Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Quinta-feira, 19 de Janeiro de 2006 - Nº 1446 Edições Anteriores

Ubatudo Pousada das Cachoeiras Jornal Agito

Região
SOS Praias Brasil varre litoral paulista


Caraguatatuba
Passeios ao Horto Florestal em Caraguá podem ser agendados
Presidente do Cepam vem a Caraguá agradecer a recepção
Bingo beneficente reúne 300 pessoas em Caraguatatuba
Prefeitura pede concessão do Porto ao Governo do Estado
Rosamaria Murtinho e Cláudio Cavalcanti apresentam comédia nesta sexta 20 e sábado 21
Ary Toledo é a atração desta quinta-feira 19 no Teatro Mário Covas em Caraguá
Ceprolin encerra dia 20 inscrições para vestibular em cursos técnicos de Artes Cênicas, Gestão e Informática
Presidente do Cepam vem a Caraguá agradecer a recepção às crianças do “Interior na Praia”
Charlie Brown é a próxima atração do Caraguá Music Festival
Bingo e solidariedade em Caraguá


Ilhabela
Comércio de Ilhabela comemora aumento do movimento de verão


São Sebastião
Ex-prefeito vê 'terror' no governo
Juan, 'nota 10', faz planos para reeleição
Marinheiro morre após deixar navio
São Sebastião quer assumir gerenciamento de Alcatrazes
Sondagem aponta que maioria não quer praia sempre iluminada
Anunciada regularização de bairros clandestinos em São Sebastião
Sérgio Rabello realiza espetáculo em São Sebastião
São Sebastião ganha mais um Patrimônio Histórico


Ubatuba
“Fui chutado”, diz Paulo “Sri”, ex-secretário do meio ambiente.
200 pessoas acompanham audiência
Motoboy é preso com maconha
Projeto Verão, Criando Cidadão se encerra em fevereiro
Comer bem, gastando menos
Base Operacional de Grupamento Aéreo é tema de debate do Conseg
Projeto da urbanização da Praia Grande de Ubatuba será apresentado hoje.
Concluída obra de pavimentação do acesso ao novo Fórum
Agricultores terão diversos cursos em 2006
Projeto melhora postura e auto-estima de alunos da rede municipal de ensino
Estação Elektro abre as portas em Ubatuba
MPB na Maranduba

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia

Notícias da Região Topo

SOS Praias Brasil varre litoral paulista

Litoral Norte - Com a alta temporada, as praias pedem socorro quando os banhistas retornam para casa
O verão começou há quase um mês e as praias já estão fervendo. Com tantos corpos seminus desfilando pelas areias escaldantes e as freqüentes conversas sobre as tendências da estação, outros assuntos acabam esquecidos na roda de amigos e famílias. Um deles é a questão dos lixos deixados, indevidamente, nas areias.
Muitos freqüentadores das praias acham que porque o local recebe limpeza diária, realizada por empresas responsáveis, não precisam se preocupar com os restos largados nas areias. Para ajudar a lembrar sobre os problemas causados ao meio ambiente pelo lixo, a ong SOS Praias Brasil segue para algumas praias do litoral paulista com o projeto Eco Verão 2006.
Idealizado e desenvolvido pelo casal Heloisa Azevedo e Marcelo Marrinello, o trabalho visa alertar banhistas e divulgar a campanha “Lixo na praia não pode virar moda”. “Temos como objetivo fazer com que a população seja consciente da importância de se preservar o mar e as praias”, explica Heloisa, presidente da ong.
Para colocar em prática o projeto, eles contaram com o apoio de empresas.“Queremos promover a educação ambiental e conscientização dos freqüentadores de praias durante o verão de 2006”. O projeto teve início no último dia 14, na praia do Arpoador, em Peruíbe, no Litoral Sul, onde ficaram dois dias, seguindo para a praia do Oásis e do Bouganville.
Itanhaém, Mongaguá, São Sebastião e Ubatuba são outros municípios que receberão o apoio da ong para alertar os banhistas da importância de recolher o próprio lixo ao retornar para casa. Com uma arena montada na areia, a SOS Praias Brasil conta com a ajuda de voluntários para realização das atividades.
A implantação de lixeiras ecológicas e a distribuição de saquinhos de lixos são algumas ações planejadas pela ong. Para atrair a atenção das crianças, eles vestem fantasias de lixos e organizam gincanas ecológicas e atividades recreativas. “É importante investir na educação ambiental. Através de brincadeiras, conquistamos a atenção deles que acabam entendendo o problema do lixo no mundo”.
Um dos principais alvos dos agentes são os fumantes. Eles distribuem um cinzeiro ecológico, que acompanha um folheto informativo sobre como usá-lo, e falam sobre os diversos danos causados pelos filtros de cigarros deixados a beira-mar. Estudos realizados por biólogos mostraram que peixes, tartarugas, golfinhos e outros animais marinhos estão ingerindo as bitucas e morrendo.
Sobre a ong – A SOS Praias Brasil é uma organização não governamental, que busca o envolvimento das pessoas na luta pela preservação das praias brasileiras. A missão da ong é de promover educação ambiental, atuar na fiscalização da natureza, propondo alternativas do uso sustentável dos recursos naturais do litoral brasileiro, além de estimular a criação de políticas para o lixo urbano.
Desde 1999, a ong roda o Brasil a bordo de um motorhome – espécie de casa sobre rodas, em busca de assinaturas para um abaixo assinado que pede a construção de estações de tratamento de esgotos em todos os municípios litorâneos. Para que o projeto se transforme em lei federal é preciso de um milhão de assinaturas. Até o momento, ele conta com aproximadamente 180 mil.
A SOS Praias Brasil conta com a parceria de empresas conscientes da importância de preservação e respeito pela natureza como Tent Beach, HD, Oakley, Ingleza, Sinatec, Gretta Silk, Belmacut, DPZ, SuperSurf e Revista Fluir. Mais informações pelo telefone (11) 8428-3802 ou pelo site www.tabreal.com.br/sospraias. (Fonte: Fama Assessoria)
 

Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba


Passeios ao Horto Florestal em Caraguá podem ser agendados

Caraguatatuba - Um espaço reservado para informações e exposição de fotos de Unidades de Conservação, na tenda do projeto “Caraguá DiverCidade” na Praça Ton Ferreira, permite o agendamento de passeios no Parque Estadual da Serra do Mar-Núcleo Caraguatatuba.
Durante o passeio ao Parque, os estagiários dos cursos de Biologia e Ecologia e monitores informam o visitante sobre a importância da Unidade e os problemas enfrentados.
“Aproveitamos para conscientizar o visitante sobre as dificuldades de manter uma Unidade de Conservação, falamos da extração ilegal do palmito e das bromélias, da falta de pessoal para a manutenção e da importância de preservarmos este grande patrimônio”, explica Nany, estudante de Biologia de São José dos Campos, uma das estagiárias do Parque.
Além da conscientização, o passeio pelas trilhas do Parque Estadual em Caraguatatuba proporciona o conhecimento do rico ecosistema da Mata Atlântica, das árvores centenárias às piscinas naturais, dos cedros, ipês e das multicoloridas quaresmeiras aos macacos, araras, tucanos e onças pintadas.
Segundo os estagiários da Unidade em Caraguatatuba, se o visitante tiver sorte pode avistar alguns desses animais. “Os mais comuns são o macaco prego, tucano e araras, bicho preguiça, as jacutingas e pássaros raros”.
No Núcleo Caraguatatuba são oferecidos dois passeios com monitores: um para a Trilha do Jequitibá e o outro para a Trilha da Pedra Redonda. O primeiro, mais leve, tem 40 minutos de caminhada (ida e volta) e leva a um rio ideal para crianças e idosos e ainda um tobogã de pedra onde pode-se escorregar. O segundo, mais pesado, tem duração de cerca de três horas, duas horas de caminhada (ida e volta), atravessa rios e tem uma cachoeira no final, onde o visitante pode permanecer por cerca de uma hora.
A dica dos monitores é que o visitante use tênis, biquini e não esqueça de levar o repelente.
Os passeios são agendados para todos os dias, com exceção de quartas e quintas de manhã, período reservado para escolares, como por exemplo as crianças do projeto Interior na Praia. É cobrada uma taxa de R$ 2,00 por pessoa; crianças com menos de 10 anos de idade e adultos com mais de 60 não pagam. São formados grupos de até 30 pessoas e no mínimo 5 pessoas. Os agendamentos podem ser feitos pelo telefone (12) 3882-5999. (Fonte: Imprensa Livre)

Presidente do Cepam vem a Caraguá agradecer a recepção

Caraguatatuba - O programa Caravanas do Conhecimento – Interior na Praia está em sua segunda semana, e finaliza com a vinda das últimas delegações, que permanecerão em Caraguatatuba de 23 a 27 de janeiro, nas EMEFs dos bairros Barranco Alto e Porto Novo
. O trabalho, coordenado pelo Governo do Estado por meio do CEPAM – Centro de Estudos e Pesquisas em Administração Municipal, foi recebido pela terceira vez em Caraguá, com o apoio da Prefeitura Municipal, representada pela Secretaria de Educação.
Somente na cidade, até o final do programa, terão sido hospedados 840 visitantes, incluindo monitores, policiais, motoristas e centenas de crianças que pela primeira vez têm a oportunidade de conhecer de perto o mar.
Uma programação especial, preparada especialmente para os visitantes, incluiu passeios ao parque de diversões, museu, tenda do projeto DiverCidade, na praia do Centro, onde são apresentados espetáculos de teatro infantil, além da recreação e sessões de cinema nos alojamentos.
O presidente do CEPAM, Renato Amary, vem à cidade na próxima segunda-feira, onde será recebido pelo prefeito José Pereira de Aguilar, no seu gabinete, para a entrega de uma homenagem, como forma de agradecimento pela hospedagem.
De acordo com a Assessoria de Comunicação do CEPAM, em 2006 o programa Caravanas do Conhecimento – Interior na Praia atingiu números recorde, tanto de municípios visitantes quanto de cidades hospedeiras: 177 municípios acolheram quase 9 mil estudantes. Na última semana, Caraguatatuba recebe as delegações das cidades de Balbinos, Mogi Mirim, Jaboticabal, Joanópolis, Guarantã e Serra Azul. (Fonte: Imprensa Livre)

Bingo beneficente reúne 300 pessoas em Caraguatatuba

Caraguatatuba - A Associação de Combate ao Câncer de Caraguatatuba (ACCC) promoveu na terça-feira um bingo beneficente, em parceria com a Prefeitura e o Fundo Social de Solidariedade.
Cerca de 300 pessoas participaram do sorteio de diversos prêmios, entre bicicletas, video-game, rádio, quadros e muitos outros. A arrecadação, de R$ 2.203,00, terá 60% destinados aos pacientes da ACCC e 40% ao Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba.
O prefeito José Pereira de Aguilar, um dos incentivadores do evento em prol da ACCC, doou as bicicletas e compareceu ao bingo, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Rosângela Leite Carrijo de Aguilar.
Alguns participantes do bingo ganharam ingressos para o show do grupo Demônios da Garoa, aberto apenas para maiores de 55 anos, que acontece no dia 24 de janeiro, no palco do Caraguá DiverCidade. Eles receberam o prêmio das mãos do prefeito Aguilar.
Outra atração do Caraguá DiverCidade também tem cunho social: a exposição dos trabalhos do projeto de geração “Feito Aqui: feito por nós”, do Núcleo Integrado de Atendimento Social. São produtos como bolsas, cintos, porta-jóias, cangas, lingeries, bonecas e outros, podem ser adquiridos a preços acessíveis.
A presidente da ACCC, Carmelinda Silva Carlota, agradeceu a colaboração de todos e disse que serão realizados outros bingos em bairros da cidade, para que toda a comunidade possa colaborar.
A ACCC tem atualmente 87 pacientes cadastrados e que necessitam de medicamentos, alimentos diferenciados e apoio financeiro para diversas finalidades.
“Além desses eventos, a ACCC também conta com a ajuda dos associados que colaboram com mensalidades de R$ 5,00 ou mais, dependendo da disponibilidade de cada um”. Quem quiser colaborar deve entrar em contato com a Associação, pelo telefone 3881-2556 ou na própria sede, à Avenida Maranhão, 107, Jd. Primavera, Caraguatatuba.(Fonte: Imprensa Livre)

Prefeitura pede concessão do Porto ao Governo do Estado

Caraguatatuba - O prefeito de São Sebastião, Juan Garcia, encaminhou ontem um ofício ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, pedindo a concessão e a municipalização do Porto de São Sebastião. O projeto foi inclusive apresentado pela Prefeitura no primeiro semestre de 2005 e aprovado pela Câmara sebastianense.
A administração acredita que a atual política econômica que está sendo implementada em todo o Estado só poderá ser atingida com a máxima exploração das potencialidades locais, gerando empregos e qualidade de vida. “Para isso pedimos ao Estado que São Sebastião possa ter a concessão para exploração do Porto.
A concessão será ainda elemento de grande importância para a geração de emprego e renda”, afirma o prefeito. “A população local e circunvizinha gozaria da potencialidade do negócio portuário, tendo acesso ao mercado de trabalho direto, indireto e remoto”, diz ele.
No ofício, o prefeito de São Sebastião sustenta que os maiores, melhor equipados e eficientes portos mundiais, são administrados pelos municípios que os abrigam. “O Mercosul é uma realidade, a costa leste norte-americana igualmente e demais outros mercados internacionais. Todo o potencial do Porto de São Sebas-tião não pode ficar à mercê de interesses menores”, cita Juan Garcia.
Outra proposta da administração é fazer um trabalho com o empresariado interessado em parcerias para o desenvolvimento do Porto.
Outro Lado - A Secretaria de Estado dos Transportes disse ontem que não vai se manifestar sobre o assunto, pois não recebeu nenhum pedido oficial da Prefeitura de São Sebastião para a munici-palização do porto, mas lembrou que a administração e operação do Porto de São Sebastião foi delegada pela União ao Estado de São Paulo. (Fonte: Imprensa Livre)

Rosamaria Murtinho e Cláudio Cavalcanti apresentam comédia nesta sexta 20 e sábado 21

Caraguatatuba - Para encerrar a semana com “chave-de-ouro”, após o show de humor de Ary Toledo(quinta-feira), será apresentada a comédia “E agora, o que eu faço com o pernil?”, com Cláudio Cavalcanti e Rosamaria Murtinho, nesta sexta-feira 20, e sábado 21, no Teatro Mário Covas em Caraguá
Continuam as atrações do Festival de Verão do Teatro Mário Covas, administrado por meio da FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba. Nesta quinta-feira tem show humorístico de Ary Toledo, e para encerrar a semana com “chave-de-ouro”, nesta sexta-feira 20, e sábado 21, será apresentado o espetáculo “E agora, o que eu faço com o pernil?”.
No elenco estão artistas renomados como Cláudio Cavalcanti, Rosamaria Murtinho, Yaçanã Martins e Jossie Pessoa, numa comédia que retrata a vida do casal de idosos Alzira (Rosamaria) e Pedro (Cláudio), e o ciúmes da esposa ao deixar seu marido de 80 anos ser cuidado por uma jovem enfermeira. Com texto de Regina Helena Paiva Ramos e direção de Jacqueline Laurence, a peça promete tirar grandes risadas do público, com as situações cômicas pelas quais passa o casal, no acerto de contas de toda uma vida.
O espetáculo, que já era esperado desde janeiro do ano passado em Caraguá, quando foi cancelado, terá desta vez duas apresentações na cidade, dias 20 e 21 de janeiro, sexta-feira e sábado, sempre às 21h.
Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Mário Covas no valor de R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia entrada). Mais informações pelo telefone (12) 3881-2623. Vá ao teatro!
Um pouco mais de Cláudio Cavalcanti - O ator Cláudio Cavalcanti é conhecido pelas inúmeras novelas das quais participou. Há 25 anos, foi par romântico de Rosamaria Murtinho na novela Pai Herói, e anos depois volta a contracenar com a atriz, agora no palco. Entre seus principais personagens na TV estão o Padre Albano, de Roque Santeiro, as duas versões de Irmãos Coragem, primeiro como Jerônimo, e depois como Cameo. Na minissérie Chiquinha Gonzaga interpretou o Censor, entre outros, além de ter dirigido a novela Despedida de Solteiro.
Rosamaria Murtinho – A atriz carrega em sua longa carreira vários papéis de sucesso, que emocionaram o público brasileiro, nas diversas novelas e séries que participou. Entre os principais papéis estão a Margot, de Chocolate com Pimenta, a Princesa Isabel, em Chiquinha Gonzaga, além da inesquecível Romana Ferreto, da novela A próxima Vítima.
Yaçanã Martins – Esta atriz carioca coleciona poucos, porém marcantes trabalhos na teledramaturgia brasileira. Entre eles a Gracinda, de Pátria Minha, a Socorro, de Força de um desejo, entre outros. (Fonte: PMC)

Ary Toledo é a atração desta quinta-feira 19 no Teatro Mário Covas em Caraguá
O comediante Ary Toledo é a atração do Festival de Verão do Teatro Mário Covas, desta quinta-feira. 19. Com o novo show “Fábrica de Risos”, o humorista promete divertir a platéia com suas novas histórias e anedotas com várias personalidades do Brasil e do mundo

Caraguatatuba - O Festival de Verão do teatro Mário Covas, promovido por meio da FUNDACC – Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba está a todo vapor. Neste último sábado, o ator Eduardo Martini foi prestigiado por um público de cerca de 400 pessoas com o monólogo “Na medida do possível”, - uma comedia que abordou a crise do homem de 40 anos.
Nesta quinta-feira, 19, é a vez do comediante Ary Toledo subir ao palco do TMC, com seu novo show “Fábrica de Risos”, recheado de canções e piadas com grandes personalidades do Brasil e do mundo. De acordo com a Assessoria do humorista, temas como a burocracia e as mazelas do país são a matéria-prima do espetáculo.
Após 40 anos de humor, Ary Toledo continua fazendo pessoas de todas as idades rirem do seu próprio cotidiano. É dessa forma que o paulista de Martinópolis se transformou em um dos maiores humoristas do país, ao lado de nomes como Chico Anísio e Lúcio Mauro.
Há três anos na estrada com o espetáculo que já percorreu todo o Brasil, o humorista tem certeza de que o público irá rir a valer com suas anedotas sobre personalidades, políticos, jogadores de futebol, tipos diversos e com suas músicas repletas de sátira. Tudo isso, em cerca de uma hora e meia de apresentação.
“Tenho feito shows em todo o Brasil e a repercussão tem sido muito boa”. Segundo o humorista, o show tem tudo para agradar, pois ele mesmo conferiu a resposta do público, ao escutar a gravação de um dos espetáculos: foram registradas 260 gargalhadas durante o show. “Esse é o show mais interessante que já fiz. É riso do início ao fim; praticamente uma risada a cada 20 segundos”, festejou, explicando que, “piada de português tem umas 35, que eu conto de uma vez só”, concluiu. O repertório de anedotas é vasto. No palco, são vários os alvos de chacota, perfilando nomes como Bill Clinton, Lula, o papa João Paulo II, FHC, Rubens Barrichello, Sílvio Santos, Paulo Maluf e Roseana Sarney, entre outros.
Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Mário Covas no valor de R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia entrada). O espetáculo será às 21h, nesta quinta-feira, 19 de janeiro. Não perca o show humorístico mais esperado do ano. Informações pelo telefone (12) 38812623. (Fonte: PMC)

Ceprolin encerra dia 20 inscrições para vestibular em cursos técnicos de Artes Cênicas, Gestão e Informática
O Ceprolin – Centro de Educação Profissional do Litoral Norte está com inscrições abertas até sexta-feira 20. Neste ano, estão sendo oferecidos cursos técnicos nas áreas de Artes Cênicas, Informática e Gestão

Caraguatatuba - O Ceprolin – Centro de Educação Profissional do Litoral Norte, administrado pela FUNDACC (Fundação Educacional e Cultural de Caraguatatuba), abriu no dia 9 de janeiro as inscrições para o vestibular aos cursos técnicos nas áreas de Gestão, Artes Cênicas e Informática. O candidato pode se inscrever até o dia 20 de janeiro, levando a ficha de inscrição e o comprovante de depósito ao Ceprolin, até às 20h, conforme informou a direção da escola.
Além dos cursos livres realizados pela instituição, o ensino técnico é outra área oferecida a jovens e adultos, visando inserir, manter e recolocá-los no mercado de trabalho.
Neste ano, novos cursos técnicos profissionalizantes foram inseridos na proposta, para atender à demanda não só de Caraguatatuba, mas de todo o Litoral Norte. Até o dia 20 de janeiro, nesta sexta-feira, os candidatos poderão inscrever-se para os cursos de Técnico em Gestão Empresarial e/ou Secretariado, Técnico em Informática(instalação de redes), Técnico em Informática (com habilitação para desenvolver programas comerciais DSC) e Técnico em Artes Cênicas (Ator).
De acordo com a direção do Ceprolin, todos os cursos profissionalizantes são gratuitos e têm duração de 2 a 3 semestres, com turmas de 45 alunos no período noturno, com exceção do curso de Secretariado, que além do período noturno terá também uma classe no período vespertino.
Para inscrever-se basta comprar o manual do candidato no banco Nossa Caixa ou na secretaria do Ceprolin, pagar a taxa de R$ 15,00 para o vestibular (de acordo com as instruções do manual) e entregar a ficha e o comprovante no Centro de Educação Profissional, até sexta-feira 20, às 20h.
A prova será realizada no dia 30 de janeiro, no Ceprolin, das 18h30 às 22h, e o gabarito estará à disposição no dia 1º de fevereiro, no site www.fundacc.com.br a partir das 16h. A classificação geral e a escada de matrículas para os cursos serão divulgadas no dia 6 de fevereiro. O Ceprolin fica na Av. Rio Grande do Norte nº 450, no bairro Indaiá. Mais informações pelos telefones (12) 3888-3888 e 3888-2774. Participe. (Fonte: PMC)

Presidente do Cepam vem a Caraguá agradecer a recepção às crianças do “Interior na Praia”
O prefeito Aguilar recebe a visita do presidente do CEPAM nesta segunda-feira 23. Renato Amary vem à cidade agradecer pela acolhida às crianças de diversos municípios, hospedadas durante o programa Interior na Praia

Caraguatatuba - O programa Caravanas do Conhecimento – Interior na Praia está em sua segunda semana, e finaliza com a vinda das últimas delegações, que permanecerão em Caraguatatuba de 23 a 27 de janeiro, nas EMEFs dos bairros Barranco Alto e Porto Novo. Este trabalho, coordenado pelo Governo do Estado por meio do CEPAM – Centro de Estudos e Pesquisas em Administração Municipal, foi recebido pela terceira vez em Caraguá, com o apoio da Prefeitura Municipal, representada pela Secretaria de Educação.
Somente na cidade, até o final do programa terão sido hospedados 840 visitantes, incluindo monitores, policiais, motoristas e centenas de crianças que pela primeira vez têm a oportunidade de conhecer de perto o mar. Para quem pensa que esses estudantes de 9 a 11 anos passam o dia todo na praia, a grande surpresa fica por conta da programação especial preparada especialmente para os visitantes, que inclui passeios ao parque de diversões, museu, tenda do projeto DiverCidade, na praia do Centro, onde são apresentados teatros infantis, além da recreação e sessões de cinema nos alojamentos.
Por tudo isso, o presidente do CEPAM, Renato Amary vem a Caraguatatuba nesta segunda-feira 23, às 16h, onde será recebido pelo prefeito José Pereira de Aguilar, no gabinete, para a entrega de uma homenagem, como forma de agradecimento pela hospedagem.
De acordo com a Assessoria de Comunicação do CEPAM, em 2006, o programa Caravanas do Conhecimento – Interior na Praia atingiu um número recorde tanto de municípios visitantes quanto de cidades hospedeiras: 177 municípios acolheram quase 9 mil estudantes. Na última semana, Caraguatatuba recebe as delegações das cidades de Balbinos, Mogi Mirim, Jaboticabal, Joanópolis, Guarantã e Serra Azul. (Fonte: PMC)

Charlie Brown é a próxima atração do Caraguá Music Festival
Do rock ao axé, do sertanejo ao pagode, Caraguatatuba tem nesta semana a mais eclética agenda de shows do Litoral Norte paulista, que começa com Charlie Brown.

Caraguatatuba - A programação do Caraguá Music Festival será aberta o show de rock in roll da banda santista Charlie Brown Júnior, que se apresenta nesta quinta-feira, 19. Na seqüência, dia 20, o axé tomará conta do público com o grupo AraKetu. No sábado, dia 21, a magia sertaneja toma conta da praça de eventos com a dupla Gian e Giovani. Para encerrar a semana, no domingo, dia 22, todo o público sambará com o grupo Revelação e seu pagode de mesa tipicamente carioca.
Todas as pessoas que comprarem ingresso para o show do Araketu, podem pagar mais R$ 5,00 (cinco reais) para terem acesso livre ao show do Grupo Revelação.
A Friends Eventos, em parceria com a  Secretaria Municipal de Turismo, vem promovendo desde o início do Projeto Verão 2006 de Caraguatatuba, uma agenda com mais de 30 bandas. Os shows vem acontecendo na cidade desde o dia 29 de dezembro de 2005 e vão até o dia 29 de janeiro. A programação diversificada agrada os mais diversos gostos musicais com shows de rock, hip hop, axé, forró, reggae, samba, pagode, sertanejo, pop-rock e outros. (Fonte: PMC)

Bingo e solidariedade em Caraguá
Além do bingo beneficente realizado na terça-feira, 17, o DiverCidade está divulgando os produtos do projeto “Feito aqui: feito por nós”, como bolsas, cintos, porta-jóias, cangas, lingeries, bonecas, que sãovendidos a preços acessíveis.

Caraguatatuba - O projeto “Caraguá DiverCidade” também é um espaço para a solidariedade. Na terça-feira, dia 17, a Associação de Combate ao Câncer de Caraguatatuba (ACCC) promoveu um bingo beneficente em parceria com a Prefeitura de Caraguá e o Fundo Social de Solidariedade. Participaram em torno de 300 pessoas. Foram sorteados diversos prêmios entre bicicletas, video-game, rádio, quadros e muitos outros. A Arrecadação de R$ 2.203 mil, terá 60% destinados aos pacientes da ACCC e 40% ao Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba. O Prefeito José Pereira de Aguilar, um dos incentivadores do evento em prol da ACCC, doou as bicicletas e compareçeu ao Bingo, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Social, Rosângela Leite Carrijo de Aguilar.
Alguns participantes do bingo ganharam ingressos para o show do grupo Demônios da Garoa, que acontece no dia 24 de janeiro, no palco do Caraguá DiverCidade. Os sortudos receberam o prêmio das mãos do prefeito Aguilar, para o show que será aberto apenas para maiores de 55 anos. Outra atração do Caraguá DiverCidade também tem cunho social: a exposição dos trabalhos do projeto de geração “Feito Aqui: feito por nós”, do Núcleo Integrado de Atendimento Social. Produtos como bolsas, cintos, porta-jóias, cangas, lingeries, bonecas e outros, podem ser adquiridos a preços acessíveis. A presidente da ACCC, Carmelinda Silva Carlota, agradeceu a colaboração de todos e disse que serão realizados outros bingos em bairros da cidade, para que toda a comunidade possa colaborar.  A ACCC tem atualmente 87 pacientes cadastrados e que necessitam de medicamentos, alimentos diferenciados e apoio financeiro para diversas finalidades. “Além desses eventos, a ACCC também conta com a ajuda dos associados que colaboram com mensalidades de R$ 5,00 ou mais, dependendo da disponibilidade de cada um”. Quem quiser coloborar deve entrar em contato com a Associação, pelo telefone 3881-2556 ou na própria sede, à Avenida Maranhão, 107, Jd. Primavera, Caraguatatuba. (Fonte: PMC)
 
Notícias de Ilhabela Topo

Vulcano Portal da Palmeira

Comércio de Ilhabela comemora aumento do movimento de verão

Ilhabela - Comerciantes e empresários de Ilhabela comemoram a ótima atuação na rede hoteleira e no comércio na primeira quinzena do ano. O sol intenso e muito calor promoveram uma onda de turistas na cidade. Com isso, os hotéis e pousadas mantiveram altos índices de lotação, de quase 100% na 1ª quinzena de janeiro.
A informação foi dada pelo presidente da Associação de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Ilhabela (AHBRI), Murillo Grillo Sarti. A expectativa é também positiva para a segunda quinzena de janeiro. “Estamos com 80% de lotação neste período”, sa-lienta Murillo.
Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Ilhabela (ACEI), Marcelo Carlos, a grande estrela deste verão é o sol. “Nesta temporada o sol tem sido o garoto propaganda”, comemora. Além, de o sol ter sido fator determinante para o sucesso deste verão, ele destaca outras ações, conjuntas com a Prefeitura, que resultaram em divulgação positiva para a cidade.
De acordo com ele, foi um conjunto de ações que colocam Ilhabela entre as cidades do Litoral Norte mais procuradas neste verão. Ele cita a participação em feiras, nacional e internacional. “Ilhabela foi muito bem divulgada, tanto na mídia especializada como na de entretenimento”.
As paradas de navios também são mencionadas. Segundo ele explica, o turista do cruzeiro passa na cidade apenas poucas horas e isto desperta a vontade de conhecer a cidade. “Como ele (turista) é bem recebido e gosta da qualidade do turismo oferecido, deseja voltar para conhecer melhor a cidade”. O fato é confirmado pela pesquisa da Secretaria de Fomento e Turismo, realizada ano passado, em que aponta o desejo de 90% dos turistas dos cruzeiros voltarem à cidade. “A viagem de navio funciona como uma amostra grátis do produto Ilhabela”. E destaca: “Aliada à qualidade do turismo”. Outro detalhe seriam os eventos organizados em parceira com a Prefeitura e Sebrae durante o ano, que têm por objetivo chamar a atenção do turista para outras atrações turísticas fora de temporada, como por exemplo a Semana Internacional de Vela e o Festival Gastronômico. A gerente de Comunicação do DPNY Beach Hotel & Vila, Rossane Costa, também concorda que esta temporada está se beneficiando com o sol e calor. “O hotel - recém inaugurado - está lotado até o final de fevereiro”.  Para o proprietário dos Chalés Xibayka, Edison Marciani, o tempo ajuda mas ele discorda da opinião de Marcelo, de que o sol seria o fator determinante do sucesso desta temporada. Apesar de estar com a lotação completa até fevereiro, Edison atribui o bom movimento não somente ao tempo bom, mas também a um trabalho de divulgação própria. De acordo com ele, na alta temporada não há preocupação dos comerciantes quanto ao turismo na cidade. “A alta temporada coincide com as férias escolares e com o verão. Portanto, a procura é alta”, destaca. Edison afirma que, sendo associado da ACEI, espera que além da divulgação da cidade em feiras e eventos, que seja feito um trabalho a longo prazo, para a baixa temporada.”A alta temporada não preocupa o comerciante e empresário, porém a baixa sim”, salienta. “Problemas como fila na balsa na entrada da cidade, construções de pousadas e casas na orla marítima e saneamento básico devem ser solucionados para que o turismo em Ilhabela perdure, já que os atrativos são as praias e as cachoeiras”, finaliza. (Fonte: Imprensa Livre)
 

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Superchic

Ex-prefeito vê 'terror' no governo

São Sebastião - O ex-prefeito de São Sebastião Paulo Julião (PSDB) disse que não conseguiu identificar nenhum ponto positivo no primeiro ano da administração de Juan Pons Garcia (PPS).
"Não vi nenhuma grande obras, apenas aquelas que havíamos planejando com ajuda do governo do Estado."
Julião afirmou que deixou a prefeitura bem estruturada e com apenas R$ 3 milhões em déficit, mas que, em quatro anos, quadruplicou a arrecadação municipal.
Ele afirmou que quando assumiu em 2001 havia um déficit e R$ 10 milhões. "No último ano, fui obrigado a colocar o pé no freio para atender a Lei de Responsabilidade fiscal, cancelei obras e isso acabou custando a minha reeleição", disse.
Segundo ele, a população está desanimada e desencantada com a administração Juan. "O Juan candidato e bem diferente do Juan prefeito", afirmou.
O ex-prefeito disse ainda que pelo fato de Juan agir como um 'imperador', centralizando tudo ao seu redor, os secretários municipais não vêm conseguido demonstrar seus valores.
"Trata-se da república do 'Eu', tudo ele é quem decide e isso não permite que seus secretários possam se destacar", disse.
Julião afirmou ainda que sente um clima de terror na prefeitura. O atual prefeito, segundo ele, fugindo dos compromissos de campanha, tem perseguido funcionários e até mesmo, retirando benefícios a eles garantidos, pelo Estatuto dos Servidores.
Ele criticou os R$ 7 milhões destinados ao projeto Aquarela, na Educação. "Não trouxe nenhum benefício à secretaria e ao ensino público. É muito dinheiro gasto para nenhum retorno na área", disse.
O ex-prefeito disse que passou 2005 bastante reservado e sem fazer qualquer tipo de oposição ao atual prefeito, mas que este ano, vai agir diferente. "Pretendemos fazer uma oposição consciente e responsável para cobrar mais da atual administração", disse. (Fonte: ValeParaibano)

Juan, 'nota 10', faz planos para reeleição
Prefeito atribui nota máxima ao seu governo em São Sebastião e diz que projeto político é de 8 anos

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Juan Pons Garcia (PPS), considera que seu primeiro ano de mandato alcançou nota máxima em desempenho e avalia que conseguiu colocar a 'casa em ordem' na administração.
"Sem modéstia, foi nota 10", afirma o prefeito, que já faz planos para a reeleição. "Nosso projeto é para oito anos."
Em entrevista exclusiva concedida ao ValeParaibano, Juan critica o antecessor Paulo Julião (PSDB), garante ter transformado a correlação de forças políticas com o Legislativo, acabando com a troca de favores entre vereadores e o Executivo e defende a revisão dos repasses dos royalties da Petrobras ao município.
O prefeito desdenha ainda da divulgação da instalação da base de gás da Petrobras na vizinha Caraguatatuba. "Ainda não vi nenhum documento oficial que dissesse isso."
Leia a seguir os principais trechos da entrevista.
ValeParaibano- Como o senhor avalia o primeiro ano de seu governo?
Juan Manoel Pons Garcia- É como eu tenho declarado várias vezes por aí. O primeiro ano era um ano que a gente tinha a nítida impressão que teria muitas dificuldades, porque a casa estava totalmente desfigurada, desde a questão de suprimentos até a questão de pessoal, financeiramente, a parte de máquinas muito precárias. Mas nós ficamos muito satisfeitos porque nós iniciamos um projeto de contenção de custos. Alguns querem fazer crer que houve excesso de arrecadação, mas demonstro claramente que não houve excesso de arrecadação inercial. O que houve foi um excesso de arrecadação por atividade da secretária da Fazenda, é bastante diferente. Então nós conseguimos no primeiro ano acertar toda a máquina, acertamos toda a parte pessoal, acertamos a parte financeira e temos agora um programação para acerto de toda a parte de infra-estrutura.
Já repusemos uma boa parte da frota, hoje 70% da frota hoje é de carro zero, da prefeitura. Este vamos recomeçar a troca da frota pesada, caminhões, máquinas e mais uma parte da frota leve. Para um primeiro ano, olhando para a máquina administrativa acho que fomos muito bem.
VP- Como o senhor assumiu a prefeitura? Tinha recursos em caixa...
Juan- Assumimos a prefeitura com R$ 45 milhões em dívidas, de longo, curto e médio prazos. A curto prazo, cerca de R$ 17 milhões. A dívida restante já vinha se arrastando há alguns anos. Tivemos algumas surpresas logo no começo. Energia elétrica não se pagava na prefeitura de São Sebastião. Inúmeros processos estavam parados na fiscalização ambiental, obras e sanitária. Não se arrecadava. Uma perda de receita muito grande. Estamos resgatando tudo. O que nós herdamos foi uma dívida monstruosa, uma prefeitura totalmente inadequada, desestruturada. Esse acho que foi o grande trabalho do primeiro ano.
Conseguir fazer a prefeitura se motivar, estimular servidores, produzir, economizar muito e investir como nunca se investiu em um primeiro ano de governo e ainda chegar ao final do ano com cerca de R$ 12 milhões de superávit.
VP- Como o senhor avalia a administração anterior?
Juan- Na minha avaliação não poderia ser diferente, e todos sabem disso. Foi um péssimo adminstrador. Péssimo em todos os sentidos. A postura do ex-prefeito era totalmente inadequada para São Sebastião. Havia uma preocupação extrema em vender algo que não existia. Uma mídia extrema sobre realizações pequeníssimas. Isso está constatado hoje. Estamos abrindo as coisas da prefeitura para que a população possa ver que a saúde, a educação a administração estavam caóticas e o que se fazia era uma mídia enganosa.
VP- O primeiro ano de seu governo não teve grandes obras. O senhor priorizou enxugar a máquina ou faltou dinheiro mesmo?
Juan- Foi ao contrário, não priorizamos foi a divulgação. Fizemos uma economia muito grande com mídia. Eu uso uma frase que diz o seguinte: não faço uma administração para que as pessoas vejam. Estou fazendo uma administração para que as pessoas sintam. Nenhum prefeito fez tantas obras como eu fiz em um primeiro ano de governo. Nenhum fez, em nenhum momento da história de São Sebastião.
VP- O orçamento foi suficiente em 2005?
Juan- O orçamento foi de R$ 185 milhões. Seria suficiente se não tivéssemos que investir no reequipamento da máquina.
VP- Qual a nota que o senhor daria para o primeiro ano?
Juan- Não tenho nenhuma modéstia em dizer que a nossa administração obteve nota 10. Superamos as expectativas. Só posso dar 10 pela coesão, pelo esforço da equipe, pela capacidade de resistir as investidas dos adversários políticos.
VP- O ex-prefeito remodelou o gabinete, construindo uma cascata, que gerou muita polêmica na cidade. O senhor mantém essa regalia...
Juan- Todas as obras físicas feitas no gabinete, pagas com o dinheiro do povo, eu não desfaço, eu não quebro. Eu mantenho a cascta, até mesmo, como um justo símbolo ou uma homenagem ao gasto desnecessário. O gabinete é o mesmo, apesar de achar uma suntuosidade desnecessária. Não tenho como desfazer, vamos usar até o fim.
VP- O senhor elegeu apenas dois vereadores. Hoje, conta com maioria na Câmara. O senhor fez acordos com os vereadores para impedir que a oposição fosse maioria na Câmara?
Juan- Isso é o que mudou. O mundo político quis me tratar como se tratavam os prefeitos em regra geral, na base da troca, do toma lá, dá cá. Eu não aceito isso. Eu quis fazer e faço uma política de convencimento. O que era desconfiança, hoje é crédito e confiança. Eles (os vereadores) perceberam que as nossas intenções são seríssimas. Se nos deixarem trabalhar e fizerem seus trabalhos de vereador, todos ganham, ganham políticamente. Eles perceberam que as obras que eles solicitam, as reivindicações que eles fazem, as indicações, os requerimentos, as propostas para as suas comunidades são rapidamente realizadas.
Eles perceberam que não adianta vir aqui pedir cargos. Nós quebramos alguns vícios. Aqui não se tem mais apadrinhamento, fazemos processo seletivo para todas as instâncias. No primeiro momento tivemos muitas dificulades, as pessoas pediam para arrumar emprego para o primo, para o parente. Nós não adotamos essa política.
VP- O senhor embargou e fechou comércios do seu principal opositor, que era o presidente da Câmara, Wagner Teixeira (PV). Foi represália?
Juan- Tivemos ações nesse sentido contra o vereador Kochan Onno (PTB), o Wagner Teixeira e agora estamos embargando uma obra irregular do vereador José Cardim de Souza (PP). Todos esses processos não se iniciaram em meu governo. Eles vêm de 2002, 2003. Isso vinha tramitando dentro da prefeitura faz tempo. E agora? Se está errado, fecha. Se a legislação vale para todos, porque não vale para vereador?
VP- Repercutiu negativamente a sua recontratação como médico da prefeitura, logo após o senhor assumir a administração. Como o senhor avalia essa atitude?
Juan- Tudo o que eu fizer como prefeito vai haver interpretação para o bem ou para o mal. Eu faço sempre a conduta para o bem. O processo não foi desencadeado no meu governo. Isso começou antes. O que tem na política é muita hipocrisia e eu não sou hipócrita. Acima de ser prefeito, sou um cidadão brasileiro. Eu não posso, como cidadão, deixar de exigir um direito que é meu. Eu tenho um direito legal, estatutário e constitucional e vou lutar até o fim. Tinha outras pessoas nas mesmas condições e apenas eu fui demitido. Existe uma ação do Ministério Público, mas eu continuo lutando pelos meus direitos, como cidadão.
VP- O senhor fez um contrato de dez meses no valor de R$ 7 milhões para o projeto Aquarelas. Houve questionamentos por parte da oposição, que alegou tratar-se apenas de uma consultoria para a secretaria de Educação...
Juan- Trata-se de um projeto importantíssimo que irei renová-lo novamente em abril. É um projeto muito complexo, que, infelizmente, as pessoas não estão enxergando a sua importância.
VP- O senhor preside uma entidade nacional que coordena os municípios que possuem terminais de embarque e desembarque de petróleo e está tentando reduzir os royalties dos municípios de Ilhabela e São Sebastião. Por que?
Juan- A primeira portaria da ANP (Agência Nacional de Petróleo) garantia 60% para o município que sediasse o terminal e 40% destinado aos municípios vizinhos. Hoje, através de uma nova portaria, os municípios sede ficam com 40% e o restante é dividido com os municípios vizinhos. Queremos que a situação volte a ser como era antes. Os municípios-sede são os que mais sofrem com a poluição por óleo. Não queremos tirar nada de ninguém. Não queremos é perder o que nos é de direito. Estamos propondo uma coisa muito lógica. Ilhabela e Caraguá, por exemplo, receberiam valores compatíveis com o que recebem hoje. Os municípios de Bertioga e Cananéia é que receberiam menos. O que Cananéia tem a ver com o terminal da Petrobras em São Sebastião?
VP- O senhor acha que sofreu uma derrota na tentativa de levar a base de gás para o seu município?
Juan- Eu não perdi nada. Eu nunca perdi uma luta política minha. Eu faço o meu papel. O meu papel é dizer à Petrobras que ela causou um dano inestimável ao meu município e que eu tenho que exigir dela que todos os investimentos dela têm que ser feitos em meu município, para recuperar o que lesou aqui. Royalties e ICMS não são favores, são garantidos por lei. Lutamos por uma coisa óbvia. Eu não encontro em papel oficial nenhum a escolha de Caraguatatuba. Eu não encontro isso. Eu não sei onde encontraram, porque eu não encontro. Para mim, a base de gás tem ser em São Sebastião. Como cidadão do Litoral Norte eu digo que ela deve ser no Litoral Norte.
VP- Qual será o posicionamento do senhor nas eleições?
Juan- Todos aqueles que nos visitarem e que aqui quiserem colocar suas candidaturas serão bem-vindos. Eu, particularmente, tenho preferências por alguns candidatos que colaboraram muito com São Sebastião. Arnaldo Jardim (PPS), que será candidato a deputado federal, nos ajudo muito no nosso primeiro ano, terá o apoio do prefeito. O Chiquinho Pereira, também do PPS, candidato a deputado estadual. Pretendemos dar apoio a outros candidatos como o Jorge Caruso (PMDB), a deputada Angela Guadagnin (PT)...
VP- O senhor não defende a eleição de um candidato da região. Porque?
Juan- Isso é discurso extremamente inadequado para quem vive no mundo político. O mundo da política implica em você ter múltiplas relações. Não tem como forçar para que todos apóiem um único. Tem que vencer pelo trabalho. O município tem alguns referenciais, com relação a alguns nomes pelo apoio que eles dedicaram ao município.
VP-O senhor pretende disputar a reeleição?
Juan- O nosso projeto prevê a reeleição. Traçamos um projeto para oito anos de governo. Em quatro anos, não será possível fazer tudo o que a cidade necessita. (Fonte: ValeParaibano)

Marinheiro morre após deixar navio

São Sebastião - O marinheiro indonésio Untung Mochamad, 47 anos, morreu ontem após ser resgatado do mar pela lancha do navio de passageiros Melody, do Panamá, para o qual trabalhava.
O cruzeiro Melody estava parado no canal entre São Sebastião e Ilhabela desde o início da tarde de ontem.
Segundo o diário de bordo da embarcação, Mochamad e o marinheiro Samilan, também natural da Indonésia, estariam realizando serviço de limpeza no casco do navio, dentro de um bote, quando teriam caído no mar e desaparecido.
Resgatado com vida, Mochamad morreu a caminho do hospital de Ilhabela.
O motivo da morte estava sendo investigado pela Polícia Federal de São Sebastião. O marinheiro Samilan continuava desaparecido até as 22h30 de ontem.
PROTEÇÃO- Segundo a direção do Melody, que garantiu que os marinheiros vestiam coletes salva-vidas, o motivo da queda teria sido uma terceira embarcação que passara em velocidade pelo local, provocando ondas no mar, que teriam derrubado os marinheiros do bote.
Desde a tarde de ontem, lanchas da Capitania dos Portos de São Sebastião e do navio Melody realizavam buscas no mar. (Fonte: ValeParaibano)

São Sebastião quer assumir gerenciamento de Alcatrazes

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião iniciou estudos jurídicos para tentar assumir o controle do arquipélago de Alcatrazes, santuário ecológico situado a 37 km da costa.
A análise do caso está a cargo da Secretaria de Assuntos Jurídicos, que pleneja encaminhar um pedido formal ao governo federal, já que o Ibama (Instituto Brasileiro de Proteção dos Recursos Naturais Não-Renováveis) detém o poder de explorar o conjunto de ilhas.
"A idéia é de que a União faça a concessão do santuário ao Município. Queremos inclusive explorar o local turisticamente, mas de forma controlada e com muita fiscalização", afirma o prefeito de São Sebastião, Juan Manoel Pons Garcia (PPS).
"Eu não aceito que Alcatrazes seja um território federal, fora do comando da prefeitura. Alcatrazes é um trunfo de São Sebastião. Não aceito esta condição."
De acordo com o prefeito, a mudança no gerenciamento da ilha seria uma forma de eliminar os exercícios de tiro feitos atualmente pela Marinha do Brasil no local.
"Com relação aos tiros da Marinha no arquipélago, eu entendo que isso beira ao cômico. Não tem o menor sentido, em pleno século 21, a Marinha treinando tiro em uma ilha que está a 20 milhas da costa de São Sebastião, num local que deveria ser preservado pela sua importância ambiental." A Marinha voltou a utilizar o arquipélago como alvo para seus exercícios de tiro no final do ano passado depois de um acordo entre os ministérios da Defesa e do Meio Ambiente. O pacto suspendeu um embargo do Ibama que impedia a Marinha de realizar as manobras militares no local. O embargo havia sido imposto em março de 2005, depois que técnicos do Ibama constataram que o incêndio que destruiu parte da ilha principal do arquipélago, em novembro de 2004, foi provocado por uma das bombas lançadas por navios da Marinha durante um dos exercícios.
Juan acredita que a Marinha deveria buscar outra alternativa para os exercícios.
"A Marinha deveria encontrar outra alternativa e deixar Alcatrazes para o município", disse o prefeito. Para o secretário de Cultura e Turismo, Júlio Buzi, o arquipélago seria um grande atrativo para a cidade, que poderia ser explorado inclusive como turismo científico, por meio de pesquisas. A prefeitura informou ontem que dará 'total apoio' ao protesto que está sendo promovido por ONGs (Organização Não Governamentais) ambientais do município contra os exercícios de tiro.
A manifestação está programada para o próximo sábado, às 18h, com saída da Rua da Praia.
PERFIL- Alcatrazes é um arquipélago de cinco ilhas e leva o nome da maior delas, justamente porque a área tem em quantidade o pássaro alcatraz. Apresenta rica fauna e flora, o que lhe dá status de paraíso ecológico. (Fonte: ValeParaibano)

Sondagem aponta que maioria não quer praia sempre iluminada

São Sebastião - Uma pesquisa na página da internet feita pela Sociedade Amigos de Boiçucanga (Soab), bairro da Costa Sul de São Sebastião, até às 17h00 de ontem, apontava que 45,67% dos freqüentadores, que representam 21 votos, não querem que a praia fique iluminada todas as noites.
Reginaldo Pupo/Agência Facto
Das 46 pessoas que votaram na pesquisa, 30,43% (14 votos) são a favor de que iluminação da praia permaneça sempre acesa, 23,91% (11 votos) que volte a ser como era, ou seja, sem iluminação. Ninguém ficou indiferente ao tema.
A enquete foi uma sugestão do presidente do Soab, Diogo Soares, com o objetivo de ouvir a opinião dos moradores, mas acabou se transformando em uma disputa política e gerando ainda mais polêmica.
O delegado sindical da polícia civil, João Batista Nunes Marques, conhecido como João Bombeiro, morador de Boiçucanga desde 1977, indignado com a possibilidade de alguém se posicionar contra a iluminação da praia, pediu que o jornal fizesse uma enquete para saber a opinião dos moradores do bairro.
“Posso afirmar que praia escura só interessa a usuários de drogas e marginais que ficavam na praia à noite praticando sexo explicito, fumando maconha, cheirando crack, roubando e furtando os moradores e os turistas que se aventuravam em frequentar a praia no período noturno. Todos tinham medo de ir a praia e ficavam em casa, hoje a praia está sendo frequentada por famílias”, diz.
O morador acusa do presidente da Soab, Diogo Soares, de querer se promover ao criar a pesquisa na internet questionando a iluminação na praia.
“Tem que mostrar serviço porque até a presente data não moveu uma palha e nada fez em favor bairro. Hoje ele é presidente de uma entidade morta, apagada, sem sócios, e a própria diretoria está a favor da iluminação, portanto ele está sozinho, e não tem bagagem para representar e falar em nome dos moradores desse bairro”, afirma.
Outro Lado - O presidente da Soab, Diogo Soares, afirma que não é contra a iluminação da praia, mas ques-tiona se o benefício era prioridade para o bairro. “É a minha primeira experiência dentro da política sebastianense, mas não estou perdido no tempo ou no espaço. Tenho consciência do trabalho daqueles que me antecederam não só na Soab, mas também dentro do município todo”.
De acordo com Soares, seria importante existir uma pesquisa para saber, por exemplo, se existem ações dentro do turismo que com o mesmo valor de investimento poderiam trazer mais turistas para o bairro do que a iluminação da praia.
“Criar um clima de inquietação e de que tudo está errado nunca foi a minha intenção. A minha crítica não é sobre a iluminação em si, que ficará sim instalada, mas como a Prefeitura trata as demandas populares e a perspectiva global do município. Dúvidas e melhorias na iluminação devem aparecer e não é só por causa das críticas. É uma besteira deixar o clima de bem contra o mal dominar”, afirma. (Fonte: Imprensa Livre)

Anunciada regularização de bairros clandestinos em São Sebastião
Projeto precisa de aval da Câmara. Regularização permitirá construção de redes de esgoto e calçamento, entre outros serviços

São Sebastião - O prefeito de São Sebastião, Juan Manoel Pons Garcia (PPS) anunciou na tarde de ontem que pretende regularizar bairros clandestinos no município, especialmente os núcleos congelados existentes na Costa Sul. O anúncio foi feito durante a entrega oficial do programa “Luz para Todos”, realizada nas vilas Barreira (Cambury) e Mosquito e Baiana (Barra do Sahy).
A oficialização dos bairros clandestinos será feita com a criação de “zonas especiais de interesse social”. O prefeito declarou que pretende encaminhar à Câmara Municipal um projeto de lei prevendo a criação das zonas na primeira sessão ordinária do ano, em fevereiro.
Um primeiro passo já teria sido dado com o congelamento de núcleos na Costa Sul. O congelamento possibilitou à Prefeitura firmar um convênio com o governo federal para a implantação do programa “Luz para Todos”. A primeira etapa beneficiará 137 famílias.
“Desta forma poderemos fazer calçamentos, rede de esgoto e os moradores poderão construir em seus lotes legalizados, dentro da lei municipal”, explicou o prefeito, que já enfrentou protesto dos moradores por conta das demolições, feitas pela Prefeitura, de casas que foram construídas irregularmente na Vila Barreira. A mesma notícia ele anunciou em Barra do Sahy, uma hora depois. “Vamos resolver em um ano o que muitas famílias vêm arrastando (os problemas) há 20 anos para conseguir, sem pressões e ataques”.
O programa é coordenado pelo Ministério de Minas e Energia, em parceria com o Governo do Estado, a Prefeitura de São Sebastião e a empresa Bandeirante de Energia, concessionária do setor no município. O prefeito Juan Manoel Pons Garcia (PPS) disse anteriormente que os bairros somente foram beneficiados porque seus moradores cumpriram acordo feito com a Prefeitura, de evitar novas construções em bairros não-legalizados.
Apesar da implantação do programa, ainda existiam ligações clandestinas de energia na Vila Baiana. Ontem, durante ato que oficializou o programa, promovido pela coordenação do Comitê Gestor Estadual, o prefeito reafirmou que o projeto somente foi implantado em função da garantia dos moradores de não construir nos núcleos congelados.
Falando para um pequeno público que compareceu à Vila Barreira debaixo de sol forte (a maioria eram secretários e assessores do governo municipal), ele destacou que houve a necessidade do congelamento “para que seus desejos fossem atendidos”, se referindo aos moradores. “Calar a boca” - Em Barra do Sahy, agora com público bem maior, o prefeito Juan Garcia reforçou o que já havia dito em Cambury. Sem citar nomes, criticou pessoas que ele considerou “descrentes”. Ao lado do deputado estadual Carlinhos Almeida (PT) e sendo observado de fora do palanque pela vereadora joseense Amélia Naomi (PT), Juan mais uma vez reforçou a necessidade de regularizar as áreas clandestinas. “Aos descrentes, pois sempre existem os descrentes, tem de haver a regularização das áreas”.
O presidente da Amovila (Associação dos Moradores da Vila Baiana), José Carlos Ferreira, também disse que “muita gente” não entende o trabalho, sem citar qual seria este trabalho. “As pessoas dizem que é o prefeito que está trazendo (o projeto), mas não vou defendê-lo. Se eu tiver que criticar, criticarei, mas isso não aconteceria se não fosse o trabalho dele (do prefeito)”, afirmou. O evento foi localizado na entrada da Vila Baiana, de frente para um córrego por onde corria esgoto a céu aberto, que liberava forte odor.
Edson Neves, representante da Bandeirante Energia, apontou para as ligações clandestinas, vistas do alto do palanque, e disse que elas são “inseguras”. “A partir de agora isso não irá mais existir. Agora vamos oferecer (às famílias) o direito delas terem o direito da cidadania. Com as contas de energia, agora elas poderão provar que têm endereço fixo”.
“Tenho alguns anos para calar a boca dos descrentes. Muitos não tiveram inteligência suficiente para entender o projeto. Não duvidem de mim, é um cabra macho que está aqui”, finalizou Juan.
Programa pretende atender 20 milhões de pessoas até 2008
O coordenador estadual do programa “Luz para Todos” no Estado de São Paulo, Fernando Seles, disse que ainda existem mais 35 núcleos congelados em São Sebastião que passarão a serem beneficiados com a instalação de energia elétrica. “São cerca de três mil famílias”, calcula.
Ele explicou que o atendimento a esses núcleos tem de ser rápido. “A subvenção do governo federal é para poucos meses.
O deputado estadual Carlinhos Almeida destacou que o presidente Lula foi o criador do programa. “Ele elegeu como prioridade a instalação de energia à população carente, e de graça”. Segundo o deputado, Lula é “perseguido” por criar programas de cunho social.
A primeira etapa do programa, em São Sebastião, consiste na ligação da energia elétrica até os domicílios, gratuitamente, incluindo a instalação do “padrão” de entrada, de três pontos de luz e de duas tomadas nas residências que ainda não possuem. De acordo com Pedro Iacovino, representante da Bandeirante Energia, a meta é providenciar a ligação em cerca de 4,5 mil propriedades nos 28 municípios em que atua (Vale do Paraíba, Litoral Norte e Alto Tietê).
Os outros núcleos que ainda não foram beneficiados pelo programa somente receberão a energia após um cadastro na prefeitura. De acordo com a empresa, o “Luz para Todos” foi criado com o objetivo de acabar com a exclusão elétrica nas áreas rurais do país, atendendo cerca de 12 milhões de pessoas até 2008, com investimento estimado em R$ 7,4 bilhões.
A Bandeirante Energia já ligou cerca de 2,6 mil domicílios rurais em sua área de atuação no Estado, beneficiando cerca de 10 mil pessoas.
No Litoral Norte, São Sebastião é a primeira beneficiada do programa. Com o “Luz para Todos”, o governo espera antecipar em sete anos a universalização da energia elétrica no Brasil, seguindo as metas do cronograma de atendimento. Pela legislação atual, as concessionárias de energia teriam prazo até dezembro de 2015 para eletrificar os domicílios sem acesso à energia no país. (Fonte: Imprensa Livre)

Sérgio Rabello realiza espetáculo em São Sebastião

São Sebastião - O espetáculo ‘Recital de Humor’, de Sérgio Rabello, que será apresentado no próximo dia 20, no Teatro Municipal, às 21 horas, promete divertir o público. O monólogo, com o slogan “Riso garantido ou o seu mau humor de volta”, já recebeu o prêmio “Top de Qualidade” como melhor espetáculo de humor e lotou todos os locais em que passou nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.
O espetáculo apresenta números originais cujos títulos já fazem prever momentos de muito riso como: "Político Brasileiro; É Primário Ou É Reincidente?"; "Só Escapa Da Receita Quem Não Tem Nenhuma Receita"; "Tour Econômico - 19 Países Em 11 Dias"; entre muitos outros.
Sérgio Rabello não é um mero contador de piadas muito menos um imitador. Seu trabalho é um humor baseado na criatividade e na originalidade. O humorista já realizou cinco temporadas de sucesso com os shows “O humor de Sergio Rabello”, “Concerto Desconcertante”, “Fora do sério”, “Quem é vivo sempre desaparece” e “O prazer é todo seu”. (Fonte: PMSS)

São Sebastião ganha mais um Patrimônio Histórico

São Sebastião - A Prefeitura de São Sebastião entregou nesta terça-feira, 17, para a Associação de Proteção e Assistência à Maternidade e Infância (APAMI), o decreto 3297/05, que torna o painel de azulejo ilustrado com a imagem de Nossa Senhora amamentando o menino Jesus, da Apami de importância histórica, portanto patrimônio da cidade.
A entrega foi feita pela presidente do Fundo Social de Solidariedade, Rosa Maria Mota e pelo prefeito de São Sebastião, Dr. Juan Garcia.
Segundo a presidente do Fundo Social, o painel que existe desde a fundação da entidade, 1951, faz parte da história do Município. “Sempre que eu passava e ficava olhando, pensava numa forma de conservá-la para que ela nunca fosse danificada ou destruída”.
O decreto sancionado pelo executivo, dispõe sobre a preservação do painel, de importância histórica, que também é um marco da atuação da comunidade da APAMI.
A diretora de departamento do Patrimônio Histórico, Fernanda Palumbo, explica que com o decreto, em caso da necessidade do painel ser restaurado, a Prefeitura poderá colaborar. “Caso a entidade APAMI mude de imóvel, o painel pode ir junto, só a arte não pode ser alterada”. O decreto foi sancionado no dia 14 de dezembro de 2005, quando a entidade completou 54 anos. (Fonte: PMSS)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes Posto Ipiranga

“Fui chutado”, diz Paulo “Sri”, ex-secretário do meio ambiente.

Ubatuba - O engenheiro agrônomo Paulo Roberto Pires, deixou o cargo de secretário do meio ambiente da prefeitura de Ubatuba, no ultimo dia 12, em clima de confronto com a atual administração.
A primeira informação divulgada pela prefeitura foi que o ex-secretário teria apresentado um pedido de demissão. No dia seguinte, em nota oficial, a assessoria de imprensa apresentou uma nova versão para o fato. Pires teria sido exonerado.
Na tarde de ontem, em entrevista exclusiva ao Jornal Imprensa Livre, Paulo Roberto Pires, mais conhecido como “Sri”, esclareceu sobre os motivos que levaram a sua saída as Secretaria do Meio Ambiente. “O que aconteceu foi que levei um “pé na bunda”. Fui chutado porque não gosto de fazer as coisas erradas”. Disse.
O ex-secretário afirma que a administração pública tentou enganar os órgãos Estadual e Federal quando apresentou um laudo apontado que uma amendoeira estaria doente e causando problemas à população.
“O Condephat, o Ibama, a Policia Ambiental, todo mundo foi tapeado, inclusive eu. Pegaram um sujeito que não é nem da prefeitura, sequer é contratado para fazer um laudo esdrúxulo, onde afirma que tem uma amendoeira doente causando problemas à população.
Depois manda replantar em outro lugar. Isso é palhaçada!” acusa.
De acordo com ele, o conflito que levou a sua exoneração do cargo teve inicio quando a administração tentou passar a responsabilidade pelo corte da árvore para que a equipe da Secretaria do meio Ambiente. “Se fez a palhaçada, assume. Não vem colocar a culpa em mim e na minha equipe. Eles tinham que ter uma licença que nem eu nem o órgão publico demos. Esses são os motivos da minha bronca pessoal com a história” conta.
O ex-secretário explica que foi convidado a trabalhar na Prefeitura devido a sua prática e experiência adquiridas em trabalhos realizados em ONGs (Organizações Não Governamentais) na área ambiental.
“Nas gestões anteriores, a Prefeitura sempre teve uma prática, por conta de uma cultura daqui, de fazer tudo errado na área ambiental. E a idéia era de nós modificarmos esse comportamento. Afinal, foi o pedido de campanha do Prefeito, sendo exatamente o que fizemos”, afirma.
Sri diz que a sua exoneração foi uma tentativa de “tapar o sol com a peneira”.
“A minha função junto com a minha equipe é dar subsídios técnicos. Mostramos o que deveria ser feito em relação às obras, principalmente da feira hippie e da amendoeira, mas quem toma as decisões políticas é o Prefeito. Se ele escolher um lado ou o outro, o problema é dele. Ele que assuma isso politicamente”, diz.
O ex-secretário conta que, quando assumiu a Secretaria do Meio Ambiente, em janeiro de 2005, havia mais de 500 processos tramitando na Justiça, sendo a maior parte movido pelo Ministério Público.
“Era um monte de encrenca porque a Prefeitura tinha esse hábito de fazer tudo errado. Tanto que está como ré de vários processos. Então viemos para consertar, usando as diretrizes ambientais., mas não conseguimos. Para tomar alguma decisão é necessário discutir os assuntos com as pessoas da cidade e não atender apenas este ou aquele grupo desvirtuando todo um processo de planejamento da cidade.”
“Tem tanta coisa para ser feita, que em vez de ficar discutindo assuntos como feirinha hippie e amendoeira, seria melhor explicar o porquê disso ou daquilo e ver de que forma podemos negociar com os órgãos do Estado para fazer tudo direitinho e não, literalmente, tapear os órgãos públicos”, acrescenta.
Outro lado - Segundo o Prefeito Eduardo César a demissão de Paulo Roberto Pires foi devida à “falta de confiança por parte do secretário”.
“Paulo é uma pessoa que eu respeito muito, acho um ótimo profissional, um incansável batalhador e defensor do meio ambiente em Ubatuba. Trabalhou conosco durante um ano, mas é muito importante a confiança ser mútua entre o prefeito e seu secretário. A partir do momento que o secretário não tem plena confiança em mim ele não pode mais ficar na minha equipe”, diz o Prefeito.
Eduardo César ressalta que a secretaria continua funcionado normalmente, que dela não saiu mais nenhuma pessoa e diz ainda que não enganou ninguém. “Eu não “tapeei” ninguém. O Condephat não é formado por 20 crianças e sim por 20 conselheiros. Os outros órgãos citados são de pessoas extremamente capazes e responsáveis. Todas sabem muito bem o que estão fazendo e o que estamos fazendo. Se o secretário afirma que houve “tapeações” que entrem na justiça”.
Em relação à amendoeira o prefeito é enfático: “O engenheiro florestal que fez o laudo é contratado sim. Quero acreditar que o senhor Paulo esteja desinformado, pois caso contrário, ele está agindo de má fé. Uma pessoa que era da minha extrema confiança até ontem, hoje está falando tantas mentiras...A árvore não foi retirada por motivo de doença e sim porque a obra precisa acontecer. A árvore não era tradicional ou centenária. Era uma amendoeira. Tenho plena convicção que não estou fazendo nada que seja errado ou irregular.", garante Eduardo César. - Cristiane Zarpelão (Fonte: Imprensa Livre)

200 pessoas acompanham audiência

Ubatuba - A Prefeitura de Ubatuba apresentou ontem, em audiência pública, proposta de urbanização da orla da Praia Grande. Cerca de 200 pessoas acompanharam a reunião.
O projeto foi discutido com a população, na Câmara, e prevê construção de calçadão, lojas de artesanato, entre outros.
Também está prevista a implantação de duas novas pistas na Rio-Santos e a construção de um túnel entre as praias Grande e Toninhas.
O ponto mais polêmico do projeto foi a permanência dos 29 quiosques que hoje existem na Praia Grande, que podem ser reduzidos.
Segundo Clingel Frota, da Secretaria de Assuntos Jurídicos, a permanência dos quiosques não está prevista no projeto, pois o tema está sendo discutido pelo Ministério Público. Frota informou que o projeto deve custar de R$ 20 a R$ 25 milhões. (Fonte: ValeParaibano)

Motoboy é preso com maconha

Ubatuba - O motoboy Marcos Roberto Ferreira, 28 anos, foi preso em flagrante na madrugada de anteontem na rodovia Oswaldo Cruz, na altura de Ubatuba, com aproximadamente 1,5 kg de maconha. A prisão aconteceu às 23h30 no km 80 durante blitz da Polícia Rodoviária Estadual.
Ferreira seguia para Ubatuba e foi parado pelos policiais. Durante revista na mochila do motoboy, os policiais encontraram os tabletes e tijolos de maconha. O suspeito é de Taubaté, mas morava em Pindamonhangaba. Segundo a polícia, Ferreira disse que iria entregar a droga para um traficante de Ubatuba para pagar uma dívida.
O caso foi registrado no Distrito Policial de Ubatuba e o motoboy foi indiciado por tráfico de entorpecentes. De acordo com a Polícia Civil, Ferreira foi encaminhado ontem para a Cadeia Pública de São Sebastião.
"Vai haver uma investigação, com certeza. Vamos tentar identificar se existe um esquema", disse o delegado do Setor de Investigações, Wagner Bassi Júnior. A polícia não soube informar se o motoboy tinha passagem criminal.
SÃO JOSÉ - Na noite de terça-feira, policiais militares do 1º BPM-I (Batalhão de Polícia Militar do Interior) prenderam três suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas na Vila Maria, bairro da região central de São José dos Campos. Com eles foi apreendido crack e maconha.
Os suspeitos foram detidos na rua Minas Gerais durante patrulhamento de rotina, os policiais viram o suspeito R.S. sair de um sobrado em construção. Dentro da construção foram encontrados dois outros suspeitos. Os três foram levados para o Plantão Centro.
 (Fonte: ValeParaibano)

Projeto Verão, Criando Cidadão se encerra em fevereiro

Ubatuba - Termina no próximo dia 4 o “Projeto Verão, Criando Cidadão”, promovido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Ubatuba, em parceria com diversas secretarias da Prefeitura e entidades municipais.
O objetivo do projeto é tirar crianças e adolescentes de situações de risco, evitando que elas perambulem pelas ruas, guardando veículos ou exercendo outra atividade de trabalho irregular, cumprindo-se assim o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).
Atualmente, mais de 70 crianças, de 7 a 17 anos, participam do projeto durante todos os dias da semana, com atividades que envolvem esporte, música, teatro e recreação. Segundo a presidente do CMDCA, Sônia Bonfim, a intenção do conselho é não permitir que as crianças voltem para as ruas.
“Para isso, nós estamos batalhando para firmar parcerias e convênios que permitam encaminhar os menores para atividades que durem o ano todo”. A verba utilizada hoje para realizar o projeto Verão é proveniente do Fundo Municipal, mas Sônia explica que as pessoas podem destinar parte do seu Imposto de Renda ao Conselho, com o objetivo de ampliar o atendimento e atender as crianças durante o ano.
Para colaborar - Qualquer pessoa física ou jurídica pode colaborar com o Fundo Municipal. As destinações podem ser feitas junto ao Banco do Brasil, agência 2748-0, conta corrente 8726-2. Pessoas físicas podem destinar 1% enquanto pessoas jurídicas podem encaminhar até 6% do imposto devido. O CMDCA realiza reuniões todas as sextas-feiras, das 8:30 às 11h, na Casa dos Conselhos.
Um disque-denúncia foi criado, para que a população possa ajudar a tirar as crianças das ruas em Ubatuba. O telefone (12) 3832-4186 atende de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 18h00. Após esse horário e nos fins de semana e feriados o disque-denúncia atende através do telefone (12) 9793-8256. (Fonte: Imprensa Livre)

Comer bem, gastando menos

Ubatuba - A Associação Comercial de Ubatuba enviou no ultimo dia 12 um oficio para o diretor local do SESI Taubaté, Antonio Jorge Filho, com o intuito de trazer a Unidade Móvel do Programa do SESI - Alimente-se bem com R$1,00, para a cidade. Segundo o presidente da Associação Comercial de Ubatuba, Ahmad Khalil Barakat, a intenção é atender a bairros carentes.
“O intuito é mostrar que se pode comer bem gastando menos. Com partes normalmente desprezadas de alimentos, como cascas, talos e folhas, podem ser feitos muitos pratos nutritivos”, aponta. A previsão da chegada da Unidade Móvel é entre os meses de abril e maio. (Fonte: Imprensa Livre)

Base Operacional de Grupamento Aéreo é tema de debate do Conseg

Ubatuba - O Conselho Comunitário de Segurança do município discutiu na manhã de terça-feira a implantação da Base Operacional do Grupamento Aéreo da Polícia Militar em Ubatuba e a devida homologação para uma base fixa no município.
Entre os assuntos abordados, adequação de espaço de pouso, manobra e guarda do helicóptero Águia da PM junto ao Aeroporto Gastão Madeira, para que facilite os trabalhos de resgate e salvamento e outras operações necessárias. Militares da Aeronáutica realizaram um estudo prévio do local em relação às mudanças pretendidas.
A Polícia Rodoviária possui em São José dos Campos uma aeronave de resgate e salvamento que, se houver um local adequado, poderá atuar também em Ubatuba nas épocas de temporada e feriados
Segundo o policial militar Alessandro Luiz Morau, a adequação é possível. “Basta agora a coleta de dados mais específicos para o término dos estudos”, diz Morau.
Segundo o gerente executivo da ACIU, Célio Moraes Stefani, a instalação da base operacional em Ubatuba é benéfica para todo o Litoral Norte. “Servirá de ponto de apoio para a Polícia Militar, Civil, Ambiental, Rodoviária Estadual e Federal, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, auxiliando em resgates de afogamentos, acidentes marítimos ou terrestres, alagamentos, assistência médica, ações preventivas e ostensivas contra a criminalidade, podendo viabilizar, no futuro, a vinda de uma aeronave para ficar aqui em definitivo”, explicou.
O vereador Charles Medeiros acredita na importância do projeto para a cidade. “Para se tornar realidade tem que existir a soma de esforços. Acredito que será uma benfeitoria considerável à nossa comunidade, principalmente por nossa cidade ser turística”, afirma o vereador.
 (Fonte: Imprensa Livre)

Projeto da urbanização da Praia Grande de Ubatuba será apresentado hoje.

Ubatuba - A prefeitura de Ubatuba realiza hoje, às 19h30, na Câmara Municipal, a primeira audiência pública para apresentar a proposta do projeto de urbanização da Praia Grande, feita pela Abresi. A proposta da Abresi é investir R$ 20 milhões na praia em troca de publicidade na orla por dez anos.
A construção de calçadão, ciclovias, jardins, pontos de ônibus integrados com bancas de jornais, lojas de artesanato, a implantação de duas novas pistas na rodovia Rio-Santos e a construção de um túnel ligando a Praia Grande à Praia das Toninhas são algumas das obras previstas para a orla. Uma das maiores polemicas que o projeto está gerando é a situação dos quiosques da Praia Grande.
O Presidente da Associação de Proprietários de Quiosques de Ubatuba, Carlos Roberto do Lago, não quer mais tocar nesse assunto por enquanto. “Muito já foi especulado sobre os quiosques. Prefiro deixar nas mãos da justiça, pois tenho certeza que se sensibilizarão e optarão pelo melhor para todos os lados”, disse. - Cristiane Zarpelão (Fonte: Imprensa Livre)

Concluída obra de pavimentação do acesso ao novo Fórum

Ubatuba - Foi concluída na última sexta-feira, 13, a obra de pavimentação da rua Sérgio Lucindo da Silva, no trecho entre o acesso a Rodovia Gov. Mário Covas e o novo Fórum. O trecho de 4.500 m2 recebeu 480 toneladas de CBUQ (Concreto Betuminoso Usinado Quente), aplicado por funcionários da empresa Latina, responsável pelo serviço de aplicação do asfalto. O CBUQ é uma das coberturas asfálticas mais utilizadas em obras de urbanização por reunir as vantagens de alta resistência à água, impermeabilidade e durabilidade.
Antes do asfalto, a área recebeu 600 m3 de brita graduada, 1.300 metros de guias e sarjetas e 7 aduelas, que aumentaram a vazão da galeria de águas pluviais em 300 por cento.
A pavimentação desse trecho é apenas uma das obras que vem sendo executadas no bairro da Estufa.
Outra obra acontece no trecho que engloba parte da praça Maracanã, avenida São Paulo, rua Jabaquara e rua Santa Cruz, até a rua Fluminense, totalizando 9.300 m2 de pavimentação. A drenagem da avenida São Paulo será a céu aberto. Um canteiro central rebaixado fará a separação das duas pistas e servirá para o escoamento das águas pluviais. No restante do trecho serão utilizados 800 tubos para a drenagem. Essa obra faz parte de um convênio com o DADE (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias).
Para o prefeito Eduardo César as obras no bairro são reivindicações antigas dos moradores. “O bairro da Estufa está em constante expansão e a prefeitura acompanha esse crescimento, efetuando as obras necessárias”, disse o prefeito. (Fonte: PMU)

Agricultores terão diversos cursos em 2006

Ubatuba - A Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento está programando diversos cursos para agricultores amadores e profissionais ubatubenses durante todo o ano de 2006. Os cursos serão oferecidos, tanto para pessoas leigas, que têm interesse em cultivar hortaliças em suas próprias casas, realizar hortas comunitárias, quanto para profissionais que desejam aprimorar as técnicas de manejo do solo, de forma sustentável e ecológica. A previsão para início das atividades é para o próximo mês, fevereiro. Todos os cursos são gratuitos.
Hortas Caseiras - A modalidade do curso de Hortas Caseiras teve início no ano passado com as hortas suspensas, que fizeram grande sucesso na comunidade. Trata-se de uma horta que pode ser cultivada em qualquer lugar, em uma estrutura de bambu, com as hortaliças plantadas em garrafas pet. Na versão de 2006, serão passadas informações para plantio no chão, indicado para casas com quintal. Associações de Bairro, escolas e agrupamentos que tenham interesse em realizar hortas comunitárias também podem solicitar o curso para ser ministrado na própria localidade. O curso tem o respaldo de uma nutricionista, que fala sobre questões relacionadas à saúde humana e alimentação saudável. Sob o aspecto agronômico serão passadas dicas sobre preparo da terra, nutrição das plantas, formas de plantio, hortaliças mais recomendadas e agricultura orgânica.
Manejo Ecológico dos Solos Tropicais - O curso de Manejo Ecológico dos Solos Tropicais é direcionado para agricultores profissionais, mas está aberto para qualquer pessoa que quiser participar. Ele está relacionado à melhor forma de se tratar o solo, levando em consideração o clima e o tipo de solo, respeitando assim, a natureza local. O engenheiro agrônomo da Smapa, Christian Bacci explica que muitas técnicas utilizadas atualmente são importadas de lugares frios. “Venenos e máquinas comumente utilizados aqui não condizem com a alta umidade e o nível de insolação da nossa região. Tratamentos incompatíveis matam a biodiversidade e empobrecem o solo. Nosso objetivo é mostrar que existem alternativas simples e eficientes para se praticar uma agricultura ideal e adaptada à nossa realidade.”
Durante esse curso, serão passadas questões teóricas e históricas, de forma participativa, utilizando discussões e exemplos práticos. Christian explica que manter o sistema orgânico vivo e a biodiversidade interagindo com as raízes das plantas é um fator importante para se cultivar plantas saudáveis.
Biofertilizantes - O curso sobre biofertilizantes será o segundo módulo do curso anterior. Ele engloba informações mais específicas, dando alternativas para os produtores em seus problemas específicos. Segundo Bacci, muitas vezes, antes de remediar, ou seja, jogar pesticidas nas plantas e no solo para combater determinada praga, o produtor não pergunta o porquê do desequilíbrio. “Nesse curso, nós vamos abordar formas de melhoria e manutenção da saúde do solo, através do uso de compostagem, vamos passar receitas práticas e banhos para as sementes, além de tirar dúvidas dos produtores.”
Agricultura sustentável - A Smapa está propondo levar informações a comunidades que têm a agricultura como fonte de renda, tais como o Camburi, Fazenda da Caixa, Ubatumirim e Maranduba. O objetivo é levar o conhecimento teórico e criar um elo com a prática já desenvolvida pelos produtores. Ubatuba é a cidade do Litoral Norte que tem a produção agrícola mais ativa e, por essa razão, segundo a secretária de agricultura, Valéria Gelli, a prefeitura está buscando proporcionar aos agricultores embasamento e capacitação que proporcionem a eles produções sustentáveis e ecológicas. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 3833-3500 (Fonte: PMU)

Projeto melhora postura e auto-estima de alunos da rede municipal de ensino
Projeto EROI completa um ano e equipe já comemora resultados positivos

Ubatuba - O projeto EROI - Educação Resgatando Oportunidades Inclusivas - da Secretaria de Educação de Ubatuba, inicia 2006 comemorando as conquistas do seu primeiro ano de implantação. Com o objetivo de oferecer oportunidade de inclusão para crianças e adolescentes que tenham atividades restritas ou sofram de algum tipo de limitação para a prática de esportes, o projeto EROI atende crianças obesas, com desvio de coluna vertebral, dificuldades de coordenação, deficiência visual, auditiva, dislexia e alunos de Salas Especiais.
Praticando exclusivamente atividades aquáticas como natação adaptada, hidroginástica, hidroterapia e recreação, associados a exercícios de respiração, alongamento e ginástica postural, o projeto visa proporcionar melhora do estado físico geral do aluno.
Para o desenvolvimento do projeto EROI foi criada uma equipe composta por um professor de Educação Física com habilitação em Fisioterapia e um professor de Educação Física com experiência em atividades aquáticas.
O professor Nei Barros, um dos coordenadores do EROI ao lado do professor Benedito de Almeida Fº, fala dos resultados obtidos no primeiro ano do projeto. “Muitos dos participantes perderam a vergonha que sentiam em relação aos seus casos específicos. Com isso houve melhoria nas relações sócio-afetivas, fato muito importante nessa idade”, informa Nei. “Alguns dos participantes do projeto alcançaram desempenhos tão bons que participam de competições regulares de natação, embora o objetivo não seja a formação de atletas”, completa o professor.
O projeto EROI iniciou suas atividades atendendo 102 alunos e no final de 2005 chegou a atender 350 crianças e adolescentes de Ubatuba. O número de atendimentos será ampliado em 2006. “Vamos atender o maior número possível de crianças, sem perder a qualidade dos atendimentos, que continuarão personalizados”, garante Nei. (Fonte: PMU)

Estação Elektro abre as portas em Ubatuba
Mostra apresenta de forma lúdica todas as formas da energia

Ubatuba - A Elektro deu início nesta quarta-feira, 18, em Ubatuba, às atividades do projeto “Estação Elektro”, um projeto tem como objetivos despertar nas crianças o interesse científico pela eletricidade e ensinar medidas de segurança. Presentes à abertura do evento, Willelm Guilherme, gerente da Elektro em Ubatuba, Silvana Niel, chefe de gabinete da Prefeitura de Ubatuba, Patrícia Pereira, secretária de Educação, vereador Charles Medeiros, entre outras autoridades.
Composta por uma carreta-laboratório, onde monitores explicam a utilização correta da eletricidade a Estação Elektro apresenta várias atividades interativas mostrando a história da eletricidade e sua importância, uma tenda onde é exibido um filme e um espaço onde são ensinadas normas de segurança. Silvana Niel, que representou o prefeito durante a abertura do Estação, manifestou o desejo que mais eventos da empresa sejam trazidos à Ubatuba. “Espero que essa parceria possa resultar em outros eventos durante o ano. Ubatuba vai colaborar em tudo o que for necessário para que mais pessoas possam ter contato com uma exposição tão interessante como essa”, disse.
A secretária de Educação Patrícia Pereira, também demonstrou interesse em apresentar as experiências com eletricidade aos alunos da rede escolar de Ubatuba.“Solicitei à Elektro que esse tipo de trabalho fosse levado aos alunos da rede municipal de ensino durante o ano letivo e a empresa se comprometeu a estudar datas. Ela apenas não garantiu a presença da carreta”, disse Patrícia, que se aventurou nas experiências pedalando uma bicicleta que produz energia para fazer funcionar um rádio (foto).
A carreta da “Estação Elektro” estará estacionada até o próximo sábado, 21, ao lado do Centro de Informações Turísticas, na avenida Iperoig, das 13 às 18 horas.
Palestra – Nesta quinta-feira, 19, técnicos da Elektro estarão proferindo uma palestra, na Associação Comercial de Ubatuba, às 19h30, enfocando questões de segurança com eletricidade. A palestra é voltada diretamente para pessoas que trabalham com atividades que envolvam eletricidade.
Cine Elektro - Montado em um caminhão com um telão de 210 polegadas, com equipamento de alta tecnologia, o Cine Elektro tem o objetivo de promover a inserção cultural da população atendida pela empresa. Em Ubatuba, o Cine Elektro acontece no dia 28 na praça da Matriz e no dia 29 na praça da igreja, no Sertão da Quina. Em ambos locais o primeiro filme a ser exibido é Os Incríveis, às 20h; às 21h45 começa a exibição do filme Quarteto Fantástico.
 (Fonte: PMU)

MPB na Maranduba
Alguns comerciantes de Ubatuba estão investindo em musica ao vivo em seus estabelecimentos.

O respeitado professor de música, Amilton Sérgio de Souza se apresenta todos os dias na Pizzaria e Restaurante Maranduba, seu repertório é formado por clássicos da MPB e sucessos internacionais. No refrescante ar noturno da Maranduba o ambiente se completa com as pérolas da música popular brasileira.
Telefones pra contato: 9768-4174 / 9778-9935



Semana de 21 de janeiro a 26 de Janeiro de 2006


CINE PORTO (Ubatuba)
fone :3833-2066 ( 012)

"As crônicas de Nárnia": O Leão a Feiticeira eo Guarda Roupa.
Ás 15:10 hs

"Doze é Demais 2"
Ás 17:40 hs e 19:30 hs

"E Se Fosse Verdade..."
Às 21:20 hs.

CINE PASSEIO (Ubatuba)
fone : 3832-2843 ( 012 )

"VALIANT "
Ás 15:50 hs e 17:30 hs.

" Soldado Anônimo"
Ás 19:10 hs e 21:20 hs

cineporto@hotmail.com

 

Ação Litoral
 
Poesia Topo

Mistérios do reino dos mares
Cetáceos teimam em respirar
E viver no fundo do mar
Sereias cantam árias
No teatro dos corais
Peixes voadores
Competem em vôo livre
Horrendos animais
Vivem profundidades abissais
Pescadores partem para o mar
Mesmo sem saber nadar.

Se
Eu pudesse contagiar
A seriedade dos meus lábios
Com a alegria de seu sorriso
Seu eu pudesse enriquecer
O conhecimento de minhas mãos
Com a sua anatomia
Se eu tivesse um lugar
Nos pensamentos que franzem
Uma ruga charmosa em sua fronte
Minha pena seria leve
Mil almas se salvariam
Meus versos não sangrariam.

Mistérios do reino dos mares
Cetáceos teimam em respirar
E viver sob as ondas
Sereias cantam árias
No teatro dos corais
Peixes voadores
Competem em vôo livre
Horrendos animais
Vivem profundidades abissais
Pescadores partem para o mar
Mesmo sem saber nadar.

Félix Cabral
Ubatuba, SP
 

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Baia de Ubatuba - Linda a foto publicada por Delma Corrêa na edição de 18/01/2006, mostrando a lua refletida nas águas da baia de Ubatuba, por entre doi belos coqueiros plantados na orla da praia Itaguá. O que possibilitou a obtenção dessa exposição fotográfica, foi não haver naquele local parque de diverssões, nem centro de informações turísticas e, tampouco, uma tenda de 14 metros de altura, 80 de comprimento, por 23 de largura, que é exatamente a estrutura que lamentavelmente se tenta edificar na área de marinha da praia de Iperoig.

Thomas De Carle
Ubatuba, SP

Deus salve Ubatuba - Frequentador assiduo desse paraiso ecológico há mais de 30 anos, estou decepcionado com o descaso com que a atual administração municipal tem tratado nossa cidade. Mato pelas ruas, lixo acumulado, buracos em praticamente todas as vias publicas, enfim um verdadeiro descalabro administrativo em todas as direções. E nem se diga que a culpa é da alta temporada, pois estive aqui em setembro e situação não era melhor. Deus salve Ubatuba, porque o atual prefeito parece que não tem vontade de fazer isso.

Sérgio Pestillo
Potirendaba, SP

 

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Ubatuba

O amigo pássaro - Emilio Campi

O amigo pássaro
©Emilio Campi

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor Chefe: Emilio Campi
Atualização: Juliano Gregori

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor