Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2006 - Nº 1442 Edições Anteriores

Ubatudo Pousada das Cachoeiras Jornal Agito

Região
Praias do Litoral Norte melhoraram
Cai número de pontos poluídos
Final de semana está recheado de atrações
Carro ocupa espaço de turista na areia
Falta de reparo em vias impede acesso às praias
UNITAU prorroga o prazo de inscrições para o Vestibular


Caraguatatuba
Caraguá fiscaliza quiosques
Grupo fica sem receber por obra em Caraguá
Sindicato dos Servidores acusa Prefeitura de perseguir funcionária
Caraguá Music Festival recebe Charlie Brown Jr.
A dupla Gian & Giovani traz magia sertaneja para Caraguá


Ilhabela
Taxa ambiental: presidente da Câmara critica demora do Executivo
Prefeitura de Ilhabela distribui os Carnês de IPTU


São Sebastião
Reparo em cadeia está avaliado em R$ 60 mil
PF detém 7 africanos dentro de navio em São Sebastião
Falta de ondas adia decisão do Circuito Bad Boy Sebastianense 2005
Surfe e Solidariedade


Ubatuba
Manifestação Oficial da Associação Proprietários de Quiosques de Ubatuba
Carta Aberta ao Sr. Eduardo César, prefeito de Ubatuba
Estado paralisa obra de feira hippie
Quiosqueiros entregam abaixo-assinado ao MP
Prefeito agradece doações para Santa Casa
Fundart realiza Oficina de Máscaras e Bonecões
Vereador Osmar conquista rede elétrica para a Pedra Preta
Basquete conquista novos espaços em 2005
Prefeitura de Ubatuba busca conter crescimento desordenado no município
Secretaria de Educação de Ubatuba prepara escolas para volta às aulas
Associação Comercial de Ubatuba pretende trazer a Unidade Móvel do Programa do SESI- Alimente-se bem com R$1,00 para a cidade de Ubatuba.
Bebê golfinho se recupera no Projeto Tamar de Ubatuba
Servidores públicos de Ubatuba pedem reestrutura administrativa
Ubatuba é a primeira cidade do Litoral Norte a receber a Campanha Verão Limpo 2006.
Ubatuba realiza I Festival de Marchinhas de Carnaval
Terceirização da Merenda Escolar em Ubatuba
Esclarecimentos sobre a terceirização da Merenda Escolar

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

Praias do Litoral Norte melhoraram

Litoral Norte - Relatório preliminar divulgado ontem pelo presidente da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), Rubens Lara, indica que no ano passado 20% das praias do Litoral Norte apresentaram melhorias na qualidade da água, em relação a 2004.
Os dados completos da pesquisa serão divulgados em fevereiro. Apesar da melhora, 36% das 75 praias monitoradas pela Cetesb foram classificadas em 2005 como regulares, ficando impróprias em algum período do ano, enquanto que 9% estiveram inadequadas durante 365 dias.
"Em 2005, as bandeiras verdes da Cetesb estiveram levantadas por mais tempo que as vermelhas. Essa melhora se deve a mais investimentos em saneamento básico e a um ano menos chuvoso", disse.
Em relação ao percentual de praias impróprias e regulares, Lara credita os números à ocupação desordenada, que provoca o aumento do lançamento de esgotos nos rios e córregos do litoral. "Há muitas ocupações desordenadas, principalmente nas margens dos rios e nas encostas, o que acaba comprometendo a região."
Lara defende uma participação mais ativa dos monitores contratados pelas prefeituras para as campanhas do Verão Limpo com o objetivo de alertar os frequentadores sobre a necessidade de obedecer às instruções contidas nas bandeiras de balneabilidade das praias.
O ValeParaibano mostrou ontem que veranistas estavam ignorando as bandeiras posicionadas pela Cetesb alertando sobre a condição de imprópria de algumas praias, a exemplo da Prainha, em Caraguatatuba.
"Podemos agregar valor. Além da distribuição de saquinhos, os monitores podem orientar as pessoas sobre as praias impróprias. As placas não estão ali à toa."
CAMPANHA - Lara participa hoje às 10h30 da abertura oficial da campanha Verão Limpo em Ubatuba, na praia do Perequê-Açu. As atividades de conscientização acontecem até 27 de fevereiro, com o encerramento em Ilhabela.
No período, a Cetesb intensifica o monitoramento das praias, com a realização de três coletas semanais nos locais com maior fluxo de turistas. (Fonte: ValeParaibano)

Cai número de pontos poluídos

Litoral Norte - Boletim de balneabilidade divulgado ontem pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) apontou 11 praias e um rio impróprios para banho de mar no Litoral Norte.
Na amostragem anterior, divulgada na terça-feira, eram 12 praias consideradas inadequadas, além do rio.
A praia da Enseada, em Ubatuba, foi liberada pela Cetesb após iniciar o ano de 2006 poluída. Na cidade, estão impróprias segundo o boletim de ontem Itaguá, Santa Rita, Lázaro e Perequê-Açu, além do rio Itamambuca, também monitorado pela companhia.
Em Caraguatatuba, estão poluídas Indaiá, Centro e Prainha, que já apareciam como impróprias no último boletim.
A lista de praias sujas também inclui Pontal da Cruz, em São Sebastião, e Siriúba, Pinto e Itaguaçu, em Ilhabela.
BOLETINS - Durante a temporada de verão, a Cetesb divulga boletins três vezes por semana, das principais praias. No Litoral Norte, 75 praias, das 184, são monitoradas, com 81 pontos de coleta de água. Durante todo o ano, o boletim sai às quintas-feiras.
A próxima análise será divulgada no domingo. O informativo pode ser conferido pela internet no site da Cetesb (www.cetesb.sp.gov.br).
Também no site o turista pode checar a previsão para o índice de raios ultravioleta para a região. (Fonte: ValeParaibano)

Final de semana está recheado de atrações

Litoral Norte - Os turistas poderão aproveitar várias atrações à beira-mar no final de semana. Em Caraguá, a Secretaria de Esportes e Recreação promoverá, amanhã e domingo, aulas gratuitas de tae bo e aeróbica na praia do Indaiá. As aulas acontecerão a partir das 15h, em frente aos quiosques 31, Marcão e Amizade. Em São Sebastião, amanhã a partir das 16h, haverá apresentação do Skol Beats, nas praias de Maresias e Juquehy. A música eletrônica, apresentada por DJs renomados, acontecerá na areia da praia e é gratuita. Ainda na praia de Maresias, o Espaço Veet terá aulas gratuitas de surfe e vôlei, além de sessões de ioga e massagens. (Fonte: ValeParaibano)

Carro ocupa espaço de turista na areia
Sem fiscalização, prática é comum nas praias da região; pedestre também tem que dividir calçada com ciclista

Litoral Norte - Carro no lugar de banhista. Bicicleta no lugar de pedestre. Corredor no lugar de ciclista. É o 'vale-tudo' da temporada de verão no Litoral Norte. O turista se justifica como pode e as autoridades locais dizem que não têm como coibir as práticas, algumas até ilegais.
Em Caraguatatuba e Ubatuba, o banhista enfrenta o mesmo problema todos os anos em algumas praias das cidades. Tem que dividir o espaço na areia com carros.
Apesar de haver lei que proíbe o estacionamento e o tráfego de veículos nas areias das praias, as prefeituras afirmam que não têm condições de impedir que os carros continuem ocupando os espaços destinados aos banhistas.
Em Caraguá, a prefeitura duplicou a avenida da orla e criou vários 'bolsões' de estacionamento. Mesmo assim, os turistas continuam optando por estacionar na areia.
Nas praias do Indaiá e Aruan, o estacionamento na orla tem ficado vazio e a areia da praia, cheia de carros.
NOVA PISTA - Ainda em Caraguá, nas praias do Centro, Indaiá e Aruan, os próprios turistas criaram uma 'pista alternativa' na areia das praias, paralela à avenida da orla. A pista também é utilizada pelos veículos que abastecem os quiosques com bebidas e gêneros alimentícios.
O turista Osvaldo Guimarães, de Ibitinga, disse que parou seu carro na areia da praia do Indaiá e não no 'bolsão' de estacionamento porque viu vários carros já parados na areia da praia.
Ele alegou ainda que no 'bolsão' da avenida não existe sombra e que na praia uma árvore protege seu carro do sol.
Para a moradora Graça dos Santos, os turistas deveriam ser informados pela prefeitura que a praia é para banhistas e que as árvores colocadas na areia são para proteger os turistas, principalmente as crianças, do sol.
O secretário de Urbanismo de Caraguá, Leandro Borella, disse que os turistas estacionam na areia da praia porque falta estacionamento na avenida. "Temos apenas 700 vagas em um trecho de 2,5 quilômetros de avenida", disse.
Segundo ele, a prefeitura planeja inclusive criar estacionamentos na areia da praia.
NO LUGAR ERRADO - Ainda em Caraguá, é comum ver ciclistas transitando pela calçada da orla, mesmo com a ciclovia existente em toda a extensão. Na ciclovia, vetada para pedestres, também é fácil observar pessoas aproveitando a pista para praticar corrida e caminhada.
NA AREIA - Em Ubatuba, na praia do Ubatumirim, a areia da praia foi transformada em pista oficial também por moradores e turistas. Os riscos de atropelamento são eminentes.
Os próprios banhistas instalaram placas e faixas solicitando que os motoristas trafeguem em velocidade reduzida.
O secretário de Urbanismo de Ubatuba, Rafael Irineu Ricardi, disse que não tem como proibir o tráfego de carros nas areia da praia.
"Não existe alternativas para os motoristas a não ser transitar pela areia da praia", disse.
 (Fonte: ValeParaibano)

Falta de reparo em vias impede acesso às praias

Litoral Norte - A falta de manutenção das vias de acessos às praias selvagens pelas prefeituras tem prejudicado o turismo no Litoral Norte. Em Caraguá, por exemplo, os turistas não conseguem chegar de carro até a praia Brava, uma das poucas consideradas ainda selvagens no município.
Para chegar à praia, que fica a quatro quilômetros do centro da cidade, os turistas são obrigados a deixarem seus carros estacionados em uma rua de terra e caminhar por meia hora até a praia.
"É lamentável que uma cidade que vive do turismo abandone um acesso que leva a uma das praias mais bonitas do município", disse ontem a turista paulista Alice Gigliotti.
Outro turista, Edson Martins, teve que caminhar meia hora levando nos braços o isopor com bebidas e alimentos. A praia não tem quiosques.
Cleber Amatuzi, de Jundiaí, disse que mesmo de moto teve muita dificuldade para conhecer a praia Brava. "É uma praia muito bonita. A prefeitura deveria melhorar o acesso", disse.
OUTRO LADO - O secretário de Serviços Públicos, Roberti Costa, disse ontem que a prefeitura irá melhorar o acesso até a praia nos próximos dias. Segundo ele, os moradores não querem a melhoria do acesso porque o tráfego de veículos na estrada gera incômodos.
A Prefeitura de Ubatuba informou ontem que irá melhorar os acessos até as praias Picinguaba, Almada e Ubatumirim, na região sul. Também serão melhorados os acessos as praias Ponta Aguda, Feiticeira e Lago, na região norte. Os turistas têm reclamado da precariedade das vias. (Fonte: ValeParaibano)

UNITAU prorroga o prazo de inscrições para o Vestibular

Litoral Norte - As inscrições para o Vestibular 2006 da UNITAU foram prorrogadas até o dia 14 de janeiro, próximo sábado. Os candidatos que pretendem concorrer a uma das 4.250 vagas, distribuídas em 41 cursos nas áreas de humanas, exatas e biociências, podem se inscrever pela Internet no site www.unitauvest.com.br, nos postos de inscrições dos campi da UNITAU de Taubaté e de Ubatuba, no posto do Taubaté Shopping, nas agências dos Correios e no Posto Central de Inscrições da UNITAU. A taxa é de R$ 65,00.
Uma das razões para a prorrogação do prazo de inscrições é a grande procura pelos cursos da área de Exatas, como as engenharias: Mecânica, de Produção Mecânica e Aeronáutica, esta última entrou para o rol de cursos oferecidos pela UNITAU no ano passado. “A grande procura nos levou a ampliar o prazo para que os interessados tenham uma nova oportunidade de proceder suas inscrições”, explica a professora Dra. Nara Lúcia Perondi, presidente da Comissão Executiva de Seleção Acadêmica (COPESA).
Neste ano, a UNITAU oferece dois novos cursos de graduação: Tecnologia em Webdesign e Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, ambos com dois anos de duração. “Estas novas opções mostram que nossa Universidade, ao mesmo tempo em que promove o desenvolvimento regional, acompanha as necessidades do mercado de trabalho”, observa o reitor da Universidade de Taubaté, prof. Dr. Nivaldo Zöllner.
As provas do Vestibular 2006 serão realizadas em duas datas: Medicina, dia 21 de janeiro, e demais cursos, dia 22 de janeiro. A prova específica para o curso de Educação Física será no dia 23 de janeiro. Mais informações: 0800-557255 ou www.unitau.br.
CURSOS - Na área de Biociências, a UNITAU oferece os cursos de Agronomia (integral), Ciências Biológicas (matutino e noturno), Educação Física (mat. e not.), Enfermagem (int.), Engenharia de Alimentos (not.), Fisioterapia (mat. e not.), Medicina (int.), Nutrição (int.), Odontologia (int.) e Psicologia (int. e not.).
Já na área de Exatas, os cursos oferecidos são os de Arquitetura e Urbanismo (int.), Bacharelado em Sistemas de Informação (not.), Computação Aplicada (Automação de Sistemas - not.), Computação Científica (not.), Engenharia Aeronáutica (not.), Engenharia Ambiental e Sanitária (not.), Engenharia Civil (int. e not.), Engenharia de Produção Mecânica (not.), Engenharia de Telecomunicações (not.), Engenharia Elétrica e Eletrônica (not.), Engenharia Mecânica (not.), Engenharia Mecânica: ênfase em Mecatrônica (int.) e Matemática e Física (not.).
Os cursos oferecidos na área de Humanas são os de Administração (mat. e not.), Administração - ênfase em Comércio Exterior (not.), Administração - ênfase em Gerenciamento Empresarial (not.), Administração: habilitação em Hotelaria e Turismo (not.), Ciências Contábeis (not.), Ciências Econômicas (not.), Direito (mat. e not.), Geografia (mat. e not.), História (not.), Jornalismo (mat.e not.), Letras (mat. e not.), Pedagogia: Magistério para a Educação Infantil e Magistério para os anos iniciais do Ensino Fundamental (mat. e not.), Publicidade e Propaganda (mat. e not.), Relações Públicas (mat. e not.), Serviço Social (not.), Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos (mat. e not.) e Tecnologia em Webdesign (mat. e not.).
UBATUBA - No campus de Ubatuba, a UNITAU oferece os cursos de Administração (com habilitação em Hotelaria e Turismo), Educação Física e Pedagogia (para o Magistério), todos no período noturno. Os cursos são voltados às potencialidades do Litoral Norte, como, por exemplo, o curso de Administração, que forma mão-de-obra qualificada para atuar no setor de turismo, que tem a maior expressão econômica dessa região. Também o curso de Educação Física conta com um currículo diferenciado, contemplando as disciplinas de Ecoturismo, Fundamentos de Surf e de Fundamentos de Vôlei de Praia, o que permite a formação de um profissional apto também a atuar nas regiões litorâneas de todo país. (Fonte: UNITAU)

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba


Caraguá fiscaliza quiosques

Caraguatatuba - A Secretária de Urbanismo de Caraguá notificou 58 quiosques da orla para que respeitem o limite de som determinado pela legislação. A música ao vivo ou mecânica nos quiosques não pode ultrapassar a 45 decibéis.
Segundo o secretário da pasta, Leandro Borella, o quiosque que desrespeitar a norma será multado em R$ 2.000 e terá o equipamento de som apreendido pela prefeitura.
Ele disse que a prefeitura tem recebido muitas reclamações de moradores e veranistas da praia da Cocanha. Ontem, uma equipe de fiscais esteve no local.
O fiscal da prefeitura, Wagner Ramires, disse que os proprietários foram orientados a reduzirem o volume do som, caso contrário, seriam autuados pela prefeitura.
Segundo ele, moradores ou veranista que se sentirem incomodados pelo volume excessivo de som de quiosques ou casas noturnas podem acionar a fiscalização pelo telefone (012) 9729-0461. (Fonte: ValeParaibano)

Grupo fica sem receber por obra em Caraguá

Caraguatatuba - Um grupo de sete trabalhadores da empreiteira Samic Engenharia e Construções, que prestava serviços para a Prefeitura de Caraguatatuba, está morando em um contêiner, no bairro Canta Galo, por não ter recebido pagamento da empresa. Segundo o diretor do Sindicato da Construção Civil, Antonio Carlos da Silveira, os trabalhadores estão no local desde setembro, quando o proprietário deixou de ir à área e a obra foi paralisada. A Samic é uma empresa de Cotia, que recebeu mais da metade do valor de R$ 757 mil para a obra de saneamento básico no Canta Galo. Segundo a prefeitura, foram adotadas medidas judiciais para cancelar o contrato. (Fonte: ValeParaibano)

Sindicato dos Servidores acusa Prefeitura de perseguir funcionária

Caraguatatuba - O presidente licenciado do Sindicato dos Servidores, Hélio Santos, acusa o secretário de Saúde, Olegário Alves, de tentar impedir a bióloga Gladys Lima de concorrer à presidência do Comus (Conselho Municipal de Saúde).
De acordo com Santos, teria sido esse o objetivo do secretário de Saúde ao transferir a funcionária do cargo que ocupava no Centro de Zoonozes para a Secretaria de Urbanismo.
“O Conselho foi criado com a função de fiscalizar como as verbas destinadas pelo Estado e pela União estão sendo aplicadas pelo poder executivo e interfere em muitos interesses. A remoção de cargo foi a forma que a administração encontrou para pressionar a servidora”, diz o presidente licenciado.
Santos conta que o Sindserv entrou com uma ação na 1ª Vara Cível e conseguiu que a servidora retornasse ao cargo para o qual fez concurso público, sob alegação de que a mesma tem imunidade sindical e não pode ser transferida de setor ou ter o salário diminuído.
“O juiz já mandou oficiar o secretário de Saúde para que se manifeste sobre o assunto no prazo de dez dias, sob a acusação de suposto assédio moral”, conta.
A funcionária Gladys Lima retornou ontem ao seu antigo cargo na Prefeitura, mas o Sindserv afirma que vai ingressar com uma ação contra a administração por perdas e danos e constrangimento.
“A funcionária foi colocada de lado durante os três dias em que ficou na Secretaria de Urbanismo e passou por constrangimentos. Esse tipo de atitude acontece constantemente nessa administração. O servidor é coagido para dar lugar aos amiguinhos do clube do rei”, afirma.
Outro lado - A diretora de comunicação da Prefeitura de Caraguatatuba, Malú Baracat, informou que a transferência da serv,idora Gladys Lima, do Centro de Zoonozes, teve o objetivo de atender a um pedido do secretário de Urbanismo.
De acordo com Baracat, a Secretaria de Urbanismo tem um projeto que visa o combate aos caramujos e teria solicitado o apoio profissional de um biólogo para ajudar na ação. “A liminar concedida pelo juiz é parcial, ou seja, a servidora vai voltar ao cargo enquanto não for julgado o mérito da ação”, afirma.
A diretora de comunicação explica que, para a Prefeitura, o Comus está sem diretoria, portanto, sem presidente, porque o prazo para que fosse feita a nova eleição teria expirado. “A servidora queria a continuação do mandato, mas é preciso que haja eleição. Hoje quem administra o Comus é a Secretaria de Saúde”, diz.
Além disso, de acordo com Baracat, a servidora Gladys Lima também teria pedido o afastamento do Sindserv e, por isso, não tem imunidade sindical, ao contrário do que foi exposto para o juiz.
Além de Gladys Lima, a Secretaria de Saúde conta com mais um biólogo, mas a diretora afirma que não existe a possibilidade de que o mesmo seja transferido para o lugar da servidora. “Na verdade, ela trabalha mais na Ong e no Comus do que na Secretaria de Saúde”, afirmou.
(Fonte: Imprensa Livre)


Caraguá Music Festival recebe Charlie Brown Jr.
A banda Charlie Brown Jr é mais uma atração que será apresentada em Caraguá. A censura será de 8 anos com acompanhante e 14 anos sem acompanhante.

Caraguatatuba - O evento que está fervendo Caraguatatuba neste verão apresentará ao público mais uma grande atração: CHARLIE BROWN JR. A banda santista se apresenta na quinta-feira, 19 de janeiro, com início previsto para 23h30. Passando pelas metamorfoses sem perder a identidade e a diversidade
musical, do rock pesado à melodia, do rap e reggae ao blues nosso de cada dia, Charlie Brown Jr tocará as músicas de seu oitavo CD "Imunidade Musical" com canções como "Too Fast To Live, Too Young To Die" que abre o disco e "É Quente" que tem um ritmo nunca explorado pela banda antes, o funk carioca, mas com a pegada rock n' roll. No repertório também consta a regravação do sucesso de Geraldo Vandré "Pra Não Dizer que Eu Não Falei Das Flores", além dos grandes hits da banda. Os ingressos para o show da banda pode ser adquirido nos postos de venda com preço normal de R$ 30,00. Estudantes, idosos, professores e pessoas que levarem um quilo de alimento não perecível pagará meia entrada (R$ 15,00). Na portaria, no dia do evento, os ingressos custarão R$ 40,00, o preço para estudantes, idosos e professores será de R$ 20,00. Os camarores vips para 10 pessoas com buffet da Sadia custam R$ 50,00 por pessoa, a ala vip R$ 40,00. A censura será de 8 anos com acompanhante e 14 anos sem acompanhante. (Fonte: PMC)

A dupla Gian & Giovani traz magia sertaneja para Caraguá
Os ingressos podem ser adiquiridos atencipadamente

Caraguatatuba - A dupla sertaneja Gian e Giovani traz para Caraguatatuba, dia 21 de janeiro, a magia sertaneja em um show com muitos sucessos como "Amante Anônimo", "Espuma de Cerveja", "Você em Minha Vida", "Nem Dormindo Consigo Te Esquecer" e os mais novos sucessos: Você virou Saudade" e Peão de Vitrine, sucesso na novela global América.
Com mais de 15 anos de carreira e 14 CD´s lançados, a dupla de Franca, interior de São Paulo, promete fazer o público de Caraguá, pela segunda vez, vibrar ao embalo dos seus hits mais dançantes e suspirar ao som das suas melodias românticas.
O início do show está previsto para iniciar à meia noite e terá censura de 8 anos para crianças acompanhada e 14 não acompanhadas. Os ingressos podem ser adquiridos nos postos de vendas em Caraguá, São Sebastião e Ubatuba
Os ingressos para o show da banda pode ser adquirido nos postos de venda com preço normal de R$ 30,00. Estudantes, idosos, professores e pessoas que levarem um quilo de alimento não perecível pagará meia entrada (R$ 15,00). Na portaria, no dia do evento, os ingressos custarão R$ 40,00, o preço para estudantes, idosos e professores será de R$ 20,00. Os camarores vips para 10 pessoas com buffet da Sadia custam R$ 60,00 por pessoa, a ala vip R$ 50,00.
(Fonte: PMC)
 
Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Taxa ambiental: presidente da Câmara critica demora do Executivo

Ilhabela - Proposta de cobrança de taxa ambiental em Ilhabela completa um ano sem data prevista para o encaminhamento do projeto do Executivo à Câmara. O autor do requerimento, o presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Lobo (PL) cobra agilidade do Executivo.
Os textos encontram-se em fase final e está sendo elaborado pela Secretaria Jurídica da Prefeitura de Ilhabela.
De acordo com o prefeito Manoel Marcos foram pedidos dois estudos para o jurídico. Um seria a elaboração de um projeto de lei em que se abre discussão com a sociedade sobre o tema e o outro uma proposta de lei para o controle do número de veículos na cidade, com isenção para veículos com placa do município e moradores.
Apesar do pedido do autor do requerimento e presidente da Câmara, vereador Luiz Lobo, para que houvesse agilidade no processo de elaboração do projeto referente à taxa ambiental. Manoel Marcos disse que os projetos serão apresentados na hora certa. “Quando estiver seguro de enviar para a Câmara uma lei constitucional”, ressaltou.
A avaliação jurídica precisa ser rigorosa, principalmente quanto à legalidade, além de observadas as características próprias do município, segundo o prefeito. Por esta razão também está sendo preparado um estudo logístico aprofundado. “Ilhabela é uma cidade com várias entradas: balsa, barcos, helicópteros”.
Ele ainda destaca que a prioridade de 2005 foi o encaminhamento do Plano Diretor e Código de Posturas à Câmara Municipal. Com o início das reuniões para discussão do Plano Diretor, com vários segmentos da sociedade, previstos para a próxima semana na Câmara Municipal. Os temas: taxa ambiental e limitação de veículos na cidade devem entrar na pauta para discussão. “Este é o momento apropriado para que a sociedade se manifeste, tanto quanto ao Plano Diretor quanto à cobrança da taxa”, salienta.
Por outro lado, Lobo acredita que os problemas enfrentados na alta temporada nos últimos dois anos, como falta de água, trânsito lento e excesso de produção de lixo, seriam evitados, caso a lei já estivesse vigorando. A taxa ambiental seria um instrumento para amenizar os transtornos de final de ano na cidade, de acordo com Lobo.
Manoel Marcos admite que neste período a cidade registrou um número excessivo de turistas. Segundo estimativa da própria Prefeitura, havia aproximadamente 100 mil pessoas na cidade na virada do ano.
Entretanto, ele destaca que os serviços mantiveram-se normais, sem incidentes. O que houve, segundo ele, foram picos de movimento. Porém, serviços como coleta de lixo, trânsito, segurança e fornecimento de água estavam funcionando normalmente.
“A cidade foi preparada previamente para o movimento. Não houve incidentes, apenas picos de movimento na balsa. As pessoas devem saber que a balsa é considerada um prolongamento de um caminho entre duas cidades e o poder do cidadão de ir e vir não pode ser cerceado”. Por fim, Manoel Marcos acredita que a limitação de veículos na cidade seja uma realidade próxima. (Fonte: Imprensa Livre)

Prefeitura de Ilhabela distribui os Carnês de IPTU

Ilhabela - O prefeito de Ilhabela, Manoel Marcos de Jesus Ferreira, ilustrou os novos carnês de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) do ano de 2006, com obras que foram executadas no decorrer de 2005.
A intenção do prefeito é a de chamar a atenção, quanto as inúmeras realizações efetuadas com o dinheiro arrecadado com os impostos pago pelos contribuintes do município.
Para este ano, os impressos contêm, além das informações resumidas de caráter informativo, a Prefeitura inova, no sentido de incluir uma folha a mais, que se destina a uma contribuição espontânea, cuja doação será destinada ao Hospital Municipal Governador Mario Covas Junior.
Foram confeccionados 13.593 carnês, em papel reciclado, para o qual a Prefeitura contou com a parceria do Banco Banespa/ Ilhabela, que estarão a disposição do contribuinte morador de Ilhabela no Paço Municipal, Rua Prefeito Procópio Mariano de Araújo Carvalho, 86, setor de Receitas, a partir da próxima segunda-feira, dia 16 de janeiro, e para os contribuintes que moram fora do município, a Prefeitura enviará pelo correio, na mesma data.
Para facilitar a entrega do carnê de 2006, o setor de Receitas da Prefeitura, pede que os contribuintes estejam munidos do carnê anterior.
O prefeito Manoel Marcos informa que o IPTU de 2006 não sofreu aumento, somente a correção do IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado) e agradece sua colaboração quanto ao pagamento de seu imposto em dia, reforçando a importância desta verba para o município. (Fonte: PMI)
 

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Reparo em cadeia está avaliado em R$ 60 mil

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião avaliou em R$ 60 mil os investimentos necessários para reparos na Cadeia Pública da cidade, após a rebelião promovida anteontem pelos presos.
A administração municipal pretende reforçar todo o piso da unidade prisional para impedir que os presos façam novos túneis.
Na manhã de quarta-feira, os presos renderam cinco carcereiros durante uma vistoria nas celas. Dois deles, ficaram feridos, após serem agredidos com pauladas, socos e pontapés.
A cadeia estava superlotada no momento da rebelião. Um total de 238 presos ocupavam quatro das seis celas da cadeia, que tem capacidade para abrigar 60 detentos. Duas celas estavam interditadas para reparos, devido a duas tentativas de fuga ocorridas no local.
TRANSFERÊNCIA - Ontem, 20 presos foram transferidos pela SAP (Secretaria de Estado da Administração Penitenciária) para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Taubaté.
O excesso de presos continua preocupando as autoridades e os moradores do bairro da Vila Amélia, onde fica a cadeia. Outros 12 presos condenados devem ser transferidos para presídios da região.
A rebelião foi controlada por policiais do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos), de São José dos Campos, que entraram na cadeia.
Segundo o delegado Fábio Machado, diretor da cadeia, o motim foi iniciado para impedir que os carcereiros descobrissem um túnel que estava sendo aberto na cela quatro. (Fonte: ValeParaibano)

PF detém 7 africanos dentro de navio em São Sebastião
Clandestinos embarcaram na Nigéria e foram flagrados após sete dias de viagem

São Sebastião - A Polícia Federal deteve sete africanos fugitivos que embarcaram clandestinamente no navio Saraband, de bandeira liberiana, que atracou anteontem no Porto de São Sebastião.
Foram detidos os liberainos Prince Benson Sawyer, 26 anos, Momo Saliah, 25 anos, e Joseph Peres, 18 anos, e os nigerianos Shonibare Ganiy, 18 anos, Akin Olowoyeye, 22 anos, David Martins Chidera, 22 anos, e Morgan James Thomaz, 29 anos.
Os sete clandestinos foram detidos quando o navio atracou no Tebar (Terminal Marítimo Almirante Barroso). Eles foram encaminhados à sede da Polícia Federal, onde prestaram depoimento ao delegado José Pinto de Luna.
Segundo a PF, os africanos entraram no navio quando a embarcação estava atracada no Porto de Lagos, na Nigéria, no dia 25 de dezembro. Eles teriam escalado a corrente que dá acesso ao leme, serraram as grades da sala de leme e chegaram ao interior do Saraband.
FLAGRANTE - O navio chegou ao Porto de Vitória (ES) no último dia 4, mas os tripulantes clandestinos foram descobertos apenas na viagem entre Vitória e o Porto de São Sebastião, após estarem sete dias no país. O comandante da embarcação, após a descoberta, acionou a PF.
Dois dos sete africanos detidos pela PF de São Sebastião apresentavam sintomas de malária. Eles foram encaminhados ao hospital de São Sebastião, onde foram medicados.
O grupo de estrangeiros ilegais foi encaminhado na manhã de ontem para o Porto de Vitória, no Espírito Santo, de onde serão repatriados para seus países de origem.
Segundo a PF, os tramites para repatriação dos clandestinos será feita pela unidade daquele Estado porque, no Brasil, o navio atracou pela primeira vez naquele porto.
Sawyer, que é natural de Monrovia, capital da Libéria, na Africa, onde trabalhava como professor de inglês, disse em depoimento à PF, que o grupo decidiu deixar o país por causa dos riscos oferecidos pela guerra civil na Libéria.
FUGA - Saliah, que trabalhava como alfaiate em Monrovia, e Thomaz, como pescador em Lagos, na Nigéria, teriam apresentado a mesma justificava para fugirem de seu país de origem. Eles receberam alojamento e alimentação da PF.
O navio Saraband deixou o terminal do Tebar na manhã de ontem, carregado com 50 mil metros cúbicos de gasolina brasileira exportada para a Nigéria. A Petrobras, informou ontem, através da Transpetro, que o navio Saraband não faz parte da frota da empresa e que não teria responsabilidades administrativa sobre a presença dos clandestinos a bordo da embarcação. Segundo a empresa, o navio liberiano foi fretado para o transporte de produtos. (Fonte: ValeParaibano)

Falta de ondas adia decisão do Circuito Bad Boy Sebastianense 2005
A última etapa do circuito sebastianense de surf estava prevista para acontecer no fim de semana

São Sebastião - Devido à falta de ondas na praia de Maresias, em São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, a Associação de Surf de São Sebastião (ASSS) teve que adiar a decisão dos títulos do Circuito Bad Boy Sebastianense 2005. A terceira e última etapa do 14º Circuito Sebastianense de Surf estava prevista para rolar neste fim de semana, dias 14 e 15 de janeiro, mas terá que ser remarcada para outra data.
“Infelizmente a previsão indica falta de ondas em Maresias para a realização da etapa. Vamos fazer uma reunião com a diretoria nos próximos dias e brevemente divulgaremos a nova data para a final”, explicou o presidente da ASSS Gedeon Gonçalves. A etapa define os campeões do circuito de 2005 em 10 categorias.
Os surfistas de São Sebastião podem participar das disputas nas categorias Mirim, Iniciante, Estreante e Petit, além da Open, Júnior, Longboard, Feminino, Master e Pré-Master, essas abertas também para atletas de outras cidades. Os primeiros 80 inscritos ganham camiseta do circuito. O valor é de R$ 25 e o surfista que doar um pacote de achocolatado de 800 gramas ganha R$ 5 de desconto.
Como prêmio, o campeonato distribui nesta etapa troféus e kits de surf em todas as categorias do 1º a 4º colocado. No ranking final do circuito serão entregues 10 pranchas Arello aos vencedores. O Circuito Bad Boy Sebastianense 2005 tem apresentação da VI Fiberglass Foam e dá acesso ao circuito paulista do próximo ano em todas as categorias, exceto na Pré-Master (acima de 28 anos), que não é uma categoria oficial.
O circuito sebastianense de surf é um dos mais tradicionais do país e a cada ano revela novos talentos. Danylo Grillo, Thiago Camarão, Miguel Pupo, Robson Santos, Oscar de Souza, Flávio Tavares, Maer Marques, Carlos Bahia e Alex Leco são alguns dos nomes que foram revelados pelo sebastianense.
Projeto Salva Surf - Ainda estão abertas as inscrições para novos cursos do Projeto Salva Surf – Salvamento Aquático e Primeiros Socorros. Podem participar dos cursos, atletas com mais de um ano de surf, doando dois quilos de achocolatado. Os competidores do circuito e dos cursos receberão parafina Sticky Iirada como brinde.
Todo o alimento recolhido é direcionado ao Fundo Social de Solidariedade (FSS) de São Sebastião. Na última quinta-feira, dia 12, Gedeon Gonçalves, esteve a com primeira dama da Cidade e presidente do FSS Rosa Maria Mota e entregou aproximadamente 250 pacotes de achocolatados em pó que foram arrecadados durante a segunda etapa.
“Pedimos aos atletas e interessados que continuem com as doações, pois existem muitas pessoas que necessitam dos alimentos”, solicitou. A arrecadação foi comandada pela Associação de Surf de São Sebastião, Federação Paulista de Surf e pelo vereador Guto Senatore, que também organizou uma operação praia limpa na etapa de Juquehy, onde encheu um caminhão de lixo.
Mais informações sobre o Circuito Bad Boy Sebastianense 2005 com os diretores da Associação de Surf de São Sebastião. Na praia de Maresias, falar com Alex Leco pelo telefone (12) 3865-6748. Na Barra do Sahy, com Jacuta (12) 9766-9885 e em Juquehy, com Edvaldo no (12) 9111-7218 ou com Adriano Camargo no (12) 3863-2160. Saiba mais no site www.asss.nafoto.net.
O Circuito Bad Boy Sebastianense de Surf 2005 (14º Circuito Sebastianense de Surf) conta com o patrocínio da Bad Boy. Co-Patrocínio: Vi Fiberglass Foam, Arello Surfboards e Ideal Terraplenagem. Apoio: Waves.Terra, Alma Surf, Rádio Morada FM 95.5, Praiasonline.com.br, Fama Assessoria, Professor Benjamin, Parafinas Sticky Iirada, Salvamar Paulista e Sobrasa, Fundo Social de Solidariedade de São Sebastião, Associação Surf Club de Maresias e Pousada Maréatoa Maresias. Realização: Associação de Surf de São Sebastião (19 anos) e Prefeitura de São Sebastião. Supervisão: Federação Paulista de Surf. (Fonte: Fama Assessoria)

Surfe e Solidariedade

São Sebastião - Nessa quinta-feira, dia 12, o Fundo Social de Solidariedade recebeu uma doação de achocolatado em pó do presidente da Associação de Surfe de São Sebastião (ASSS), Gedeon Gonçalves e do vereador Carlos Augusto de Azevedo Senatore, o Guto. Ao todo foram doados 224 embalagens de 400 gramas que foram arrecadadas na 2ª etapa do 14° Circuito Bad Boy Sebastianense de Surfe que teve sua edição em Juquehy nos dias 17 e 18 de dezembro. De acordo com Gedeon, para a última etapa que será realizada no próximo fim de semana, o evento pretende arrecadar outra remessa de achocolatados que também serão repassados a entidade.(Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Posto Ipiranga

Manifestação Oficial da Associação Proprietários de Quiosques de Ubatuba

Ubatuba - A Associação dos Proprietários de Quiosques de Ubatuba vêm por meio desta se manifestar sobre a decisão judicial que proibiu a colocação de mesas e cadeiras na faixa de areia da praia e a paralisação do funcionamento de alguns quiosques da Praia Grande. Tal decisão que foi requerida pelo Ministério Público e concedida pelo judiciário foi extremamente rigorosa. O fundamento do pedido foi baseado principalmente em reclamações de uns poucos consumidores que foram compelidos a gastar no mínimo R$ 50,00 (cinqüenta reais) para permanecerem nas mesas de quiosques localizados na areia da praia.
Porém a postura de cobrar consumação mínima dos consumidores nas mesas da areia foram casos isolados. Não podemos generalizar, a medida correta seria
a atuação dos órgãos oficiais competentes na fiscalização e punição do quiosque infrator, e não prejudicar toda uma classe que respeita a Lei.
Seria como você comprar um aparelho de televisão com vício de qualidade de determinada marca, e a punição judicial abranger todos os fabricantes de
televisão. Não podemos esquecer que há Lei municipal que autoriza e regulariza a colocação de mesas e cadeiras na areia da praia, portanto os empresários
proprietários de quiosques estão agindo no pleno exercício legal de seu direito, além do mais possuem autorização da Secretaria de Patrimônio da
União (SPU) para permanecerem na praia. Por outro lado, esta decisão judicial que é extremamente rigorosa, acarretará um problema social de grandes proporções. Tendo em vista que a média de empregados varia de 20 pessoas por quiosque, com o cumprimento da decisão judicial haverá um grande número de demissões, visto que sem as mesas na areia da praia o movimento tende a diminuir consideravelmente, isto sem contar com os quiosques fechados pelo embargo judicial, causando um transtorno social de enorme importância no município. Enquanto a cidade de Ubatuba (que é Estância Balneária) anda a passos lentos
na evolução turística, outros pólos turísticos desenvolvem-se a cada dia, como a cidade do Guarujá/SP, que permitiu por meio de decreto a exploração
de área maior para os quiosques trabalharem na orla da praia, dobrando o número de cadeiras e mesas na areia da praia caso necessário, ou seja, se já
era permitido o número de 25 (vinte e cinco) mesas e 100 (cem) cadeiras, com o supracitado decreto este número pode chegar até 55 (cinqüenta e cinco)
mesas e 220 (duzentos e vinte) cadeiras na praia. Oferece-se maior comodidade aos turistas e aumento de emprego e impostos para o município.
Luiz Gustavo de Godoy - Associação dos Proprietários de Quiosques de Ubatuba

Carta Aberta ao Sr. Eduardo César, prefeito de Ubatuba
Resposta ao artigo “ Prefeitura é acionada por arquiteta que quer aprovação de projeto irregular”, de sua autoria.


Ubatuba - Um debate feito com isenção e inteligência, pode trazer benefícios as partes. Como o Sr. está prefeito, pressupõe-se que um bom debate possa até trazer algum benefício à cidade.
Em primeiro lugar algumas correções sobre o que foi publicado com sua assinatura:
1- Não queremos aprovação de projeto irregular, irregular foram os procedimentos da prefeitura em relação ao processo SAU 7248/05 e com suas palavras “..., (o secretário Rafael – parênteses meu) deu um parecer favorável desde que aprovado pela Sabesp. A Sabesp por sua vez,...”. Vamos considerar erro de redação.
2- O mesmo foi apresentado em 15/junho/05 e não em 22/dezembro/05 após embargo. Outro erro de redação.
3- O juiz indeferiu a medida liminar, não o mandado de segurança, como o Sr. mesmo escreve “Apesar da questão com o esgoto ter gerado um processo judicial e ainda estar sem solução,...”. Falta de Atenção!
4- A SABESP, na pessoa do Sr. Iberê, sequer me atendeu em horário pré-agendado por telefone, quanto mais analisou o projeto.
5- O secretário Sr. Rafael, foi comunicado de minha intenção de entrar com mandado de segurança e me disse textualmente “se vocês entrarem, vão perder”. A prefeitura foi surpreendida?
6- O Habite-se do Condomínio Camurim foi pedido no dia 03/novembro/05, a vistoria foi feita no dia 29/novembro/05, acompanhada por mim que, apontei ao fiscal Clélio, todas as pequenas modificações da construção. Até hoje aguardo o comunique-se para atende-lo. 43 dias após a vistoria!
Para não me alongar muito, convido o Sr. Prefeito, acompanhado do secretário Rafael e do arquiteto Daniel, presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil – núcleo Ubatuba, que desde sua criação vem tentando agendar uma reunião consigo, para juntos apreciarmos o processo SAU 7248/05 (existem outros).
Sugiro como preparação a leitura do recurso apresentado no dia 23/dezembro/05, no mesmo processo.
Posso até, como sinal de boa vontade, entender que não houve discriminação por parte da prefeitura, “medidas tão mesquinhas”. Mas desde já alerto: existem funcionários públicos, na SAPOP, fazendo greve branca. Explico: no processo em questão, demoraram 55 dias para anexarem outro processo (pegar no arquivo e juntar), somente após 105 movimentou-se novamente, provocado pelo nosso pedido de Habite-se. Cuidado, tem gente trabalhando contra. E o Sr., em última instância é o responsável.
A questão da “minha” ligação de esgoto torna-se menor, diante do descaso da SABESP para com nossa cidade.
Entrei em paralelo com pedido de explicações junto à ouvidoria da SABESP (tel.: 0800 055 05 65), ainda não me responderam satisfatoriamente.
Faço um outro convite: façamos uma reunião pública com a presença da SABESP, junto com seu projeto de saneamento para a cidade e seu cronograma de implantação, promotoria pública, OAB, IAB, Ass. Engenheiros, ACIU e ONGs interessadas. Quem sabe não tiramos a limpo o que vem ocorrendo? Por que os bueiros fedem? Por que fede a estação de tratamento do Itaguá? Por que vaza esgoto pela rede abandonada pela SABESP? Por que ninguém faz nada a respeito? E o tal prolongamento de rede de esgoto sobre a rede existente (e abandonada)?
“A administração pública deve seguir a legalidade, a qual todos estão sujeitos”, diz. (o prefeito em seu artigo)
Meio aproveitando as palavras do jornalista Jânio de Freitas, eu, cidadão, questionar a prefeitura e seus procedimentos é um ato democrático. O prefeito, autoridade municipal, elaborar texto facilmente desmentido por documentos da própria prefeitura, torna-lo público, expor pessoas na clara intenção de desqualifica-las e também a ONG que presido, dizer textualmente que estamos tentando, “..., de forma tão sinuosa burlar a lei.”, me cheira ,no mínimo, autoritarismo, e isto cheira muito mal.
Como bem disse o prefeito “. “Vivemos um momento ético em que não cabe a hipocrisia administrativa.”
Vida longa a democracia!!!!!!!
Obs.: é de se admirar que o Sr. Prefeito, apesar de contar em sua acessoria jurídica com pessoa de extrema competência, que até já se posicionou, inequivocamente, pela ilegalidade da questão dos quiosques, de ter vencidas judicialmente todas as tentativas de reverter a situação, ainda se melindre tanto com a questão e tenha o MDU como um inimigo a ser derrotado.Robinson Ricciardi Sandin - r.sandin@uol.com.br

Estado paralisa obra de feira hippie

Ubatuba - A Secretaria de Estado da Cultura, através do Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico), pediu à Prefeitura de Ubatuba que paralise imediatamente as obras de construção da 'Feira Hippie', na praia Iperoig.
Segundo o presidente do Condephaat, José Roberto Melhem, existem informações de que as obras feitas pela administração municipal estão divergindo do projeto apresentado pela prefeitura ao conselho.
Ele pediu, através de ofício, "a paralisação imediata das obras, até que se comprove a ausência de prejuízos à visibilidade ou destaque dos bens tombados, situados nas proximidades do local".
A preocupação do Condephaat é que a construção da cobertura da feira prejudique os bens tombados como patrimônio histórico, entre eles, a igreja Exaltação da Santa Cruz e o monumento do Cruzeiro. As obras orçadas em R$ 540 mil estão sendo feitas pela construtora Lindembach.
OUTRO LADO - O prefeito Eduardo César (PL) esteve ontem na Secretaria de Cultura do Estado para discutir a continuidade das obras, segundo sua assessoria de imprensa.
De acordo com a Prefeitura de Ubatuba, o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) teria dado aval para a realização das obras. (Fonte: ValeParaibano)

Quiosqueiros entregam abaixo-assinado ao MP

Ubatuba - Os proprietários de quiosques de Ubatuba conseguiram 6.000 assinaturas de turistas favoráveis à instalação de mesas e cadeiras nas praias. O abaixo assinado deverá ser entregue hoje à Justiça e ao Ministério Público. Com o documento, os proprietários pretendem sensibilizar a Justiça pela liberação das mesas e cadeiras. Os equipamentos foram proibidos nas praias depois que a Justiça recebeu denúncia de que os quiosques estavam cobrando consumação mínima de até R$ 50 para os turistas utilizarem as mesas e cadeiras. Parte dos turistas defende a volta dos equipamentos, mas em número reduzido. (Fonte: ValeParaibano)

Prefeito agradece doações para Santa Casa

Ubatuba - O prefeito Eduardo César agradece a todas as pessoas que têm ajudado a Santa Casa, seja com doações, seja como voluntários. “Somente com a união de toda a sociedade mudaremos a Santa Casa”, lembra o prefeito. Neste sentido, o prefeito agradece Sérgio Caribe pela reforma e pela doação de equipamentos de um dos apartamentos da ala particular do hospital. A obra teve início em outubro e foi entregue no último dia 4, sendo reformado desde da pintura, as instalações elétrica, hidráulica, piso e azulejos. Foram doados equipamentos como cama hospitalar, sofá, ar condicionado, TV, frigobar.
E o setor de captação de recursos da Santa Casa informa que após a temporada de 2006 serão retomadas as obras de reformas nos outros dois apartamentos da ala particular. “Esperamos que outros empresários da cidade se estimulem a colaborar com a saúde de Ubatuba fazendo novas doações e, assim a cada dia, com um pouco de cada um, poderemos transformar nosso hospital”, lembrou uma das responsáveis pelo Setor, Margarida. (Fonte: PMU)

Fundart realiza Oficina de Máscaras e Bonecões

Ubatuba - Estão abertas as inscrições para a “Oficina de Máscaras e Bonecões de Carnaval” da Fundart, que começará no próximo dia 20, sexta-feira. Essa oficina é gratuita e tem como objetivo revitalizar um antigo costume dos foliões caiçaras. As máscaras produzidas serão utilizadas na decoração do I Festival de Marchinhas Carnavalescas, que acontecerá de 10 a 12 de fevereiro.
O folclorista Nei Martins, que comandará a oficina, conta que na década de 60 a produção de máscaras e bonecões era expressiva no município. Havia artistas especializados na confecção desses acessórios carnavalescos. “No passado era comum a presença dos mascarados nos dias de carnaval, brincando com a criançada pelas ruas, praças e bairros de Ubatuba. Com a chegada do desenvolvimento, nos anos 70, esse elemento que tradicionalmente fazia parte da folia caiçara foi se perdendo. Essa oficina está sendo realizada para passar adiante o conhecimento e o costume de se fazer e utilizar as máscaras no carnaval.”
A oficina trará de volta a técnica antiga dos caiçaras, utilizando um molde feito de barro misturado com cinza, cola de polvilho azedo, papel higiênico, jornal velho, tinta e muita criatividade. (Fonte: PMU)

Vereador Osmar conquista rede elétrica para a Pedra Preta

Ubatuba - Os moradores da travessa Messias Manoel, Pedra Preta, no bairro do Sertão da Quina, estão comemorando a chegada da rede elétrica no local. Apesar do serviço não estar concluído, os moradores já sabem que muito em breve poderão contar com este tão esperado benefício.
Esta é uma luta que vem se arrastando desde 2001, quando a comunidade daquele local procurou o vereador Osmar de Souza (PFL) solicitando apoio para a instalação da rede, “a energia elétrica é essencial para o bem estar da população, por isso não poupei esforços para ajudar os moradores”, disse Osmar.
Os moradores, que também participaram dessa conquista, agradecem muito o empenho do vereador Osmar. (Fonte: Laura Ennes)

Basquete conquista novos espaços em 2005

Ubatuba - O basquete de Ubatuba voltou a ser destaque em 2005, graças a parceria do departamento de basquete da Secretaria de Esportes e Lazer e empresários locais, que acreditaram e investiram no esporte.
O 2º Campeonato Municipal Masculino começou a ser disputado em 22 de abril por seis equipes, que mesclavam jogadores experientes com a nova geração do basquete de Ubatuba. Após nove semanas de disputa e 19 jogos, a equipe do Tortilhão ficou com o título do torneio. O vice-campeonato ficou para a equipe Docelar, enquanto Hlera ficou com o bronze e o cestinha do campeonato, o atleta Márcio, que assinalou 146 pontos.
O basquete feminino teve sua vez com a Copa Tamires Barbosa, em homenagem a uma atleta falecida em 2004. Disputada por 4 equipes a copa foi conquistada pela equipe Maria Alves. O Sanet’s foi o time vice-campeão e a terceira posição ficou com o Senzala, que também teve a cestinha do torneio, Tânia, com 71 pontos.
O futuro do basquete – crianças de ... a ...anos, também entrou em quadra no Campeonato da Escolinha Municipal de basquete. A campeã foi a equipe da Surfnet, que também teve o cestinha do torneio, com 110 pontos. Em segundo ficou o time de Ubatuba automóveis; o Mercado 24 Horas ficou em terceiro.
Liga - Em maio a equipe mirim masculino de Ubatuba conquistou a medalha de prata do campeonato da Liga Serra do Mar / Litoral Norte de basquete disputada em São Sebastião e vencida pela equipe da casa por 41 a 28.
Em dezembro a equipe de basquete infantil de Ubatuba conquistou o título da Liga do Cone Leste ao vencer Taubaté, por 62 a 61. “Vamos agora priorizar os torneios regionais em 2006, pois estamos criando uma geração que vai trazer muitas outras alegrias ao esporte de Ubatuba”, disse Fábio Medeiros, treinador das equipes.
Street Ball - Outubro trouxe a febre do Street Ball para Ubatuba, com a inauguração da quadra da Praça Trópico de Capricórnio. Sidney Rocha, coordenador de Esportes Comunitários da Secretaria de Esportes brinca com a localização da quadra, na linha imaginária que demarca o Trópico de Capricórnio. “Somente aqui em Ubatuba é possível marcar uma cesta tropical. Além de tudo poderemos descobrir jogadores que poderão ser aproveitados nas equipes que representam Ubatuba nos torneios regionais”, disse Rocha. Na categoria mirim masculino os campeões foram Robson, Fernando e Daniel, da equipe Tio Sam; a equipe 100 Miséria (Henrique, Cauã e Raoni) foi a vencedora da categoria infanto masculino; a categoria livre masculino foi vencida pela equipe Picanha Na Tábua (Renato, Willian e Athalo); a equipe Tachão (Aline, Luana e Tainá) foi a vencedora do feminino. Em novembro o bairro da Ressaca também ganhou uma área para Street Ball, na praça de lazer do bairro. Ao contrário do basquete tradicional, o Street Ball dispensa ginásios e espaços mais fechados. O importante mesmo é a liberdade e a criatividade dos jogadores. (Fonte: PMU)

Prefeitura de Ubatuba busca conter crescimento desordenado no município
Com a implantação no ano passado do Programa de Congelamento de Núcleos Habitacionais 15 áreas já foram congeladas em Ubatuba

Ubatuba - A Comissão de Congelamento da Prefeitura de Ubatuba iniciou em maio do ano passado o processo de congelamento dos núcleos habitacionais irregulares do município. Em sete meses de trabalho 15 núcleos habitacionais foram congelados, envolvendo 1123 casas, identificando 3330 moradores e promovendo uma taxa de decréscimo de casas em áreas congeladas de 2,19%. O projeto é regulamentado por uma lei municipal. Neste mês de janeiro a Comissão está se reunindo com todas as áreas envolvidas no processo, fazendo uma análise individual das construções existentes, objetivando as adequações urbanísticas e regularização dos loteamentos irregulares do município.
A ação de congelamento é realizada numa parceria entre a Assessoria de Desenvolvimento de Assuntos Comunitários, Meio Ambiente, Secretaria de Arquitetura e Planejamento Urbano, Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social, Ministério Público do Estado de São Paulo, Polícia Ambiental e Instituto Florestal. Os técnicos fazem um mapeamento físico do local, medindo as moradias, situando a localização delas através de GPS e distância entre as casas e a fotografia da habitação. Assistentes sociais fazem o cadastramento das famílias, fazendo o levantamento da situação sócio-econômica, procedência dos moradores da residência e informações sobre os serviços públicos recebidos.
A invasão de áreas de preservação permanente provoca diversos problemas ambientais e sociais.“O objetivo dessa ação é impedir que a área continue a ser invadida e colocar em prática um controle migratório. Nós queremos ajudar essas famílias que já estão instaladas nas áreas de preservação, mas para isso, é preciso que não haja mais invasão, pois os recursos são limitados”, explicou o presidente da Comissão de Congelamento Claudinei Salgado.
Consequências - Os problemas ocasionados pela ocupação irregular são muitos. Em primeiro lugar, o cidadão que adquiriu um lote clandestino não poderá contar com benefícios como: água tratada, luz, saneamento básico, escolas e transportes. Além disso, a cidade cresce desordenadamente, o poder público é responsabilizado pela falta de infra-estrutura em lugares que não pagam impostos. Isso significa que outras áreas seriam prejudicadas para regularizar tais bairros.
Demolições - A reincidência das construções ou ampliações nas áreas já congeladas traz como sérias consequências as demolições. Nas 15 áreas já congeladas ocorreram três demolições de casas que estavam em construção após o processo de congelamento do locais. A Comissão de Congelamento ainda efetuou a demolição de oito casas desabitadas e de uma residência já construída e habitada.
Manutenção - As áreas já congeladas são visitadas diariamente pela Guarda Municipal. A Comissão de Congelamento faz rondas constantes pelas áreas. Mas, segundo a Comissão de Congelamento, o envolvimento da comunidade local , é sem dúvida a responsável pelo maior índice de denúncias de irregularidades. As áreas já congeladas são: Pipoca, Indaiá I e II, Casanga, Ranário, Sertão do Itamambuca, Morro da Antena (Itamambuca), quatro núcleos na Bacia do Rio Grande (dentro do Parque Estadual da Serra do Mar), Felix, Parque Guarani, Pedreira e Itamambuca. “Atingimos a totalidade das metas propostas no ano passado. Atingimos o trabalho estabelecido em nosso projeto e conseguimos dar visibilidade a isso, tanto que o município vizinho de Caraguatatuba já está mantendo contato conosco para a implantação do processo de congelamento lá”, lembra o prefeito Eduardo César, para quem o congelamento é um marco histórico em Ubatuba e que os benefícios desse projeto serão sentidos por todos, num futuro breve.
Cartilhas - No final do ano passado a Comissão de Congelamento elaborou uma cartilha em uma linguagem simples, no qual o tema congelamento é explicado didaticamente, através de ilustrações e das perguntas mais frequentes sobre o tema abordado. Foram impressas 10 mil cartilhas que estão sendo distribuídas nas áreas já congeladas e em reuniões de associações de bairros.(Fonte: PMU)

Secretaria de Educação de Ubatuba prepara escolas para volta às aulas

Ubatuba - A Secretaria de Educação de Ubatuba está iniciando um trabalhando de manutenção das unidades escolares da cidade, aproveitando o período de recesso escolar, para proporcionar maior conforto aos alunos no retorno às aulas.
Uma equipe foi contratada para cuidar da limpeza das áreas ao redor das escolas para garantir a higiene e segurança dos alunos. Todas as unidades escolares terão suas caixas d’água limpas, velas de filtros serão trocadas e até mesmo alguns filtros serão substituídos. As unidades serão dedetizadas para manter as escolas livres de insetos voadores e rasteiros, que podem transmitir doenças. “Precisamos aproveitar o período das férias para efetuar esses serviços e também outros pequenos reparos para que não haja prejuízo ao calendário escolar e possamos receber os alunos com tudo limpo e organizado”, disse a Secretária de Educação Patrícia Pereira.
Móveis sucateados - A Secretaria está iniciando esta semana uma obra de adaptação em um galpão, na área anexa da EMEI Centro (Antiga Elektro) para armazenar móveis e equipamentos que são substituídos nas unidades escolares. Parte desses móveis serão recuperados para utilização no município. Outra parte, a mais avariada, será doada ao Governo do Estado, que tem projetos em que internos do sistema penitenciário recuperam os móveis, através de reforma das estruturas metálicas, com lixamento, pintura e montagem de tampo, assento e encosto. Uma vez recuperados esses móveis são novamente repassados aos municípios pelo Governo do Estado. (Fonte: PMU)

Associação Comercial de Ubatuba pretende trazer a Unidade Móvel do Programa do SESI- Alimente-se bem com R$1,00 para a cidade de Ubatuba.
A solicitação foi enviada ao SESI de Taubaté na tarde de ontem, 12, pela Presidência da ACIU.

Ubatuba - A Associação Comercial de Ubatuba enviou na tarde de ontem, 12, um oficio para o Diretor local do SESI Taubaté, Antonio Jorge Filho com o intuito de trazer a Unidade Móvel do Programa do SESI- Alimente-se bem com R$1,00 para a cidade de Ubatuba.
Segundo o Presidente da Associação Comercial de Ubatuba, Ahmad Khalil Barakat, a intenção da ACIU em trazer a unidade para Ubatuba é atender a bairros carentes, disponibilizando ajuda familiar. “O intuito é mostrar que se pode comer bem gastando menos. Com partes normalmente desprezadas de alimentos, como cascas talos e folhas podem ser feitos muitos pratos nutritivos”. Aponta o Presidente.
A previsão da chegada da Unidade Móvel é entre os meses de abril e maio.(Fonte: ACIU)

Bebê golfinho se recupera no Projeto Tamar de Ubatuba

Ubatuba - O bebê golfinho encontrado em Ilha Bela, no último domingo, 8, está se recuperando no Projeto Tamar de Ubatuba aos cuidados da equipe do Aquário de Ubatuba.
Segundo Hugo Gallo, oceanógrafo e Diretor do Aquário de Ubatuba o animal está sob o cuidado de 16 pessoas do Aquário que coordenam o tratamento do mamífero. “O espaço do projeto Tamar é mais adequado ao filhote que está em uma espécie de UTI. Ele é monitorado de duas em duas horas. Monitoramos a freqüência cardíaca, fazemos o hemograma completo e todos os demais cuidados.”
Hugo afirma que o estado do golfinho é estável, que está ganhando peso e se recuperando.
O bebê golfinho também está sob os cuidados da veterinária Paula Baldacin, que fez estágio no Sea World em Orlando e está tendo todo o suporte técnico d o veterinário chefe do Sea World, Mike Walsh.
Depois de recuperado, o golfinho não ficará em exposição, ele será reintroduzido no mar. “Não existe nenhum caso no mundo de reintrodução de um bebê golfinho. Faremos o possível para ele se recuperar totalmente e voltar para casa” diz Gallo. (Fonte: ACIU)

Servidores públicos de Ubatuba pedem reestrutura administrativa

Ubatuba - A Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Ubatuba, Gláucia Gomes da Silva, questiona vários itens da Lei do executivo que dispõe sobre a estrutura administrativa da Prefeitura Municipal.
Segundo a Presidente do Sindicato, a Prefeitura Municipal descumpre o termo de ajustamento do Ministério Público do Trabalho.
De acordo com Gláucia, o ajustamento de conduta do Ministério Público do Trabalho conta que vários cargos deveriam ser preenchidos através de concurso público. “O que nos deixa indignados é que, no momento da aprovação, os nobres vereadores não tinham conhecimento da decisão dos cargos mencionados no referido projeto. O que vem a ser um cargo de Gerência de apoio ao servidor? Ou um Assessor de Direção? Questiona a Presidente.
Gláucia ressalta que, cargos como estes, que nas diversas secretarias descritas não possui a função de Diretor. “A criação de novos cargos em secretarias já existentes, deixa claro que a nova estrutura administrativa só vem “maquiando” o que tínhamos no passado, mudando a nomenclatura e acrescentando novos cargos ao modelo anterior”.
Gláucia diz também que em nenhuma das administrações a partir do ano de 1991, deu importância para o grau de instrução de suas chefias. “Nessa nova estrutura não se faz distinção de grau de escolaridade entre um assessor, gerente, superintendente, coordenador, chefe ou secretário.”diz indignada.
O sindicato reinvidica que a nova estrutura da administração, seja realmente séria e que tenha seus cargos de confiança escalonados com salários e níveis de escolaridade compatíveis com os cargos que virem a ser ocupados.
Outro lado - Clingel da Frota, do departamento jurídico da Prefeitura, ressalta que houve a contratação da empresa IBAM (Instituto Brasileiro de Administração Municipal), que receitou toda a reforma necessária de acordo com o termo de ajustamento de conduta do Ministério do Trabalho e afirma que, a Prefeitura reconhece que o trabalho poderia ser melhor elaborado. “É necessário fazer alguns ajustes sim. Este serviço teve que ser elaborado em um prazo extremante exíguo, porque a administração anterior deixou o termos assinados e tivemos que tomar conhecimento de todo o resto em menos de seis meses, mas a Prefeitura está determinada em fazer as adequações necessárias para que tudo fique correto.” finaliza Clingel. (Fonte: ACIU)

Ubatuba é a primeira cidade do Litoral Norte a receber a Campanha Verão Limpo 2006.

Ubatuba - A abertura da Campanha Verão Limpo 2006, da Cetesb, acontecerá hoje, sexta–feira, dia 13, às 10:30 horas, em Ubatuba, na Praia do Perequê-Açu, em frente ao terminal turístico.
O evento contará com a presença do Presidente da CETESB, Rubens Lara, do Prefeito de Ubatuba, Eduardo César e do Presidente da Associação Comercial de Ubatuba, Ahmad Khalil Barakat.
Marlon Lopes, da secretaria de obras da prefeitura de Ubatuba e também colaborador da “Campanha Verão Limpo 2006 da Cetesb, os organizadores do evento irão distribuir nas tendas, 26.000 cartilhas, que foram doadas pela LAK- Livraria Alan Kardec de São Paulo- Intuição filantrópica -, que tem o intuito de conscientizar e educar a população. “O livro fala sobre queimadas, mata atlântica, preservação do meio ambiente, leis ambientais, enfim, é uma cartilha educacional, com temas infantis elucidando e conscientizando às pessoas com a importância da preservação do meio ambiente.”
O evento contará também com um carro-laboratório, que fará demonstrações sobre o serviço de coleta e análise de águas em ambientes aquáticos, como análises microbiológicas, que servem para avaliar a qualidade das águas utilizadas para consumo humano, irrigação, criação de peixes e recreação.
Segundo o Presidente da Cetesb, Rubens Lara, o objetivo da campanha é conscientizar os turistas para a importância de se manter as praias limpas, estimular a economia de água, o uso adequado dos recursos naturais e informar sobre como combater o mosquito da dengue”
A operação permanece no município até domingo, dia 15, com uma tenda armada na areia da praia, onde serão desenvolvidas diversas atividades de caráter educativo, recreativo e cultural, das 11 às 18 horas.
“Esse projeto é muito importante, tendo em vista que, o nosso turismo depende muito da preservação da natureza”. Diz o Presidente da ACIU, Ahmad K. Barakat.
Os organizadores ressaltam que se o evento obtiver sucesso, irão mantê-lo até o carnaval.
As próximas cidades a serem visitadas são: Itanhaém, Guarujá, Cubatão, Ilha Comprida, Caraguatatuba , Peruíbe, São Sebastião e Ilhabela. (Fonte: ACIU)

Ubatuba realiza I Festival de Marchinhas de Carnaval
"“Eu vou fazer farinha de banana porque de mandioca é coisa de bacana”" - Seo Dito Raé

Ubatuba - Estão abertas as inscrições para o I Festival de Marchinhas de Ubatuba, que acontecerá durante os dias 10, 11 e 12 de fevereiro. O tema para compor as músicas é livre e qualquer pessoa pode participar. Promovido pela Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba (Fundart), o objetivo do Festival é valorizar essa manifestação cultural que é predominante no carnaval do interior paulista, além de revelar novos talentos nas áreas musical e literária.
O organizador do evento, Nei Martins, conta que nos carnavais antigos era normal cantar sucessos do rádio e fazer composições próprias para pular o carnaval. “A marchinha é a cara do interior paulista. Temos que preservar isso.
As inscrições poderão ser efetuadas até o próximo dia 30, na sede da Fundart, que fica na Rua Félix Guizard Filho, nº6, em horário comercial. Cada participante poderá inscrever até duas marchinhas, mesmo em parceria. O vencedor ganhará um prêmio de R$ 350,00, mais troféu. Vencedores até a 5ª colocação também receberão troféus e prêmios diversos. Mais informações sobre o concurso podem ser adquiridas na Fundart (3833-7000). (Fonte: PMU)

Terceirização da Merenda Escolar em Ubatuba

Ubatuba - Após a publicação de artigo referente à terceirização da merenda escolar em Ubatuba, cresceu o número de pessoas procurando informações e também o de pessoas que não concordam com tal atitude por parte da secretaria de educação e da prefeitura de Ubatuba.
Para esclarecer o assunto e para discutir com a comunidade os caminhos a serem adotados em tal situação, a presidência do PT convida toda população de Ubatuba para reunião a se realizar no dia 13 de Janeiro de 2006, Sexta-feira, às 20:00hs, no salão paroquial da Igreja Matriz de Ubatuba,à rua D. Maria Alves, 125 centro.
Fazemos questão de salientar que queremos tornar a questão pública e coletiva tirando o caráter partidário e pessoal do assunto, pois o interesse é de toda a comunidade e de grande importância.
Vamos exercer nossa cidadania. A discussão pública e a pressão popular e cidadã tem força para reverter tal medida.
Participem!!!
Ajudem-nos a divulgar a reunião.
Maiores informações:
Maurício Moromizato- presidente do PT de Ubatuba
mauriciomoromizato@uol.com.br  9718-4647
Diretório Municipal do PT 3833-6857 com Juscilene.

Esclarecimentos sobre a terceirização da Merenda Escolar

Ubatuba - Nos causou estranheza o artigo do Sr. Maurício Moromizato, presidente do PT , que fala sobre a terceirização da Merenda Escolar em Ubatuba, principalmente pelo fato que, sendo esta Secretaria a maior fonte de informações sobre este processo, não foi por ele procurada.
Não vemos onde esta terceirização fere as bandeiras e os princípios defendidos pelo prefeito municipal durante sua campanha eleitoral.
A Secretaria de Educação em 2005, já tendo como proposta para 2006 a terceirização, proporcionou e acompanhou membros do Conselho de Alimentação Escolar (CAE) às cidades de Jacareí, Taubaté e São Sebastião, para que estes pudessem conhecer os serviços prestados em municípios que já terceirizaram a merenda escolar. Que conforme atestam nossas atas do CAE, das 11 (onze) reuniões ocorridas em 2005, 10 (dez) constam em seu teor citações ou discussões sobre este assunto. Que tal medida só foi levada adiante após minuciosa auditoria devidamente documentada em nossa merenda e também após ouvir as opiniões e reclamos dos diretores das escolas municipais, nossos maiores parceiros e que convivem como ninguém, com toda a complexidade que envolve este tema. Sugerir que houve falta de “participatividade” e desconhecimento da questão, diante do exposto acima, nos parece improcedente.
A terceirização em momento algum viria para prestar um serviço aquém ao já oferecido. Sabemos que o prefeito Eduardo César já avaliou exaustivamente esta questão e que seria tolo em defender uma proposta que pudesse trazer prejuízos ao município ou ainda, numa visão menos nobre, causar descontentamento às suas bases eleitorais.
Afirmar que a terceirização prejudica o combate à fome e à desnutrição, além de atrapalhar a inclusão social, nos parece uma colocação completamente infundada, demonstrando um total desconhecimento do assunto e da realidade de nossas unidades escolares.
A terceirização também em nada inviabilizaria os programas e projetos que esta Secretaria tem, com sucesso, desenvolvido na área da Educação Alimentar, tais como o Projeto Nestlé realizado no ano passado. Bem ao contrário. Ficando sob nossa responsabilidade apenas a fiscalização e o acompanhamento dos serviços prestados pela empresa responsável pelo fornecimento da merenda escolar, nossos esforços se multiplicarão nas ações que levarão nossos alunos e famílias a melhorar seus hábitos alimentares.
A argumentação de que os pequenos produtores seriam prejudicados também é sem fundamento. Qualquer pessoa com o mínimo de conhecimento em administração sabe quanto os processos de compras que envolvem órgãos públicos são complexos, burocráticos e carregados de uma infinidade de exigências impossíveis de serem cumpridas por esses pequenos produtores. É mais nesse sentido que a terceirização é saudável, pois os produtos produzidos por comunidades e/ou cooperativas poderão ser adquiridos de forma muito mais direta e simples, bastando que os produtores se organizem para tal fim.
Quanto ao valor pago à terceirizada ser maior do que os gastos atuais com merenda, não há o mínimo fundamento, até por que o princípio da licitação visa justamente o objetivo contrário. Talvez o autor desconheça que para obter o exato custo da merenda, há a necessidade de se efetuar uma composição de custos. Portanto, a mera leitura do serviço técnico elaborado já demonstra que a Administração está atenta a tal aspecto, e jamais permitirá que a sórdida acusação prevaleça.
È necessário também dizer que a Merenda Escolar culmina com a alimentação servida aos nossos educandos e que esta, felizmente, tem sido de boa qualidade. Entretanto, o processo que resulta nessas refeições é extremamente complexo, trabalhoso e com muitos problemas a serem resolvidos. Quem conhece a rotina de uma escola sabe exatamente do que estamos falando.
Com certeza o Sr. Maurício Moromizato foi envolvido por pessoas mal informadas, ou mal intencionadas, ou ainda, por aquelas que não entenderam que nosso município precisa de decisões corajosas que nos permitam melhorar e ampliar nosso atendimento à população e que coloque Ubatuba nos níveis de desenvolvimento que merece.
Para finalizar, fica o nosso convite, não só ao presidente do PT, mas para todo e qualquer munícipe que queira se informar ou se esclarecer quanto aos assuntos pertinentes à Educação, para comparecerem até nós quando necessário. Teremos o maior prazer e boa vontade em responder a qualquer dúvida, pois com certeza se isto se tornar uma prática em nossa tão “politizada” cidade, evitaríamos tantos comentários infundados, que nos toma tempo e esforço desnecessários, além de possíveis prejuízos aos nossos alunos, que devem ser, a todo custo, preservados. Por sua vez, a oposição exerceria melhor o responsável papel que a ela compete. Qual seja, o de apurar a verdade dos fatos, ouvindo todas as partes envolvidas e então sim, se posicionar diante dos acontecimentos com maior propriedade. Tal atitude só viria enaltecer nossa classe política junto aos seus eleitores, além do que, temos certeza e tranqüilidade em afirmar, que muitos dos que hoje nos criticam, poderiam se tornar nossos parceiros nesta difícil missão de Resgatar Ubatuba.
Quanto às denúncias enviadas ao Ministério Público, todas serão respondidas na instância competente. Patrícia Gomes Veloso Pereira (Secretária de Educação) (Fonte: PMU)


Semana de 13 de janeiro a 20 de Janeiro de 2006

CINE PORTO (Ubatuba)
fone :3833-2066 ( 012)

"As crônicas de Nárnia": O Leão a Feiticeira eo Guarda Roupa.
ás 14:40 hs e 19:00 hs.

"E Se Fosse Verdade..."
Ás 17:10 hs e 21:30 hs .

CINE PASSEIO (Ubatuba)
fone : 3832-2843 ( 012 )

"King Kong"
ás 15:40 hs

"O Exorcismo de Emily Rose"
ás 19:00 - 21:20hs

cineporto@hotmail.com

 
Ação Litoral
 
Poesia Topo

Siri na lata
É um siri na lata, dizem os caiçaras,
A pessoa que faz muito alvoroço,
Perde as estribeiras
Ou tem ataque de raiva
Por coisa à toa
E os praianos põem uma pitada de sal
E um tempero sabor do mar
Em água fervente
Pois sabem que os mansos herdarão a terra
E tocam o barco pra frente

Paraísos terrestres
Terras de Prestes João
Ubatuba de 1960
Xanadu
CRUSP
Pasárgada
Cidade de Utopia
Colônia Cecília
E outros lugares utópicos

O preço da destruição da vida caiçara
Quantos anos utópicos?
Quantas milhas devoradas?
Quantas vidas sacrificadas?
Quantos litros de cana?
Quantos alqueires de farinha?
Quantos cachos de bananas?
Quantas violas caladas?
Quantas redes recolhidas?
Quantos peixes emalhados?
Quanto mares-oceanos ?
Quantos mangues aterrados?
Quantas chibas não dançadas?
Quantos reisados?
Quantas teses de mestrados?
Quantos bailados?
Quantos ranchos destruídos?

 

Félix Cabral
Ubatuba, SP
 

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Direito Adquirido? - "Direito adquirido dos quiosqueiros de Ubatuba não está sendo preservado". A matéria, publicada ontem, tendo como fonte a ACIU, tem o título totalmente equivocado. Não há direito adquirido para uso (a qualquer título) de área pública ( muito menos, quando não houve licitação). Mesmo assim (com licitação) os direitos por ela gerados devem estar explícitos nos respectivos editais, da dita e, tão insanamente "repudiada" licitação. O município, entenda-se prefeito e, vereadores, não pode legislar sobre assuntos pertinentes a União, sem respeitar, integralmente, suas determinações, sobre pena de total nulidade. Ou seja, nestas questões, sem a referência ao determinado pela lei maior, nada é válido, não gera direitos ou obrigações. Assim, não há e, nunca haverá "Direitos Adquiridos" de quiosqueiros e, de afins.

Oldlanor Said ou Ronaldo Dias
Ubatuba, SP

Talita, gostei de suas ponderações a respeito do "furdúncio" das mesas e cadeiras na praia de Ubatuba e Caraguatatuba. Porém vou me ater a uma parte de seu comentário que fala sobre os valores cobrados nos quiosques. Não vai aqui nenhuma crítica a esse ou aquele, porém uma constatação, na minha opinião. Veja bem, se refletirmos um pouco há aí uma questão socio- econômica de base. Os comerciantes que trabalham na praia têm apenas 4 meses (na melhor das hipóteses, contando com lindos dias de sol) para sustentar o restante do ano e aí chegar novamente a próxima temporada. Com isso, é preciso fazer o máximo de dinheiro para se aguentarem ( mesmo contando com alguns outros dias durante o ano que podem ser contabilizados). Pois bem, isso é um fato. Por outro lado, os turistas ( e agora com bastante acesso às praias do litoral norte) sonham em passar com suas famílias, alguns dias nas belas praias que temos, mas como todos nós sabemos, os que se dirigem às nossas praias não têm o mesmo poder aquisitivo ( a maioria) dos que freqüentam Búzios e outros resortes brasileiros. E daí chegam aos quiosques e não conseguem oferecer aos seus filhos o que estes pedem. A cervejinha também "encolhe". O que fazer...vêem-se obrigados a trazer os petiscos de casa, carregar isopores, etc etc, uma verdadeira farofada. A quem devemos condenar?? Agora, se houvesse mais oportunidade de trabalho para os moradores fixos das praias talvez pudessemos criticar ou condenar mais veementemente um ou outro lado. Fica claro aqui que cada um procura se defender como pode dentro da democracia em que vivemos.

Genni Gomes de Oliveira
Ubatuba, SP

Prezada Talita Michaelovsky (Barra Funda, São Paulo),
Li o que voce escreveu "A culpa eh de quem?" no litoral virtual. Concordei em parte com vc.quando mencionou o uso e abuso das mesas e cadeiras por terceiros nas praias. Mas, sera que existem outros espacos para estes?As praias estao infestadas com cadeiras e mesas.
A praia eh publica, nao existe praia de rico ou de pobre de feio ou de bonito, e sim existe a praia popular, ou a praia mais cotada, ou a praia mais cara, ou a menos cara, ou a mais limpa, a mais bem tratada, entende? Se existem pessoas que levam a alimentacao deles para a praia eh porque talves eles nao podem pagar 13,00 reais para uma porcao.
Eu sou contra o uso das drogas, o nudismo, musica muito alta, etc, etc, etc, coisas que podem servir de ma influencia para o crescimento dos meus filhos, mas nao eh por isto que eu vou querer proibir todos de usarem , ou de frequentarem a praia que frequento, certo? Em resumo, viva a sua vida tranquila, curta sua praia, deixe a farofa, o frango frito, o isopor dos demais. Nao esquente a cabeca com estas coisas, existem no mundo coisas muito piores do que um pao com manteiga , nas maos de uma criancinha pobre correndo na praia, livre e solta. FREEDOM!

Marina Groussis
Ubatuba, SP

 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Ubatuba

Praia do Ubatumirim - Juliano Gregori

Praia do Ubatumirim
©Juliano Gregori

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Atualização: Juliano Gregori

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor