. Sei lá, hoje estou meio amarga. Acho que é porque minha mãe veio com aquela estória de “nem namorado você tem”. Não é só incompetência minha não, sabia? Que culpa eu tenho se os homens parecem todos uns peixes de aquário? Eles pensam assim: “se for macho eu como ( no sentido de tirar pedaço, pra mostrar que é melhor que o outro), se for fêmea eu como ( no sentido de foder, porque ele é melhor que ela).
Ah! Que brisa boa tem essa noite! Um cheiro de murta doce. Flor branca muito sensual esta murta. Dá até vontade de dançar. Olha lá que casal apaixonado. Ele olha pra ela com ternura. Olhar de estrela. Bem bonito isso. Ela sorri meio encabulada. O peito dela até estufa de satisfação. Ele segura firme na cintura dela. Bonito isso. Ai que ódio! Esse cheiro de murta mexe comigo! Parece que o quarto ficou pequeno, meu quarto querido tão confortável. Que droga! Tem algo dentro de nós que parece querer jogar-nos para fora de nós mesmos! Que saco essa força, esse instinto! Estou me sentindo sozinha, sozinha, sozinha.
Lágrimas de Lucicleide. Líquido precioso, tinta transparente que escreve no rosto um pedido de socorro. –Será que tem alguém aí que pode me entender? Alguém que possa fazer parte do meu mundo sem pisotear as flores da minha sensibilidade? Como eu quero, ah, como eu quero conhecer alguém de verdade, poder lhe falar tudo, tudo e passear de mãos dadas. Eu daria tudo a esse alguém. Daria meu corpo, meu sangue, minha vida a alguém que gostasse de passear com minha alma. Que droga!
Mais e mais lágrimas de Lucicleide. Quem dera essas lágrimas escorressem pela janela e formassem uma poça na frente da casa. Os rapazes fariam fila para olhar na poça mágica. Aquele cujo rosto refletisse sua imagem na água de lágrimas seria seu verdadeiro e único amor.
Adormeceu Lucicleide. De manhã outro dia, depois mais outro, e, assim o tempo foi seguindo seu curso, e a moça foi sentindo que o tempo é um pouco como o vento que passa de leve e transforma a paisagem. O tempo é um vento que sopra a idade. A janela foi ficando cada vez mais sem graça. Aquela força que nos joga para fora de nós mesmos cresceu mais e mais em Lucicleide. Ela percebeu que o pedido de socorro tinha que ser feito diretamente, corpo a corpo. Tinha que ser gritado, anunciado aos quatro cantos: eu estou sozinha, sozinha, sozinha!!! Eu quero ser útil, ter um papel no mundo adulto, enfim, quero me atolar com as quatro patas na realidade humana.
Ficara bem mais ativa a menina da janela, tão ativa que até se esquecia de quem era ela. É bem verdade que os momentos para reflexão ficaram bem mais raros. Alguma emoção mais forte remetia a agora mulher `a menina-moça do passado. Quando isso acontecia ela dizia para si: eu sou eu mesma, eu mesma...
Ela disse isso todas as vezes em que chorou como naquela noite no passado. Ela abriu seu jardim secreto e algumas vezes se sujeitou aos inevitáveis pisoteios de pés masculinos explorando o universo delicado das mulheres. Viu como o mundo é cheio de espinhos, de frestas, de arestas. Aprendeu aos trancos que conviver é uma arte, que o mundo é uma intersecção de mundos que se expandem e se retraem. Aprendeu com uma certa dor que é impossível ter controle sobre grande parte da própria vida, que somos mais ou menos como a gaivota que voa no céu: ora bate as asas, ora plaina no firmamento. Somos a convergência de muitas forças que nos movimentam e paralisam, que nos fazem correr de medo e que nos confortam. Lucicleide aprendeu a ser esposa, a ser mãe, aprendeu a ser mulher. ‘As vezes ela vai até a janela e chama:
- Venha Luciano, meu filho! Está na hora do jantar! – ele nem responde e ela insiste – Venha meu filho! Acorde pra vida! O que é que voce quer ganhar ficando aí parado? E ele continua lá, com o olhar meio perdido, olhar de véu, olhar velado...vela na escuridão da noite...

Mariângela Ragassi
Conto finalistas no Mapa Cultural Paulista
Caraguatatuba, SP

Carta do Leitor Topo

Domingo tem Pirão Geral - Neste domingo, dia 8, teremos Pirão Geral do dia dos pais - PIRÃO DOS PAIS.  Iremos fazer uma homenagem aos pais de Ubatuba, homenagearemos seo Maneco Hilário com seus 96 anos de idade, João de Souza, seo Rochinha e muitos outros. 
Teremos ainda oficina de pintura para a criançada, danças, musicas e muitas atrações e no final sempre a apresentação do Boi de Conchas, com muita cantoria, alegoria, dança e alegria.
Convidamos todos os pais de Ubatuba para participarem, junto com seus filhos, desse momento de alegria no Pirão Geral - Praça Nobrega - atrás da Cadeia velha - a partir das 16:00 horas. 

Julinho Mendes
Ubatuba, SP


Igreja e Festas - Sra. Dulce Barana, moradora da Maranduba, com referência a sua carta de 01/08, gostaria de estar esclarecendo o pouco que sei a respeito, a Casa Paroquial foi construída em um terreno doado a Igreja Católica, conforme consta documentação, quanto aos dois cachorros ferozes, a Sra. deve saber que assaltos é um perigo eminente em toda a região e após a citada casa ter sido assaltada, o padre optou por ter um canil sendo que quando os cães estão soltos ficam no quintal da casa murada, não oferecendo perigo a quem está nas imediações.
Quanto as festas, elas não são fechadas, toda comunidade, turistas, quem quiser, sempre será bem vindo. Não são festas políticas, nem patrocinadas por nenhum político, mas isso não impede que eles, como pessoas participem das mesmas, pois quanto maior for a arrecadação, melhor será para nossa Paróquia, temos dividas da construção para pagar e maiores informações a Sra. deverá procurar o Padre Jose Ailton, pois tenho certeza que ele deixará tudo bem claro. A festa do Surf nada tem a ver com as festas da Paróquia, inclusive foi realizada na beira da Praia do Sapé.
Agora, onde vamos parar com os problemas básicos, ponte, falta de remédio, kit para exames básicos, etc., isso não é de responsabilidade do Padre, para esclarecimentos a esse respeito a Sra. deverá procurar a Prefeitura, pois é para ela que pagamos o IPTU, não é a Igreja Católica que se responsabiliza pelos problemas municipais, me parece que a Sra. embolou tudo em meio de campo, Igreja é uma coisa e Prefeitura é outra.

Bel Dergham
Sertão da Quina
Ubatuba, SP


Que coisa mais interessante - A famigerada taxa de luz, ou seria sobretaxa? continua a todo vapor e com agravantes; além de ser imoral se o desapercebido cidadão deixar de pagar a conta na data certa, pagará multas também sobre a taxa ou será sobretaxa? É isso mesmo, se por um pequeno deslize sua conta de luz não foi paga no dia certo a malfadada obra gerada por nossa câmara municipal também abocanha um pouco mais de seu suado dinheirinho e por aí vamos de mãos dadas com o desconhecido e sustentando essa escória da política nacional que nos trouxe até o estado de penúria que nos encontramos hoje....... mas sempre com um espaçozinho pra se cobrar alguma coisa a mais!!! Bi-taxa de iluminação e com multa, pobre Ubatuba!!!

Tony Luiz - radialista
Ubatuba, SP

Foto do Dia Topo

Ubatuba

Barra Seca

Barra Seca
©Emilio Campi


Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia
 

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Editora Assistente: Jullyany Roberta Cruz


GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor