Litoral Virtual últimas notícias do litoral
Sexta-feira, 28 de Março de 2008 - Nº 1941 Edições Anteriores

Maré Legal Terra Caiçara

Região
Prefeituras da região ficam em alerta, embora tenham sido registrados apenas dois casos de dengue este ano
Degradação ambiental da região é pesquisada pelo Instituto Geológico
Licenciamento ambiental de Angra 3
UNITAU sedia Olimpíada Brasileira de Informática


Caraguatatuba
Atletas de Caraguá vão para o Jori
Meninas de Caraguá voltarão a jogar pelo Campeonato Paulista de Futsal
Caraguá é referência no tratamento de Hepatite C
"Time de Emprego" auxiliará participantes a procurar a vaga correta no mercado de trabalho
Prefeitura abre inscrições para interessados em boxes no mercado municipal
Câmara aprova autorização de regularização fundiária
Delegado de Polícia recebe Título de Cidadão
Abaixo o Provincianismo

Ilhabela
Vereador propõe Programa de Educação Ambiental
Vereador propõe mudança no Código de Posturas sobre anúncios publicitários

São Sebastião
Vereadora denuncia máfia no setor funerário
Hospital de São Sebastião tem novo laboratório de análises clínicas
Última casa que ocupa área da CTEEP é demolida
Maresias é palco do Okdok Paulista de Surf
Festival Caiçarinha terá disputa acirrada no próximo sábado
Vereador quer proibir tráfego de veículos de grande porte durante o dia no centro
Prefeito anuncia rotatória, ampliação de escola e reforma de praça em Barequeçaba

Ubatuba
Comissão especial de investigação aponta estabilidade da Santa Casa, mas quer detalhes sobre situação financeira do hospital
Justiça libera concurso e Câmara reabre inscrições para processo seletivo
ACIU ofereceu curso “Aprender a Empreender”
Ubatuba é destaque na edição de março da Revista Pesca Brasil
Guarda Mirim de Ubatuba resgata manifestação religiosa do século 18
Prefeitura e Nestlé promovem curso de capacitação para professores
Região Norte amplia horários de ônibus
Abertura oficial dos 12º Jogos Regionais do Idoso acontece nesta sexta-feira
Notícias da FUNDART

Seções
Poesia
Carta do Leitor
Foto do Dia




Notícias da Região Topo

Prefeituras da região ficam em alerta, embora tenham sido registrados apenas dois casos de dengue este ano

Litoral Norte - Apenas dois casos de dengue foram confirmados no Litoral Norte neste ano. Um em Ilhabela e outro em São Sebastião. Ainda assim, de acordo com as Secretarias de Saúde destes municípios, ambos foram importados, ou seja, moradores daqui foram infectados em outras cidades. Um no Estado da Bahia e outro em Minas Gerais.
Mesmo que o número de casos positivos seja pequeno, o combate ao mosquito da dengue continua intenso na região.
Em Ilhabela, o trabalho é realizado de casa em casa, onde ocorre a delimitação de focos e os agentes pesquisam armadilhas, procurando criadouros em áreas não infestadas. De acordo com o supervisor do Plano de Intensificação de Ações do Controle da Dengue (PIACD), Romildo da Silva Oliveira, existem também visitas a imóveis especiais, como borracharias e floriculturas.
Atendimento de denúncias e o trabalho educativo (com conversas e panfletos explicativos) também fazem parte do PIACD. Uma outra arma de combate ao mosquito Aedes aegypti na Ilhabela são visitas quinzenais a pontos estratégicos (P.E), como marinas. Durante as visitas nas residências, quando criadouros são encontrados, os agentes pedem para que eles sejam retirados, porém, aqueles que não podem ser recolhidos recebem larvicida – produto que, quando ingerido pela larva, causa hemorragia.
O supervisor acredita que, como resultado de um trabalho que é feito durante todo o ano, já existe uma população mais consciente e orientada. “Aqui as pessoas nos recebem muito bem, não há resistências”, avalia Romildo.
Em 2007, Ilhabela teve 119 casos suspeitos; cinco confirmados (sendo que três eram importados) e 114 negativos. Já em 2008, foram 27 notificações, sendo uma confirmada, 12 negativas e 14 aguardam o resultado.
Já em Ubatuba, divisa com o Rio de Janeiro (onde há no momento uma epidemia da doença) de acordo com o coordenador do Controle de Endemias, Antenor Ricardo Benetti, desde julho de 2007 nenhum caso de dengue foi confirmado. No entanto, as ações são intensas durante a semana e, especialmente, na temporada.
“Aqui não tivemos nenhuma confirmação, mas recebemos muitos turistas durante todo o ano. Só no último feriado, fizemos barreiras nas nossas três estradas (SP- 55, Rodovia Oswaldo Cruz e BR-101) nos postos da Polícia Rodoviária Federal e Estadual, para evitar que pessoas contaminadas entrassem no município”, relata Benetti.
Ele conta que, quanto à receptividade dos moradores durante as visitas dos agentes de combate à dengue, já existem até reclamações por parte de pessoas que estão cansadas de serem orientadas sobre o assunto.
Em Ubatuba, durante o ano passado, os Postos de Saúde receberam 5.124 notificações de casos suspeitos e, destes, 250 foram descartados e 1.139 fichas ainda aguardam confirmação. Isso porque, segundo o coordenador, tratavam-se de fichas incompletas que, aos poucos vão sendo preenchidas por visitas feitas pelos enfermeiros às casas dos pacientes relacionados.
Benetti explica que, o trabalho de confirmação da doença não depende apenas dos sintomas, mas também do contexto vivenciado pelo paciente no momento da abordagem clínica. “Febre alta, vômito, dor em todo corpo e atrás dos olhos são os sintomas da dengue; no entanto, a doença é uma virose e, como tal, tem sintomas semelhantes a outras viroses”, esclarece Antenor.
Ele lembra que, se o paciente estiver com febre alta acompanhada de dois sintomas da doença, a confirmação virá pelo contexto; pois sempre aparecem mais dois ou três casos semelhantes. Porém, quando a dúvida surge, só pode ser tirada através de exames de laboratório.
Em Caraguatatuba, algumas ações foram propostas por integrantes do Comitê Municipal de Combate à Dengue do município na última reunião neste mês.
A criação desse comitê foi uma sugestão da Secretaria Estadual de Saúde e tem como objetivo traçar metas e ações para levar orientação de conscientização à população no combate ao mosquito Aedes Aegypti.
De acordo com a assessoria de comunicação de Caraguatatuba, entre as sugestões, uma que já está sendo viabilizada, é a criação da brigada contra a dengue dentro das secretarias municipais e nos comércios do município.
Em relação aos prédios públicos, o responsável pelos trabalhos contra a Dengue da Secretaria de Saúde/ CCZ – Centro de Controle de Zoonoses, Ricardo de Souza, irá enviar ofícios, para que os secretários possam criar as brigadas, onde os funcionários terão, semanalmente, a tarefa de verificar os lugares que possam servir de criadouros da larva do mosquito da dengue.
“Depois de formarmos as brigadas, iremos ministrar uma palestra sobre a dengue para as pessoas que estarão responsáveis pela tarefa. Isso facilitará o reconhecimento do mosquito”, afirma Souza.
Atualmente, Caraguá conta com 30 Agentes de Zoonoses que trabalham exclusivamente com ações da Dengue e mais de 160 Agentes Comunitários de Saúde que fazem orientação à população em suas visitas diárias, dentro do Programa de Saúde da Família, na ação casa a casa. Na cidade, em 2007, existiram 1951 casos de suspeita da doença, 1804 só final do ano; destas 909 foram confirmadas e 21 descartadas. Em 2008, 91 suspeitos; 13 negativos e 78 aguardam e nenhuma confirmação.
São Sebastião, de acordo com a diretora de Vigilância em Saúde, Márcia Saavedra, mesmo tendo apenas um caso confirmado neste ano, tem motivos para se preocupar.
“Temos de estar em alerta, pois diariamente recebemos ônibus com visitantes da cidade do Rio de Janeiro”, lembra Saavedra. Ela informa que um ofício já foi enviado à empresa que realiza o transporte para vistoriarmos os ônibus que chegam do Rio. A medida será feita a partir da próxima semana na divisa de Caraguatatuba com Ubatuba.
De acordo com a diretora, os agentes entrarão nos ônibus e farão uma espécie de entrevista para saber se algum passageiro está com sintomas da doença.
A assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal de São Sebastião, publicou que outras medidas estão sendo tomadas para controlar os locais de maior incidência da larva, como nebulização e fumacê nos bairros, além das visitas casa a casa.
“Precisamos da conscientização e participação da população. Muitos moradores esperam a equipe da dengue passar para recolher o lixo e os criadouros”, alerta a diretora.
Atualmente, ainda de acordo com Saavedra, o Aedes aegypti não está colocando ovos apenas em reservatórios de água limpa. A infestação de mosquitos está alta e isso faz com que as fêmeas disputem os reservatórios. “Cerca de 5% delas acabam colocando ovos em reservatórios como água empoçada com folhas e material em decomposição nos quintais”, ressalta.
A Secretaria da Saúde de São Sebastião trabalha atualmente com 28 agentes de combate à dengue. Em 2007, a cidade registrou 132 casos da doença.
A assessoria lembra que, quando se tem até 300 notificações de dengue para 100 mil habitantes em determinada área, trata-se de um surto. Se a média de infestação de toda a cidade for superior aos 300 casos por 100 mil habitantes, há epidemia. (Fonte: Imprensa Livre)

Degradação ambiental da região é pesquisada pelo Instituto Geológico

Litoral Norte - O pesquisador do Instituto Geológico – IG, órgão da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Cláudio José Ferreira, está desenvolvendo estudos para a definição de geoindicadores e quantificação numérica da degradação ambiental decorrente da extração mineral no Litoral Norte.
O trabalho é o tema de estágio de pós-doutorado que o pesquisador está realizando no Departamento de Engenharia Civil e Estrutural da Universidade de Sheffield, no Reino Unido.
O objetivo do projeto é definir os indicadores e quantificar numericamente a degradação resultante da exploração de saibro e rocha, desenvolvida na região nas últimas quatro décadas, além de analisar a evolução dos dados entre os anos de 1960 e 2001 nos municípios de Ubatuba, Caraguatatuba, Ilhabela e São Sebastião.
O projeto utilizará, em sua base metodológica, informações de sensoriamento remoto e análise espacial de dados em um sistema de informações geográficas (SIG). A pesquisa, que se integra no projeto “Diretrizes para a Regeneração Sócio-ambiental de Áreas Degradadas por Mineração de Saibro (Caixas de Empréstimo), Ubatuba, SP”, amplia a área do estudo para toda a região.
Para o IG, a pesquisa avança no desenvolvimento metodológico e no tratamento e análise dos dados, o que permitirá a proposição de práticas mais efetivas para a implantação de políticas públicas de recuperação socioambiental das áreas degradadas pela mineração no Litoral Norte. Fornece, ainda, instrumentos de monitoramento ambiental subsidiando a avaliação de planos e ações para a melhoria da qualidade ambiental e sustentabilidade das práticas e políticas do uso da terra.
O projeto obteve financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo – FAPESP, por meio de bolsa de pós-doutoramento do Programa Novas Fronteiras. (Fonte: Imprensa Livre)

Licenciamento ambiental de Angra 3
Angra dos Reis e Paraty discutem o EIA-Rima

Litoral Norte - A Eletronuclear, atendendo à convocação do Ibama, participou, nos dias 25 e 26 de março, de duas novas audiências públicas para discutir o licenciamento ambiental da Usina Angra 3. Os dois encontros, realizados respectivamente em Angra dos Reis e Paraty, reuniram cerca de 600 pessoas, que participaram ativamente do debate durante quase seis horas de duração.
As reuniões foram presididas por Valter Muchagata, sub-diretor de Licenciamento Ambiental e coordenador geral de Infra-estrutura e Energia Elétrica do Ibama. A mesa técnica foi composta também por: Luiz Soares, diretor técnico da Eletronuclear; Alexandre Nunes da Rosa, geólogo da MRS Estudos Ambientais (empresa consultora responsável pela elaboração do EIA-Rima); Laércio Vinhas, diretor de radioproteção e segurança nuclear da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN); e Ariane Gebel de Alencar, procuradora do Ministério Público Federal (MPF).
O prefeito de Angra dos Reis Fernando Jordão também estava presente à mesa do encontro realizado no município. Ele declarou-se favorável à construção de Angra 3 no seu discurso de abertura, ressaltando, no entanto, a sua preocupação social em relação ao empreendimento . “Nós somos a favor de Angra 3. A Usina será importante para o Brasil. Mas nosso município não suportará uma invasão migratória, por isso é necessário que a mão-de-obra seja da região.”
No encontro de Paraty, o prefeito José Carlos Porto também se mostrou preocupado com a questão social. Ele reconheceu que o impacto será muito menor do que por ocasião da construção de Angra 1 e de Angra 2, mas cobrou responsabilidade da empresa e contrapartidas para o município.
A procuradora do Ministério Público, Ariane Alencar, fez questão de ressaltar a importância das audiências públicas. “É uma oportunidade que o MPF tem de escutar a população. Por isso, estimulo que a comunidade tire suas dúvidas, faça seus questionamentos e manifeste sua opinião sobre o empreendimento”.
Em seu discurso de abertura, Luiz Soares, diretor técnico da Eletronuclear, explicou que, por força judicial, o Ibama e a Eletronuclear estão repetindo as audiências públicas que já tinham sido realizadas no ano passado, mas ressaltou que cada reunião é uma nova oportunidade para a empresa expor seu empreendimento e tirar possíveis dúvidas da população. “Estamos participando deste novo ciclo de debates com o mesmo entusiasmo. A discussão sempre é válida e contribui para enriquecer a qualidade do debate”.
Laércio Vinhas, da CNEN, explicou que eles realizam o licenciamento de todas as instalações radioativas no país. Além das usinas nucleares, existem hoje cerca de 3.700 instalações (medicina, indústria, etc.) que utilizam material radioativo ou fontes radioativas e atendem a todos os requisitos de segurança. Disse, ainda, que a CNEN mantém um quadro de inspetores residentes na Central Nuclear, em Angra, os quais realizam inspeções periódicas nas usinas.
Em seguida, a física Sandra Miano, responsável pela área nuclear na Diretoria de Licenciamento Ambiental do Ibama, fez uma apresentação breve explicando como funciona o licenciamento ambiental de um empreendimento.
Os detalhes técnicos de Angra 3 foram apresentados pelo engenheiro Paulo Carneiro, da Diretoria Técnica da Eletronuclear. Ele explicou que a maior parte do projeto de engenharia a ser adotado para a nova usina está disponível, já que Angra 3 será uma usina idêntica à Angra 2, e que o prazo estimado para a Usina seja concluída é de 5,5 anos. Também ressaltou a importância da diversificação da matriz energética brasileira; o fortalecimento da indústria nacional; e a geração de empregos com a retomada das obras.
Por último, a empresa consultora MRS apresentou o Estudo e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima), dando seu parecer sobre a viabilidade ambiental do projeto. A conclusão foi de que a implantação de Angra 3 não apresenta impacto significativo, já que a Usina está concluindo um complexo, não implicando em alteração de áreas não mexidas nem deslocamento de população. Além disso, destacou que a experiência de gerenciamento da Eletronuclear, em Angra 1 e Angra 2, garante a confiabilidade e a segurança da usina.
Após a apresentação dos resultados, o público presente pôde tirar suas dúvidas e fazer seus questionamentos em relação ao empreendimento. Integrantes do Greenpeace, da ONG Sapê (de Angra dos Reis), e do Movimento Pró-Angra 3 participaram ativamente da discussão. Uma das questões mais levantadas foi em relação aos empregos gerados durante a fase de obras. A Eletronuclear explicou que, no período de maior movimentação no canteiro de obras, a estimativa é que sejam criadas cerca de nove mil novas vagas e que a prioridade será de utilização de mão-de-obra local.
Outra dúvida foi em relação à segurança dos depósitos de rejeitos da Eletronuclear e sobre a estocagem definitiva desse material. Laércio Vinhas assegurou a segurança desses depósitos e explicou que, em razão da possibilidade de construção de outras usinas nucleares no Brasil, a CNEN está refazendo o estudo para verificar o local mais apropriado para a construção do Depósito Definitivo. Segundo ele, o assunto é prioridade no governo, visto que é uma ação que faz parte do PAC. Orçamento de Angra 3, medidas compensatórias, contrapartidas para os municípios vizinhos e plano de emergência foram outras dúvidas recorrentes nos encontros.
As duas audiências públicas foram consideradas válidas pelo Ibama. No prazo de 15 dias, a contar da data das reuniões, o órgão receberá comentários, sugestões e manifestações sobre o empreendimento, que serão anexados ao processo administrativo.
Os dois encontros foram os primeiros de uma série de quatro novas audiências públicas que estão sendo realizadas sobre Angra 3. Hoje (27), será realizada a mesma audiência em Rio Claro (RJ) e amanhã (28) será a vez da população de Ubatuba (SP) conhecer melhor o empreendimento e os aspectos de seu licenciamento ambiental.

UNITAU sedia Olimpíada Brasileira de Informática

Litoral Norte - O Departamento de Informática da Universidade de Taubaté (UNITAU) será sede da etapa regional da 10ª Olimpíada Brasileira de Informática, neste sábado, 29 de março. O evento é promovido pelo Instituto de Computação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e reunirá estudantes dos ensinos Fundamental, Médio e Técnico de toda a região. As provas serão realizadas simultaneamente em todo o País nas escolas cadastradas.
A competição é organizada nos moldes das outras olimpíadas científicas brasileiras, como Matemática, Física e Astronomia, e tem por objetivo despertar nos alunos o interesse por uma ciência importante na formação básica atual: a ciência da computação, por meio de uma atividade que envolve desafio, engenhosidade e uma saudável dose de competição.
As provas da primeira fase da Modalidade Programação (para os níveis júnior, 1 e 2) serão realizadas neste sábado, a partir das 9 horas. Os testes são compostos por tarefas de programação com níveis variados de dificuldade, nos quais são exigidos, por exemplo, noções de estruturas de dados.
No dia 12 de abril, será realizada a primeira fase da Modalidade Iniciação (níveis 1 e 2), na qual os alunos concorrem resolvendo problemas de lógica e problemas de computação, sem uso de computador, apenas utilizando lápis e papel. O objetivo desta modalidade é despertar o gosto por problemas de computação e detectar talentos potenciais para programação.
PREMIAÇÃO - Os melhores colocados das duas modalidades (Iniciação e Programação) serão convidados para uma semana de cursos no Instituto de Computação da Unicamp. Os alunos da modalidade Iniciação participarão de Cursos de Introdução à Programação; os alunos da modalidade Programação participarão de Cursos de Programação Avançada. Os cursos serão ministrados no Instituto de Computação da Unicamp.
Para os alunos da modalidade Programação nível 2, haverá, durante o Curso de Programação Avançada, uma seleção para escolher os quatro alunos integrantes da equipe brasileira na International Olympiad in Informatics (IOI), a Olimpíada Internacional de Informática - evento já tradicional que conta com a participação de mais de 70 países. A IOI 2008 será realizada na Cidade do Cairo, Egito, em agosto deste ano.
Em todas as fases das provas, os participantes receberão certificados de participação e os melhores colocados de cada modalidade receberão medalhas. (Fonte: UNITAU)


Notícias de Caraguatatuba Topo

O Guaruçá Caraguatatuba

Atletas de Caraguá vão para o Jori
Objetivo da competição é estimular os idosos a prática de atividades esportivas

Caraguatatuba - A delegação de Caraguatatuba viajou nesta quarta-feira, 26, para Ubatuba, onde disputará o 12º Jori (Jogos Regionais do Idoso), que acontece até 30 de março.
Mais de 50 cidades participarão do evento, que tem como maior objetivo estimular os idosos a prática de atividades esportivas. A idade mínima para participar é de 60 anos.
De acordo com Dagoberto Oliveira Azevedo, chefe da delegação de Caraguá, a cidade competirá com 55 atletas, nas modalidades de Vôlei Adaptado, Bocha, Dominó, Malha, Tênis de Mesa, Dança de Salão, Atletismo e Natação.
Rosângela Leite Carrijo de Aguilar, presidente do Fundo Social de Solidariedade, acredita que a prática esportiva só tem a ajudar os mais idosos. "O Jori é muito importante, pois em primeiro lugar vem a nossa saúde. O relacionamento também é de grande valia na vida das pessoas, é bom estar junto. Além de ser uma opção de lazer", destacou.
Na última edição, realizada em Pindamonhangaba, Caraguatatuba terminou em 11º lugar. O destaque daquela competição ficou por conta dos jogadores de Buraco, que foram campeões regionais e garantiram vaga para o JOI (Jogos Estaduais do Idoso). A natação também disputou a fase entre os melhores de São Paulo.
O chefe da delegação contou que Caraguá tem uma atleta de 80 anos, que esbanja vontade de participar. "A Kainara tem 80 anos e pratica Vôlei Adaptado. Ela tem boa disposição para jogar", finalizou Dagoberto. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Meninas de Caraguá voltarão a jogar pelo Campeonato Paulista de Futsal

Caraguatatuba - O time sub-17 de Futsal feminino da SECER - Secretaria de Esportes e Recreação entrará em quadra neste final de semana, em São Paulo, pelo Campeonato Paulista.
Caraguá jogará no sábado, às 17h, o time de Praia Grande. As meninas voltarão a quadra no domingo, às 14h, quando enfrentarão a equipe do Luso Brasileiro. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Caraguá é referência no tratamento de Hepatite C
Para fazer o exame e verificar se está com a doença, basta procura uma Unidade de Saúde mais próxima. Em caso de positivo, a pessoa é automaticamente encaminhada para tratamento

Caraguatatuba - O tratamento de Hepatite C é uma das prioridades na área da Saúde em Caraguá. Pensando no bem-estar da população, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde trouxe para o município a referência no tratamento, atendendo assim todas as cidades do Litoral Norte com a aplicação do medicamento. A sala onde é feito o medicamento fica abrigada no prédio da UAMI - Unidade de Atendimento de Moléstias Infectocontagiosas.
Conforme informou a Clínica Geral, Érika Lanzillo, que atende os cerca de 400 pacientes de Caraguá, todas as cidades têm os médicos que atendem seus pacientes e durante a semana eles vêm ao município para receber o medicamento. "O tratamento para a Hepatite C varia entre seis meses e um ano, com medicamentos via oral todos os dias e injetável 3 vezes por semana", disse Érika.
A médica informou ainda, que a Hepatite C é uma doença que em seu estado inicial não apresenta sintomas, podendo assim uma pessoa ficar com a doença por muito tempo sem saber. "É recomendável que a pessoa dirija-se até uma unidade de Saúde mais próxima de sua casa para fazer o teste, dando positivo, o próprio posto já agenda aqui com a gente o tratamento. Esse é um programa do Governo Federal e é totalmente gratuito", completou a médica.
Para o Secretário de Saúde de Caraguá, Olegário Alves do Santos, este foi um grande benefício que as cidades do Litoral Norte recebeu, já que antes a medicação era aplicada em outras cidades do Vale do Paraíba, o que causava muito desgaste para o paciente. "Temos um espaço muito bom e confortável, por isso lutamos para trazer o benefício para a região", completou Santos.
A Hepatite C pode ser transmitida por transfusão de sangue, tatuagem, cirurgia. "Recomendamos que as pessoas que fizeram cirurgias antes de 1992 procurarem um posto de saúde para fazer o exame. A Hepatite se não tratada pode se transformar em outra doença com, por exemplo, a cirrose", disse Érica.
Segundo o prefeito José Pereira de Aguilar, a Saúde do município não é a ideal, porém a Administração Municipal vem investindo para levar melhorias ao setor. Só este ano foram adquiridos equipamentos, como aparelho de Raio X, ultra-sonografia, endoscópio, entre outros. "Ser referência no atendimento de Hepatite foi muito importante para todo o Litoral. E desde o ano passado, a UAMI conta com estrutura para atender esses pacientes", finalizou o prefeito. (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

"Time de Emprego" auxiliará participantes a procurar a vaga correta no mercado de trabalho
No curso, os participantes de Caraguá aprenderão como se portar numa entrevista de emprego e também a preencher corretamente um currículo, candidatando-se para a vaga certa, de acordo com suas próprias habilidades

Caraguatatuba - O PAT - Posto de Atendimento ao Trabalhador, que em Caraguatatuba, que funciona por meio de uma parceria entre a Prefeitura Municipal, pela SECAD - Secretaria da Administração, e a SERT - Secretaria do Emprego e relações do Trabalho do Estado de São Paulo, continua com inscrições abertas para a capacitação que terá como principal objetivo, devolver as pessoas desempregadas ao mercado de trabalho. O programa, para o qual as inscrições foram iniciadas nesta terça-feira, 25 de março, terá início no dia 17 de abril.
Trata-se do "Time de Emprego" - uma proposta da SERT implantada desde 2001, que desde então já recolocou 70% dos participantes do projeto de volta no mercado de trabalho.
Caraguatatuba é a única da região a ter o "Time de Emprego", e a abrir inscrições no PAT, aos moradores que estejam desempregados e queiram participar do projeto, que inclui uma capacitação com total de 16 reuniões, com encontros que acontecerão uma vez por semana, durante 3 horas, ministrados pelas facilitadoras do PAT, Renata Aparecida Soares e Daniela Aparecida dos Santos.
O objetivo do programa é identificar entre os cadastrados do PAT, pessoas que têm dificuldades em encontrar vaga no mercado de trabalho, instruindo-as a elaborar seu próprio currículo, dando dicas de como apresentar-se e expressar-se nas entrevistas, e ainda, como fazer a escolha correta no que se refere às habilidades e à vaga de emprego que se pretende conquistar.
Segundo explicaram as facilitadoras, o programa será importante para Caraguá. "Aqui no PAT muitas pessoas vêm fazer o cadastro para as vagas de emprego. Normalmente acontece de a pessoa querer uma vaga de emprego de auxiliar de escritório e não possuir as habilidades necessárias. Esse curso servirá para a pessoa descobrir que tipo de vaga de emprego se adequa àquilo que saber fazer no dia-a-dia. Desta forma, o encaminhamento será feito de maneira correta e as chances de conseguir o emprego serão muito maiores", destacaram.
Com a participação no "Time de Emprego", conforme a SERT, o participante do curso faz a escolha certa no mercado de trabalho e consequentemente, atinge suas metas na busca de uma recolocação profissional. "Isso resgata a auto-estima, criando perspectivas de vida, tanto no mercado informal como no formal. Durante o curso, nós verificaremos as maiores dificuldades dos trabalhadores e desenvolveremos métodos eficazes para suprir essas necessidades. Assim, cada cidadão terá nova e grande oportunidade de retornar ao mercado de trabalho", destacaram Renata e Daniela.
Vale lembrar que cada turma do "Time de Empregos" contará com vagas limitadas, e assim que terminar o curso, um novo grupo poderá participar da capacitação, que durará em média 4 meses.
Para se inscrever ou obter maiores informações sobre o "Time de Emprego", basta comparecer ao PAT, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na rua Taubaté nº 520, no Sumaré, em Caraguá. Participe! (Fonte: Prefeitura Municipal de Caraguatatuba)

Prefeitura abre inscrições para interessados em boxes no mercado municipal

Caraguatatuba - A Prefeitura de Caraguatatuba abriu inscrições para interessados em concorrer a algum tipo de comércio no mercado municipal. “Nós começamos a receber as inscrições de pessoas jurídicas e físicas. A própria demanda vai nos dizer alguma coisa. A idéia é sentir e medir o interesse do público”, explicou o secretário de Planejamento, Economia e Gestão, Augusto Antunes Correa Filho.
Os interessados devem ir até a Secretaria de Planejamento e fazer a inscrição prévia para participar da licitação. A prefeitura ainda elabora o processo licitatório para a aquisição dos boxes do mercado municipal. A expectativa de funcionamento é até o final deste primeiro semestre.
O mercado é construído ao lado do terminal rodoviário, no bairro Jaqueira. O prédio deve ser entregue até abril.
Ao todo, haverá 46 boxes que variam de 16m² a 32 m² de tamanho, distribuídos em 1.986 m². A área total ocupa cinco mil metros quadrados. O mercado também terá estacionamento com 100 vagas, além de espaço para carga e descarga. A obra está orçada em cerca de R$ 1 milhão.
Dois boxes serão destinados aos produtores rurais e aos pescadores. Segundo o secretário, cerca de 30 estandes devem ser destinados à licitação. O restante será reservado para administração, depósitos e associação dos permissionários – que são os comerciantes.
A prefeitura contratou uma consultoria especializada em mercados municipais para idealizar e estudar quais comércios poderiam funcionar no mercado. Os consultores foram um dos idealizadores do novo mercado municipal de São Paulo, no bairro Cantareira.
“A idéia é fazer do mercado um centro comercial que seja realmente atraente, não só pela qualidade por oferecer produtos frescos, mas também para que os comerciantes tenham lucros”, disse Correa Filho.
No mercado ainda haverá espaços para floricultura, restaurante, empório, praça de alimentação, tabacaria, entre outros. “Nós também queremos implementar um serviço de entrega. O importante é fazer um centro comercial atrativo”, disse o secretário.
Produtores rurais - Na Associação dos Produtores Rurais do Litoral Norte existem cadastrados entre 60 e 70 produtores de Caraguatatuba. Segundo Silvio Sato, presidente da associação, as maiores plantações no município são de berinjela, pimentão e pimentas do tipo vermelha, cambuci e americana. “Estes produtos não vendem aqui, eles são enviados para São Paulo.
Mas o que se espera é que a partir do momento que se tenha um local na cidade para comercializar, os produtores diversifiquem o plantio”, comentou Sato.
O produtor acredita que no mercado municipal deverá ser comercializado todo o tipo de hortifrutigranjeiros, exceto as hortaliças folhosas, como alface, por conta do clima do litoral. “Para nós é um desafio, porque são as pessoas que fazem o mercado funcionar. Temos esta realidade em mente, muitos inauguram e não conseguem dar continuidade”, avaliou Sato.
Ao todo a Colônia Z-8 de Caraguatatuba tem cerca de 250 pescadores ativos (com documentação em dia) associados. (Fonte: Imprensa Livre)

Câmara aprova autorização de regularização fundiária

Caraguatatuba - A Câmara de Caraguatatuba aprovou, em regime de urgência, projeto de lei proposto pelo prefeito José Pereira de Aguilar (DEM) que autoriza que autoriza a regularização da situação fundiária mediante alienação ou doação de área pública.
Também de autoria de Aguilar, os vereadores aprovaram a celebração de convênio com a Justiça Eleitoral. Segundo a assessoria de imprensa da Câmara, o convênio visa as eleições municipais para os cargos de vereadores e prefeito que serão realizadas em outubro deste ano.
Os vereadores também aprovaram projeto que denomina a atual rua Cananéia, no bairro Travessão, de rua Geraldo Gomes de Souza. O projeto é de autoria de Aureliano Gonçalves Pereira.
Também foi votado em regime de urgência outro projeto que nomeia rua. Este, de autoria do vereador Celso Pereira – Celsinho (DEM), denomina de rua Pedro Celestino Pereira a via pública que começa na rua General Francisco Barreto e termina na margem do rio Juqueriquerê. Outra aprovação da Câmara, na última sessão foi a concessão de título de cidadão caraguatatubense para José Rodrigues Costa. A homenagem foi proposta por Agostinho Lobo de Oliveira – Lobinho (PSDB). (Fonte: Imprensa Livre)

Delegado de Polícia recebe Título de Cidadão
Honraria será dada ao Dr. Orley Siqueira

Caraguatatuba - A Câmara Municipal de Caraguatatuba realiza nesta sexta-feira - 28 de março, a partir das 19h30 a sua primeira Sessão Solene do ano, para a entrega do Título de Cidadão Caraguatatubense ao Delegado de Polícia Civil Orley Siqueira. A honraria tem a autoria do Vereador Omar Kazon (PR).
O Delegado de Polícia Civil Orley Siqueira é paulistano, nascido em fevereiro de 1962 e atualmente é separado judicialmente, tendo apenas um filho de 4 (quatro) anos - Orley Xavier Siqueira.
É formado em Direito pela Faculdade Integrada de Guarulhos e iniciou sua vida profissional em 1981 como Escriturário em escola pública, chegando ao posto de Secretário de Escola.
Em 1986 Orley Siqueira prestou novo concurso, desta vez para Escrivão de Polícia, sendo admitido no mesmo ano.
Para chegar a Delegado de Polícia Civil o homenageado prestou novo concurso público, desta vez em 1991, tendo sido aprovado para cursar a Academia de Polícia Civil. Ao longo destes 17 anos de carreira realizou cursos de aperfeiçoamento, passando de Delegado de 3ª para 2ª classe e Inteligência Policial.
Em Caraguatatuba Orley Siqueira chegou em abril de 1992, sendo nomeado automaticamente Diretor da Cadeia Pública, onde permaneceu até setembro de 1993. Desta data em diante foi transferido para a Delegacia de Ilhabela, onde permaneceu como Titular até 1995. A volta para Caraguatatuba se deu no mesmo ano, onde reocupou a direção da Cadeia Pública e a função de Delegado Assistente. Em 1997 foi nomeado Delegado Chefe do Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito), até fevereiro de 2003.
Até 2005 foi novamente transferido, desta vez na função de Delegado Assistente da Seccional em São Sebastião. Antes de ocupar a vaga na Seccional foi Delegado Titular do 2º DP no bairro do Massaguaçu, permanecendo até dezembro de 2006. Atualmente retomou as atividades no Ciretran e acumula o cargo de Delegado de Plantão.
O autor da honraria, o Vereador Omar Kazon, baseou a homenagem nos 22 anos de Serviço Público voltado para a Segurança Pública, bem como os 16 anos de Serviços Prestados ao Município de Caraguatatuba. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Abaixo o Provincianismo
Coordenador do Bloco de Partidos quer combater velhos dogmas da política local

Caraguatatuba - O Bloco de Partidos - movimento recém-criado por 3 Partidos em Caraguatatuba e que poderá aumentar para até 6 legendas agitou a classe política local nos últimos dias, seja através de comentários, seja por especulações ou até contra-ataques, de outros partidos ou de candidatos que disputarão as eleições municipais de outubro deste ano. Na verdade a maior luta do Bloco de Partidos é o de repelir os contra-ataques, o provincianismo que toma conta da política local nas últimas décadas.
Para Ricardo Batista - Presidente do Diretório Municipal do PDT em Caraguatatuba, coordenador e idealizador do Bloco de Partidos o Provincianismo é o que emperra o desenvolvimento da política local. "É inconcebível que no Século 21, numa cidade que é a capital do Litoral Norte e receberá um empreendimento de Bilhões de Dólares, viver ainda sob o estigma de uma política provinciana, nos moldes dos Coronéis do início do século passado, com currais eleitorais e poder assumido de forma descontrolada", disse.
O Provincianismo que Ricardo Batista se refere é uma prática antiga, retrógrada e que vem sendo usada em larga escala nos últimos 30 anos em Caraguatatuba. Este provincianismo se mostra claro na pressão e demissão de pessoas que não sejam do mesmo "lado" de um candidato, na obrigação de que um lado não tenha contato sequer com amigos que estejam do outro lado e no "esquecimento" das obras e trabalhos realizados pelo antecessor, como forma de dar-lhe o crédito devido.
Ricardo Batista defende que a política tem que ser vibrante e moderna. "Uma eleição nada mais é do que a disputa do poder por 2 ou mais lados ou grupos, mas esta disputa e mesmo a condução de uma gestão deve ser feita com classe, modernismo e uma visão direta e sincera para a população, que é o único e verdadeiro objetivo", disse.
O Coordenador do Bloco de Partidos opina que a disputa pelo poder deve ser feita através do jogo de idéias, da bagagem política dos melhores candidatos, da vida idônea dos participantes restantes, da apresentação de alternativas concretas e reais de como a população poderá ter uma vida melhor, mais decente, com qualidade e visão de futuro para as próximas gerações.
Com o Bloco de Partidos o idealizador espera que as mudanças tenham início, mesmo sabendo que tudo poderá ser alterado ainda para outubro deste ano. "Queremos iniciar uma nova era na política local, plantando a semente da política moderna e enterrando de vez o provincianismo, para que em 2012 tenhamos uma nova política, voltada realmente para as classes mais necessitadas", finaliza. (Fonte: Câmara Municipal de Caraguatatuba)

Notícias de Ilhabela Topo

Portal da Palmeira

Vereador propõe Programa de Educação Ambiental

Ilhabela - O Vereador Márcio Garcia (PTB) apresentou, na última sessão ordinária (24/03), um Projeto de Lei que autoriza o Executivo a promover um programa para Educação Ambiental denominado “Lixo que não é Lixo” nas Escolas da Rede Municipal de Ensino.
Segundo a propositura, os estudantes receberão grupos de apoio, material didático e iniciação no processo de pré-seleção de materiais recicláveis.
A participação das escolas no programa será por meio da conscientização dos alunos sobre a importância da reciclagem do lixo, recolhimento de materiais recicláveis e encaminhamento das materiais recicláveis aos postos de recebimento determinados pelos órgãos competentes.
De acordo com Márcio, a incessante necessidade de matérias-primas para a produção constante de bens de consumo acelera a degradação ambiental e cabe ao poder público oferecer subsídios para o desenvolvimento sustentável. (Fonte: Câmara Municipal de Ilhabela)

Vereador propõe mudança no Código de Posturas sobre anúncios publicitários

Ilhabela - A Câmara de Ilhabela aprovou na última sessão de Câmara, dia 24, um projeto que modifica o Código de Posturas do município no que diz respeito a restrições de anúncios publicitários. O PL é iniciativa do vereador Beto Campos e retira os artigos 172 à 187 da subseção IX do código.
Segundo o autor da proposta as disposições referentes aos letreiros e anúncios publicitários contidas no Código de Posturas já estavam inadequadas.
Por esse motivo ele achou necessária a revogação dos artigos que tratam do assunto para que possam ser regulados adequadamente. O parlamentar afirmou que ainda vai apresentar uma nova propositura no sentido de combater a poluição visual, principalmente voltada à publicidade, em todo o arquipélago.
O mesmo vereador já havia apresentado no fim do ano passado uma proposta que pretendia ordenar os elementos que compõem a paisagem, visíveis a partir de logradouro público no território do município. O PL era chamado de “Cidade Limpa” e impunha diversas regras e restrições para anúncios externos.
A proposta foi debatida em duas audiências públicas realizadas na Câmara, mas acabou sendo vetada pelo prefeito Manoel Marcos e os vereadores acataram o veto inclusive Beto. O parlamentar explicou que acatou o veto porque a lei acabaria esbarrando no Código de Posturas e abriria espaços para a lei não ser cumprida.
Ele explicou que praticamente todo o PL “Cidade Limpa” vai ser incluído no Código. “Eu não estou aqui para fazer cena, agora vou exigir que a lei seja cumprida. Estávamos na fase de estudar, mas agora quando descumprirem eu mando direto para o Ministério Público”, afirmou Beto. A intenção é que em maio a lei já tenha surtido efeito.
O prefeito declarou que está totalmente de acordo com o PL e disse que só vetou o “Cidade Limpa” porque existia uma série de erros jurídicos. “Eu pedi para que ele apresentasse esse projeto, se for para despoluir visualmente Ilhabela ele tem todo o meu apoio”, concluiu Manoel Marcos. (Fonte: Imprensa Livre)

Notícias de São Sebastião Topo

São Sebastião Basfibra

Vereadora denuncia máfia no setor funerário

São Sebastião - Na última sessão da Câmara Municipal foi apresentado um requerimento solicitando informações do Executivo sobre possíveis serviços prestados ilegalmente pelo IML (Instituto Médico Legal) de São Sebastião.
O requerimento de número 152/08 é de autoria da vereadora Solange Rodrigues de Araújo Ramos (PPS), que aponta irregularidades no setor funerário sebastianense e até trafico de corpos para outros municípios.
“Eu faço um trabalho social e quando alguém morre onde moro as pessoas me procuram. Recentemente houve um caso de um homem que foi esfaqueado no meu bairro. E pude acompanhar a forma como as funerárias agem, é um verdadeiro comércio. Se a pessoa que morreu for rico o corpo é levado para Caraguá, mas se é pobre deixam em São Sebastião, porque é a Prefeitura que vai pagar.
Existem na cidade duas funerárias, mas uma delas é clandestina. Eu vou até o fim e vou levar esse caso ao Ministério Público”, disse a vereadora Solange Ramos. Ela acrescenta que já foi ameaçada, e diz que “me ligaram na segunda noite dizendo para eu tomar cuidado porque estava mexendo em vespeiro.
Pois eu vou até o final com este caso, e se me acontecer alguma coisa eu responsabilizo a todos a quem estou denunciando”.
De acordo com o requerimento o servidor municipal, Lourenço Santos Arrida, auxiliar de necropsia presta serviços funerários ilegais.
Isso porque a lei de número 10.762, de janeiro de 2001, proíbe o agenciamento de serviços funerários nas dependências dos estabelecimentos públicos de saúde e das unidades médicos legais. Além disso, a lei número 413, de 1985, proíbe o transporte dos cadáveres para fora do município. De acordo com o requerimento há ainda cobranças por serviços com valores indevidos.
O documento acrescenta que famílias são ameaçadas e coagidas a passa procuração de seguro dos falecidos para as funerárias. Segundo Solange Ramos, para pessoas falecidas com moto, por exemplo, o seguro é R$ 14.800.
Existe também um Boletim de Ocorrência (B.O), que afirma que estão envolvidos ainda três médicos legistas. O B.O registra as infrações como Corrupção Passiva, Peculato, Ameaça, Abandono de Função e Infração Disciplinar.
Conforme a Lei Orgânica do Município, o prefeito tem um prazo de 15 dias para responder o requerimento da vereadora, mas se houver justificativa, o prazo pode ser prorrogado por igual período. O requerimento traz questões como se o Executivo está ciente das possíveis irregularidades no setor funerário e que providencias pretende tomar a respeito.
A reportagem procurou o responsável do IML em São Sebastião, Dr. Arnaldo José Rosiello, mas até o fechamento da matéria o médico legista não retornou ao jornal. Já Lourenço Santos, auxiliar de necropsia, que estaria viajando, também foi procurado pela equipe de reportagem, mas não retornou o contato. (Fonte: Imprensa Livre)

Hospital de São Sebastião tem novo laboratório de análises clínicas

São Sebastião - O laboratório de análises clínicas da Pró-Saúde - Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar começou a funcionar na última terça-feira, no Hospital de Clínicas de São Sebastião. A unidade está localizada na rua Anjolino Viola (s/nº) – trecho sem saída da antiga rua Ipiranga - ao lado do serviço de fisioterapia e da Ecorad, no próprío prédio da unidade hospitalar.
Segundo a diretoria da Pró-Saúde, com este novo serviço, o hospital deixará de utilizar o Laboratório Itapema. O objetivo da instalação do novo laboratório, que já se encontra em pleno funcionamento, é melhorar o atendimento prestado ao público. Além do hospital, o laboratório também será responsável pela análises dos exames dos postos e PSFs da rede municipal de saúde.
No local há uma placa metálica que identifica o novo laboratório, no final da rua que fica atrás da entrada principal do Hospital de Clínicas, próximo ao córrego do Outeiro. Outras informações podem ser obtidas pelo (12) 3891-4000.
A Pró-Saúde assumiu a administração do Hospital, do Pronto-Socorro Central e do pronto-Atendimento de Boiçucanga em outubro do ano passado, por meio de uma parceria com a Prefeitura de São Sebastião. Trata-se de uma Organização Social (OS) que já atua no mercado há 40 anos e administra várias unidades hospitalares no Brasil, entre elas, a de Cubatão, na Baixada Santista.
Além do novo laboratório, o hospital já começa a contabilizar algumas conquistas com o novo modelo de gestão, como a compra de novos equipamentos, reabertura de leitos de UTI, novo aparelho de raio-x e ainda cursos de capacitação para funcionários. O prédio também passa por reformas. A Secretaria Municipal de Saúde conseguiu recentemente a vinda de uma unidade de quimioterapia, que deve começar funcionar em abril no hospital. (Fonte: Imprensa Livre)

Última casa que ocupa área da CTEEP é demolida

São Sebastião - Na manhã de segunda feira foi ao chão a última casa, no bairro da Olaria, periferia da cidade, que ocupava uma faixa de terreno da Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP), onde já ocorreram demolições de outros imóveis por determinação da Justiça.
A casa foi demolida por volta das 11h, e pertencia a Antonio Miguel Ferreira Alves, que morava no local com mais oito pessoas da família. De acordo com o representante das pessoas que tiveram suas casas derrubadas, José Carlos da Silva Alves, conhecido como Zé do Galo, “o prefeito garantiu que se eles entrassem na Justiça, poderia contar com ele. Entramos na briga judicialmente, mas Juan não tomou posição nenhuma”. Zé do Galo comenta ainda que “Antonio Miguel esta desempregado e tem agora que pagar um aluguel de R$ 350 no Itatinga”.
O representante fala que a população que teria abandonado a área da CTEEP se reuniu com o prefeito, onde ele teria prometido ajuda e que não ia desamparar as famílias envolvidas. Para Zé do Galo é uma contradição o que foi garantido em reunião com a demolição das casas. Ele acrescenta que “essas pessoas moravam ali há 35 anos.
Todas as administrações anteriores nunca permitiram a CTEEP entrar ali. Inclusive pagávamos taxas de água e luz. A Justiça tinha permitido derrubar apenas uma casa, não todas. Muitas das casas que foram demolidas estavam até a 100 metros da torre da empresa”.
Apesar de a Justiça emitir uma ordem de reintegração de posse da área para a CTEEP, segundo Zé do Galo, a autorização para as demolições foi do prefeito Juan Garcia. “O oficial de Justiça nos mostrou que a autorização do despejo foi assinada pelo prefeito”.
A Prefeitura de São Sebastião informa que apenas cumpriu uma ordem judicial de reintegração de posse de uma área invadida a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP). Nesses casos, a assessoria diz que a responsabilidade de demolição é da prefeitura local.
Mas a atual administração esta buscando alternativas para ajudar as famílias envolvidas.
Um exemplo é ajudar as pessoas que tiveram suas casas derrubadas e que não são do município a retornarem a suas cidades de origem. Segundo a assessoria, o caso esta sendo analisado pelo setor jurídico e da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Humano (Setradh) que esta desenvolvendo ajuda por meio de doações de terceiros ou dos projetos sociais.
Segundo o prefeito, a prefeitura não faz parte da ação de demolição, já que os moradores estão em uma área que pertence a uma empresa. A orientação dada é para que eles procurem a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Sebastião e solicitem um advogado para defender a causa porque o poder público não pode, por lei, ceder um profissional. “Quem já teve a casa derrubada deve exigir indenização ou, no mínimo, que a Companhia pague o aluguel”, recomenda o prefeito.
Em 2006, uma das alternativas apontadas pelo prefeito foi a desapropriação do terreno, mas a medida é proibida porque a área é pertencente ao Estado. Além disso, uma norma da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), que regulamenta as chamadas faixas de servidão, impede construções debaixo de linhas de transmissão de energia por motivo de segurança. (Fonte: Imprensa Livre)

Maresias é palco do Okdok Paulista de Surf

São Sebastião - Disputa é o que não vai faltar nos dias 26 e 27 de abril de 2008 em Maresias. A badalada praia da Costa Sul de São Sebastião será palco da 1ª etapa do Okdok Paulista de Surf, um dos mais importantes eventos da modalidade no Estado.
A competição será realizada nas categorias Open (para competidores de diversas faixas etárias), Feminina, Máster (acima de 35 anos) e longboard (pranchões). O Okdok foi responsável por descobrir grandes talentos do surfe nacional, como Wiggoly Dantas, de São Vicente, figura carimbada do Super Surf, e o sebastianense Carlos Bahia, campeão de 2006 e terceiro melhor do Mundial de Longboard, realizado no México em 2007.
No ano passado, São Sebastião também obteve uma boa posição após atingir a quarta colocação na classificação geral. O destaque ficou para os surfistas Adriano Camargo e Márcio Oliveira, que figuraram entre os 15 primeiros colocados da categoria Open, pela qual concorreram mais de 140 atletas.
Após a praia de Maresias, o Okdok terá a segunda etapa na praia de Itamambuca, em Ubatuba, nos dias 5 e 6 de julho, e a terceira etapa em Pitangueiras, no Guarujá, nos dias 4 e 5 de outubro. O Okdok Paulista é uma realização da Federação Paulista de Surf (FPSurf), com apoio da Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Esportes (Seesp). (Fonte: Imprensa Livre)

Festival Caiçarinha terá disputa acirrada no próximo sábado

São Sebastião - O campo de futebol de areia da Rua da Praia, na região central de São Sebastião, vai esquentar no próximo sábado, a partir das 9h, com o Festival Caiçarinha. O campeonato, realizado pelas Secretarias de Esportes (Seesp) e de Educação (Seduc), tem o intuito de despertar novos talentos da modalidade e integrar crianças e adolescentes da rede municipal de ensino e escolas particulares da cidade.
Para a competição estão confirmadas as Escolas Municipais da Enseada; Profª Luiza Helena de Barros (Barequeçaba); Profº Antônio Luis Monteiro (Boiçucanga); Maria Francisca Tavolaro (Pontal da Cruz); Juquehy; Barra do Una, além da Escola Estadual Profª Josepha de Sant’anna Neves (Topolândia) e Colégio Objetivo, que disputarão as categorias sub-12 e sub-14.
No final das disputas serão premiados as três melhores equipes, artilheiro e goleiro menos vazado de cada categoria. Além disso, a prefeitura disponibilizará transporte e lanches aos alunos das unidades participantes. (Fonte: Imprensa Livre)

Vereador quer proibir tráfego de veículos de grande porte durante o dia no centro da cidade

São Sebastião - O vereador de São Sebastião, Modesto Koji Ono (PPS), o Kotian, solicitou ao prefeito Juan Garcia (PPS) um estudo para verificar se é viável permitir o tráfego de veículos de grande porte durante apenas durante o período noturno.
De acordo com Kotian, a única via da cidade, a avenida Guarda Mor Lobo Viana, utilizada, que permite o acesso ao Porto, não está preparada para esse tipo de tráfego, que deve ficar complicado com o aumento de carga e descarga de mercadorias devido à obra do Projeto Mexilhões da Petrobras.
Com o contrato assinado com a multinacional norueguesa Acergy , o Porto de São Sebastião será transformado em uma base logística por onde será enviada toda a linha de tubos do gasoduto marítimo, além dos equipamentos, combustíveis e gêneros alimentícios necessários à implantação do Projeto Mexilhão.
De acordo com presidente da Docas sebastianense, Frederico Bussinger, a primeira carga de trabalho já vai representar 40% de toda a movimentação (em toneladas) portuária no ano passado.
Com essa expectativa, o vereador Kotian afirma que vai aumentar a probabilidade de acidentes na rodovia que resultarão em grandes congestionamentos e transtornos principalmente para o acesso ao socorro imediato.
Em junho de 2006, um caminhão que seguia em direção a Ilhabela e transportava toras de eucaliptos tombou e interditou as duas pistas da avenida Guarda Mor Lobo Viana, único corredor de acesso a região central de São Sebastião, o que gerou um congestionamento de 7 km em direção ao norte da cidade e 4 km em direção aos bairros da costa sul, poucas horas após o acidente. (Fonte: Câmara Municipal de São Sebastião)

Prefeito anuncia rotatória, ampliação de escola e reforma de praça em Barequeçaba
Moradores agradecem investimentos da Prefeitura no bairro durante reunião comunitária

São Sebastião - Em reunião comunitária realizada na noite desta quarta-feira (26/3), na Escola Municipal de Barequeçaba, o prefeito de São Sebastião, Dr. Juan Garcia, anunciou novas melhorias para o bairro. São elas: ampliação da escola, construção de uma rotatória de acesso à praia e reforma da praça "Pedro Leite Clementino". Cerca de 300 pessoas participaram do encontro, que também contou com a presença dos secretários municipais.
Segundo o prefeito, a escola municipal de educação infantil receberá mais duas salas de aula e uma sala de banho, destinada à creche do bairro, que funciona no mesmo prédio. "Logo que assumimos tiramos a creche do prédio que ficava na margem da rodovia, um perigo para mães e crianças. Agora, esta obra trará mais conforto aos alunos", enfatizou
Dr. Juan Garcia ressaltou o início das obras de pavimentação e drenagem de Barequeçaba. As ruas são: Honorato Vicente, Hugo Dehn, Sebastiana Leite Bueno, Genciano Felipe Bueno, Casemiro de Abreu, Anália Maria de Jesus e Luiz Lima do Val. Ele informou que, na seqüência, será construída uma rotatória na rodovia para facilitar o acesso ao bairro, bem como a revitalização da praça principal.
Além de Barequeçaba, a Prefeitura liberou a pavimentação de ruas em Maresias, Barra do Una e Cambury, totalizando cerca de R$ 10 milhões em investimento. Na Costa Norte, atualmente se encontra em andamento um pacote de calçamento e drenagem de 14 ruas.
Representantes da Sociedade Amigos de Barequeçaba agradeceram as obras e pediram uma solução para o deságüe da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Sabesp em um pequeno córrego do bairro. "Esta estação tem dado problema desde o início, encontramos já implantada e quem tem a solução é a Sabesp. Temos cobrado muito e nos colocamos à disposição para uma parceria nesta luta", disse o prefeito.
Outros temas foram abordados na reunião comunitária, entre eles, a questão de terrenos baldios, placas de identificação de rua e iluminação pública. O prefeito Dr. Juan Garcia disse que a limpeza dos terrenos é dever do proprietário e que a fiscalização tem feito sua parte.
Quanto à iluminação, Dr. Juan informou que em três anos mais de 800 luminárias foram instaladas em todo o município. "Isso representa mais do que os últimos 15 anos. Pagamos todos os processos antigos e os novos, mas a Bandeirante tem dificuldade em atender à grande demanda. Temos vários pedidos já pagos para Barequeçaba".
Em relação à sinalização de rua, cerca de 2,5 mil placas foram instaladas pela Secretaria das Subprefeituras na cidade. A Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur) também viabilizou um convênio que prevê investimento de R$ 1 milhão na sinalização turística de São Sebastião.
Uma moradora reivindicou aula de dança e ballet para crianças e adolescentes. A sociedade amigos de bairro ofereceu o espaço e a Sectur deverá viabilizar as aulas.
Durante a reunião, o prefeito ainda falou sobre um estudo para construção de quiosques na praia e instalação de um novo conceito de lixeiras. Moradores também agradeceram pela reforma da quadra poliesportiva, que ganhou praça, banheiros e pista de skate, bem como a instalação de uma nova antena de transmissão de TV, cuja área foi cedida pela Prefeitura.
Após o concurso público, que possibilitará a contratação de farmacêutico, a farmácia do posto de saúde será reaberta, conforme garantiu o prefeito na reunião. "Quanto assumimos a Prefeitura todas as farmácias estavam fechadas por falta de profissional, mas já reabrimos várias".
Para Ângela Prates, que mora há apenas 5 anos no bairro, a reunião comunitária foi produtiva. "Vim cumprimentar o prefeito pelo que tem feito por nossa cidade, que está linda".
Zuleica de Carvalho, moradora de Barequeçaba há mais de 30 anos, também comemorou as conquistas. "Nunca vi São Sebastião tão limpa e bonita, sendo que as melhorias hoje chegam ao nosso bairro. Vale ressaltar que não há nenhum caso de Dengue em nossa cidade", concluiu. A quinta reunião comunitária do ano e 57ª desde 2005 será realizada no Bairro de São Francisco, no dia 9 de abril. (Fonte: Prefeitura Municipal de São Sebastião)

Notícias de Ubatuba Topo

Restaurante Solar das Águas Cantantes ACIU

Comissão especial de investigação aponta estabilidade da Santa Casa, mas quer detalhes sobre situação financeira do hospital

Ubatuba - O relatório final da Comissão Especial de Investigação da Câmara Municipal, sobre a situação da Santa Casa de Ubatuba, apresentou uma série de apontamentos negativos em relação ao hospital, porém, deu a entender, que a instituição passa por um momento de estabilidade funcional, após a requisição pela Prefeitura, a partir de 2005, quando o local passava por uma séria crise financeira e trabalhista.
De acordo com o documento, aprovado nesta terça feira por unanimidade na Câmara dos Vereadores, apesar de se recuperar da grave instabilidade administrativa, que sofria antes da intervenção municipal, a Santa Casa de Ubatuba ainda necessita de um planejamento estratégico.
O motivo da conclusão tem por base a falta de informações da administração sobre a real situação financeira da entidade, o que, provavelmente, reflete a continuidade e o aumento das dívidas do hospital.
“Não adianta apenas resolver a crise que afeta o atendimento aos pacientes, se o problema financeiro continua grave. Eu temo que a Santa Casa esteja se tornando uma espécie de bomba relógio e, quando explodir, novamente será a população a mais prejudicada”, relata o secretário da Comissão Especial, Charles Medeiros.
A comissão, portanto, exigiu a elaboração e entrega dos Balanços Anuais da Santa Casa, desde 2005, e, também, solicita, como forma de transparência, a publicação da prestação de contas da entidade, nos jornais locais.
Além disso, o legislativo pretende continuar acompanhando a situação do hospital e, por isso, aprovou a criação de uma Comissão Permanente de Saúde. Na realidade o único ponto que realmente deve ser resolvido no curto prazo é a questão da dívida trabalhista em nome da entidade.
“Falei com o Presidente da Câmara Ricardo Cortes e se preciso falarei com o Ministério Público, quanto ao pagamento dos direitos dos funcionários que passaram pelo hospital. O dinheiro destes trabalhadores foi recolhido e eles têm que ser ressarcidos”, completa o vereador Charles Medeiros.
Os apontamentos feitos pela Comissão Especial de Investigação relatam, ainda, uma situação longe do ideal. Os vereadores durante os trabalhos puderam verificar diversos tipos de pendências e falta de estrutura, claramente, ligadas ao déficit financeiro da entidade, que no ano passado chegava a meio milhão de reais por mês.
O documento será encaminhado ao prefeito Eduardo Cesar e ao representante do Ministério Público local, que poderão efetivamente resolver as questões levantadas. (Fonte: Imprensa Livre)

Justiça libera concurso e Câmara reabre inscrições para processo seletivo

Ubatuba - A Justiça liberou a realização do concurso público para o preenchimento de 23 vagas em diferentes setores da Câmara Municipal de Ubatuba. O processo seletivo estava suspenso, pois não garantia, aos deficientes, a reserva de 5% das vagas oferecidas.
A Justiça determinou que fosse feito um ajuste de edital, para o concurso poder seguir em frente. Desta forma, a direção da Câmara Municipal realizou as mudanças necessárias no texto e reabriu as inscrições para o processo seletivo.
A nova oportunidade, para os interessados em realizar a prova, vai até o dia 4 de abril.
As pessoas, que já tinham feito a inscrição, antes do processo ser suspenso pela Justiça, estão automaticamente cadastradas para realizar o processo seletivo.
A garantia é feita pelo diretor geral da Câmara Municipal, Rodrigo de Oliveira Alksnins. “Nós reabrimos um novo período de inscrições, para que a mudança no edital tenha realmente validade. Entretanto, para os que já tinham se inscrito, nada muda”, confirma o diretor da Casa, lembrando que agora resta muito pouco para o processo chegar ao fim.
“Acredito que a listagem esteja pronta logo após o término das inscrições (4 de abril) e a prova deverá ser marcada ainda para o final do mês”, acrescenta Rodrigo de Oliveira Alksnins, ressaltando que os prazos estão no limite, já que a lei eleitoral não permite a realização de concursos, em datas mais próximas às eleições municipais.
A pressa para a realização do concurso também tem o objetivo de solucionar outro problema judicial que a Câmara dos Vereadores enfrenta. Resta pouco mais de um mês para o cumprimento de outra determinação da Justiça, que prevê a demissão de alguns funcionários que se enquadram no nepotismo (cargos comissionados ocupados por parentes de vereadores e diretores da Câmara).
Os cargos, que ficarão vagos, também serão preenchidos pelos vencedores do concurso público. Apesar de reaberta as inscrições o número de vagas continua o mesmo (23), com variação salarial que vai de R$ 590,00 chegando até R$ 3.254,45. (Fonte: Imprensa Livre)

ACIU ofereceu curso “Aprender a Empreender”

Ubatuba - A ACIU - Associação Comercial de Ubatuba, juntamente com o PAE - Posto Sebrae de Atendimento ao Empreendedor de Ubatuba realizaram nesta última semana mais uma edição do “Aprender a Empreender”.
O curso foi dirigido a novos empreendedores, autônomos e proprietário de pequenos, médios e grandes negócios.
Nesta edição, o curso contou com a participação de 30 alunos e teve a duração de uma semana, sendo ministrado na sede do Sincovat.
Segundo o facilitador do Sebrae, Luiz Carlos de Oliveira, os participantes aprendem sobre empreendedorismo em geral, perfil do consumidor, observação da concorrência, escolha de fornecedores e os quatro passos básicos do marketing. Dentro do programa ainda estão custo fixo, custo variável, margem de contribuição, ponto de equilíbrio, calcular o lucro e o prejuízo, conhecer o resultado da empresa, capital de giro e fluxo de caixa e plano de negócios.
Para o participante Angelo Finamore, o curso foi “ótimo. Eu nunca havia feito um curso do Sebrae e fiquei muito satisfeito”, contou.
A ACIU destaca também em seu calendário de eventos, a palestra “Gerenciando o Fluxo de Caixa com Eficiência”, que será ministrada no dia 07 de abril - 2ª-feira, às 14h00 com o facilitador do Sebrae, Roberto Lessa na sede administrativa da ACIU- R. Dr. Esteves da Silva, 51 – Centro.
A palestra será gratuita, os participantes devem apenas levar 1 quilo de alimento não perecível que será doado à uma entidade carente e podem participar todas as pessoas acima de 16 anos interessadas no assunto.
Para mais informações entre em contato com o Posto de Atendimento ao Empreendedor de Ubatuba através do telefone (12) 3834 1445. Falar com Alexandra ou Eduardo ou acesse o nosso site: www.aciubatuba.com.br . Nele você encontra inúmeras informações muito úteis para o seu estabelecimento. (Fonte: ACIU)

Ubatuba é destaque na edição de março da Revista Pesca Brasil
Apesar de a cidade possuir inúmeras opções para a pesca esportiva, o destaque neste mês foi a atividade de observação de pássaros

Ubatuba - A Revista Pesca Brasil, em sua edição de março, trouxe sete páginas dedicadas à observação de aves em Ubatuba. Apesar de a cidade possuir inúmeras opções para a pesca esportiva, o destaque neste mês foi a atividade de observação de pássaros, com as mais variadas informações sobre a avifauna local.
Para a secretária municipal de Meio Ambiente, Cristiane Gil, foi uma grande satisfação: “fiquei surpresa e feliz com o destaque dado para o nosso trabalho de Educação Ambiental em parceria com o Conpet/Petrobrás. A qualidade do texto e das fotos é excepcional”, disse Cristiane.
A Revista traz também uma entrevista com o observador de pássaros, Carlos Rizzo. “ O mais importante é que, além de sugerir aos locais de pesqueiros que sejam colocados atrativos para aves, a revista destacou o quanto é fácil e agradável para nós brasileiros observar aves”.
“No mês passado fomos destaque no jornal inglês “The Citizen” o que demonstra a importância de Ubatuba como destino obrigatório para o turismo internacional de observação. Esta reportagem da Revista Pesca Brasil mostra aos brasileiros o quanto somos privilegiados”, acrescenta Rizzo.
Apostila de Ubatuba é sucesso - A apostila de iniciação em Observação de Aves, elaborada pela Secretaria de Meio Ambiente de Ubatuba, em parceria com o Conpet/Petrobrás, tem sido solicitada por diversas entidades dos Estados de Goiás, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Agora, a apostila também deverá seguir para Aracaju, onde será utilizada pelo Instituto Amuirande.
“A linguagem simples e direta dos textos e das fotografias, permite a utilização por diferentes faixas etárias e esta é a razão do sucesso da apostila de Ubatuba” explica Cristiane Gil.
“A parceria entre a Secretaria e o Conpet/Petrobrás possibilitou a edição de 10 mil exemplares que foram distribuídos e utilizados em palestras realizadas nas escolas do município. A utilização da observação de aves como ferramenta para a Educação Ambiental é um grande diferencial do nosso trabalho”, completou a secretária de Meio de Ambiente. (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Guarda Mirim de Ubatuba resgata manifestação religiosa do século 18
A cerimônia é rica em detalhes e beleza plástica. As figuras encapuzadas remontam as cerimônias espanholas, mais especificamente às de Toledo, Sevilha e ao período da Inquisição

Ubatuba - Uma das mais tradicionais manifestações religiosas do Brasil, introduzida em meados do século 18, mais precisamente no estado de Goiás, está sendo resgatada em Ubatuba. Cerca de 130 pessoas realizaram o chamado Fogaréu na última quinta-feira, 20, véspera da sexta-feira da paixão. As pessoas encapuzadas, vestidas de roxo e preto, com instrumentos musicais e tochas nas mãos, chamavam a atenção do público por onde passavam. A procissão teve início na Praça Alberto Santos e seguiu pela Praia do Cruzeiro, até a Igreja Matriz.
Atualmente, poucas cidades ainda realizam esta manifestação. Em Ubatuba, ela não acontecia desde 1954 e foi retomada no ano de 2006, por meio de pesquisas realizadas pelo geógrafo Estevenel, que é subcomandante da Guarda Mirim, contando com o apoio dos Franciscanos Menores Conventuais.
Segundo Estevenel, a idéia de resgatar esta tradição surgiu quando ele escrevia sua monografia, sobre a influência do turismo na cultura caiçara. “Conversando com os caiçaras antigos, descobri esta pérola perdida e então, começamos a resgatar a tradição, junto com os jovens da Guarda Mirim. A retomada desta tradição trouxe de volta a proposta de valorizar as nossas manifestações religiosas. Nós temos por costume mostrar aos guardas mirins as suas origens culturais e incentivar a sua participação.”
A história do Fogaréu - A celebração, que dá continuidade a uma tradição de pouco mais de 200 anos, consiste em encenar as principais passagens bíblicas que antecedem a crucificação. Nela, os farricocos, homens encapuzados com mortalhas em negro e roxo, carregam tochas acesas, representando o caminho dos romanos até o momento da prisão de Cristo.
A cerimônia é rica em detalhes e beleza plástica. As figuras encapuzadas remontam as cerimônias espanholas, mais especificamente as de Toledo, Sevilha e ao período da Inquisição. A escuridão, as tochas, a rapidez, os encapuzados, o som das matracas que simbolizam as chicotadas em Jesus, o trote dos cavalos que são feitos por cascas de coco criam um clima medieval assustador e excitante.
Em Ubatuba, essa tradição era muito conhecida. Desenvolvida pela Irmandade do Senhor dos Passos, hoje também extinta, em noite de Quinta-feira Santa percorriam as ruas da cidade ao som de numerosas matracas, tochas carregando um estandarte de Cristo preso e o baldaquino com as hóstias a serem depositadas no altar do sepulcro após a procissão. Hoje apenas os moradores mais antigos se lembram desta procissão. (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Prefeitura e Nestlé promovem curso de capacitação para professores
As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de março, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente

Ubatuba - Através de uma parceria entre a Prefeitura de Ubatuba, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), e a Fundação Nestlé, será realizado, a partir do dia 1 de abril, um curso de capacitação para educadores e diretores da rede municipal e estadual de ensino, além de equipes da SMMA, para o desenvolvimento de um trabalho de conscientização de crianças e adolescentes sobre a importância da reciclagem do lixo e da conservação do meio ambiente.
Trata-se do curso “CUIDAR-Nestlé”, que trabalha com a Educação Ambiental em escolas públicas e com a ampliação da reciclagem no Brasil. A palestra inaugural em Ubatuba acontece no dia 1 de abril, às 19h, na Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de março, na Secretaria de Meio Ambiente, pelos telefones 38334541 ou 38334636.
Hábitos conscientes - A finalidade deste trabalho é que todos criem hábitos conscientes para a melhoria do planeta. A capacitação será feita durante o primeiro semestre de 2008, por uma equipe externa de consultores, com experiência de trabalho junto às comunidades. Haverá ainda a sinergia desta ação com a formação de cooperativas de catadores de resíduos sólidos, tendo como exemplo a parceria já firmada entre a Prefeitura de Ubatuba, o Projeto Cempre/Nestlé e a Cooperuba-tuba, para que haja a correta destinação do lixo.
O CUIDAR é um programa da Fundação Nestlé Brasil que visa contribuir para a promoção da sustentabilidade socioambiental, trabalhando a disseminação dos conceitos relacionados à preservação do Meio Ambiente juntamente com a reciclagem.
Para a secretária municipal de Meio Ambiente, Cristiane Gil, "Ubatuba se sente engrandecida em receber os dois projetos: Nestlé e Cempre. Esta é a primeira vez que acontece a união dos projetos em um município brasileiro, numa demonstração clara da responsabilidade social das empresas envolvidas". (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Região Norte amplia horários de ônibus

Ubatuba - Graças ao empenho da Prefeitura de Ubatuba, através da Administração Regional Norte, e da Sociedade Amigos e Moradores da Itamambuca (Samita), a região norte de Ubatuba passou a contar com novos horários de ônibus. Agora, os ônibus que saem da Casanga passam pelo Recanto Itamambuca também às 6h40, 9h15, 13h15 e 19h15. E às 23h, o ônibus transporta os estudantes até perto de suas casas. “As pessoas estão muito satisfeitas e é gratificante vermos que nosso empenho deu bons frutos. Agradeço o apoio do José Roberto Junior, da Regional Norte, e do prefeito Eduardo Cesar, que não mediram esforços para nos ajudar”, conta Benedito Jerônimo dos Santos, o Birico, presidente da Samita. “Os alunos estão felizes e sentindo mais segurança. Toda a comunidade da região norte saiu ganhando com esta ampliação de horários”, diz Birico.
Associações de outros bairros da região norte, como do Promirim e do Puruba, também estiveram reunidas e contribuíram com a conquista. (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Abertura oficial dos 12º Jogos Regionais do Idoso acontece nesta sexta-feira
Estão confirmadas as presenças da primeira dama do Estado, Mônica Serra e do secretário estadual de Esporte, Lazer e Turismo, Claury Alves da Silva

Ubatuba - Acontece nesta sexta-feira, 28, à partir das 15h30, a cerimônia de abertura dos Jogos Regionais do Idoso (JORI), no Ginásio da E. M. Marina Salete N. do Amaral, no Perequê-Açu. Entre as autoridades que devem prestigiar o evento estão confirmadas as presenças de Mônica Serra, presidente do Fundo de Solidariedade e Desenvolvimento Social e Cultura do Estado de São Paulo e Claury Alves da Silva, secretário de Estado de Esporte, Lazer e Turismo.
O evento começa com o desfile das 52 delegações participantes dos Jogos. Cada município desfilará com três representantes e Ubatuba por ser a cidade sede, poderá desfilar com a delegação completa.
Em seguida o atleta Adilson Ramos de Oliveira, da equipe de vôlei de Ubatuba, conduzirá a tocha com o fogo simbólico, até a pira olímpica, para seu acendimento.
O Juramento do atleta será lido por Maria Ribeiro Machado, do atletismo de Ubatuba.
Após o desfile haverá sorteio de brindes oferecidos pena Nossa Caixa-Mapfre e apresentações de dança, com a academia de Gisela Papadoupolos e Jê Academia. Para finalizar, acontece a competição de prova de coreografia.
Coreografia - A prova de coreografia é uma das mais esperadas da competição. Trinta e três municípios terão até quatro minutos para apresentar coreografias que serão avaliadas em variação ou combinação de movimentos corporais, sincronismo, ritmo, utilização do espaço e visual.
Ubatuba será a primeira cidade a se apresentar, com o tema “Descobridor dos sete mares”. A equipe lembrará dos índios, os primeiros habitantes da terra; os descobridores portugueses, os surfistas, que descobriram as ondas das praias da cidade, transformando-a na capital do surfe e os novos descobridores, turistas, que descobrem a cidade, chegando nos navios de cruzeiro, que começaram a aportar na cidade neste ano.
Desempenho de Ubatuba no primeiro dia - Ubatuba obteve bons resultados no primeiro dia de competição do JORI. A dupla de Bocha (Júlio e Luiz), venceu por 18 a 2. Outra vitória veio no dominó, onde Miranda e Godofredo venceram as partidas contra as duplas de Paraibuna, Poá e Canas.
A dupla de buraco (Tião e Claudete) foi eliminada nas quartas de final, para Suzano, ficando entre as oito melhores da competição; o vôlei feminino e o masculino sofreram derrotas, ambas por 2 sets a 1, derrotados por Itapecerica da Serra e Itapevi, respectivamente. (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Notícias da FUNDART

Lançamento do “Fundart na Praça” terá nova data - O projeto Fundart na Praça que seria lançado no próximo domingo, 30, na Praça 13 de Maio, terá nova data para sua realização. O evento irá concentrar vários tipos de manifestações artísticas e culturais e será anunciado brevemente.

“Recordando Ubatuba” abre exposição sábado, 28 de março próximo - O artista plástico Wladimir Ferreira da Silva assina a exposição “Recordando Ubatuba” cuja abertura acontecerá às 20h00 no Salão de Exposições do Sobradão do Porto. Todas as telas mostrarão Ubatuba em diferentes momentos de sua história e caracteriza o estilo do artista já bem conhecido entre nós e que anualmente participa de vários salões no interior do Estado de São Paulo com o grupo setorial de Artes Plásticas da Fundart.
Na ocasião o grupo instrumental Saia Justa estará se apresentando ao público e abrilhantando o evento com música de qualidade.

Ipiranguinha vai receber a Banda Sinfônica nesse sábado - Sábado próximo, no Ipiranguinha, no espaço ao lado da igreja católica, às 20h30 a Banda Sinfônica “Lira Padre Anchieta” irá se apresentar com repertório variado. O concerto terá caráter didático e as peças musicais escolhidas pela direção musical do grupo visa ilustrar a importância da música na formação e na vida das pessoas.

“Paixão de Cristo” levou 15 mil pessoas à Avenida Iperoig - Com patrocínio da Fundart e da Prefeitura, a Cia. do Mar Atividades Artísticas apresentou o espetáculo de teatro de rua “Paixão de Cristo”, tradição que completa em 2008, 18 anos de realização em Ubatuba.
Mais de 15 mil pessoas assistiram à encenação que emocionou o grande público. A nova Avenida Iperoig, a partir da Praça de Eventos abrigou o evento que teve seqüência até o morro da Prainha onde aconteceu a crucificação de Jesus Cristo. A Via Crucis teve como cenário a Avenida Iperoig em toda a sua extensão.
Todo o público teve ótima visão do espetáculo com aproveitamento adequado do espaço para abrigar os dois grandes palcos e uma passarela que ligou um palco ao outro, além de abrigar cenas importantes da encenação.
“Apoiar a encenação da ‘Paixão de Cristo’ é contribuir para a cultura da cidade, bem como incentivar o espírito de solidariedade e união entre as pessoas, na medida em que o espetáculo faz aflorar fortemente o espírito cristão”, afirmou o prefeito Eduardo Cesar.
O presidente da Fundart, Pedro Paulo, acentuou que a instituição que preside sentiu-se honrada. Duas razões. Primeiro porque a encenação foi de grande beleza plástica na medida em que ganhou local adequado e estrategicamente aproveitado, o que valorizou o desempenho do grupo teatral. Com isso superou as últimas apresentações. Por outro lado o avivamento do espírito de solidariedade e comunhão humana que o espetáculo celebra, em sua mensagem remete ao congraçamento universal.

Projeto de Restauro do Sobradão tem nova reunião em abril - No próximo dia 02 de abril, na Fundart, sua diretoria executiva estará reunida com o IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e com representantes da Palumbo Galvez – Arquitetura & Restauro para ultimar tratativas em torno do fechamento do projeto de restauro do Sobradão do Porto.
Os trabalhos iniciados em abril do ano passado, já foi apreciado pelo IPHAN, que está fechando os cálculos de custos para, a seguir ser enviado ao Ministério da Cultura para ser homologado e habilitado para a captação de recursos visando a execução das obras.
O projeto, bastante minucioso, requereu pesquisa exaustiva para cumprir todos os trâmites exigidos pelo CONDEPHAAT e IPHAN, órgãos estadual e federal, respectivamente. Para concretizar o projeto de restauro, já constante de pormenorizado estudo, reuniões técnicas e levantamentos minuciosos foram realizados durante estes onze meses de trabalho intensivo.

Fundart e Regional Norte articulam encontro caiçara - A Fundart e a Administração da Regional Norte, juntamente com as lideranças da cultura caiçara local estão preparando evento que vai reunir as manifestações da cultura tradicional caiçara. Para o encontro serão convidados os grupos das regiões sul e oeste. Música, dança, comida, etc. farão parte da programação que se prolongará pelo dia. A data será anunciada oportunamente.

Prêmio Fundart de Teatro inicia sua prática - O Concurso Literário Ubatuba – 2007, na sua categoria teatro infantil – Concurso Tia Helô, premiou o texto, “Eram os Patugueses Astronautas?”, de José Antonio G. Teixeira de Freitas.
Um dos prêmios dessa categoria indica a montagem da peça, o que a Fundart inicia agora com a participação do Grupo Setorial de Artes Cênicas e Dança (Coordenador Fernando Moreno). Os trabalhos já tiveram início sob a orientação do diretor de teatro (formado pela Unicamp) Heytor Barsalini, com participação da professora de teatro Marilena Cabral e Companhia de Teatro Abençoados por Cunhambebe.
Em sua parte inicial os trabalhos realizados envolveram reunião entre autor, diretor, auxiliares e atores para ajustes do texto, considerando forma e conteúdo. A fase atual é de leitura dramática que vai desaguar na montagem propriamente dita.

Recitais Pedagógicos - A Fundart, com seu Grupo Setorial de Música, sob a coordenação de Ernesto Cardoso, Secretaria Municipal de Educação e a Sociedade Lira Padre Anchieta iniciaram tratativas visando fomentar as atividades do Projeto Recitais Pedagógicos, desta última.
Com isso, mais escolas e estudantes terão acesso aos concertos cuja finalidade é levar, além de boa música, informações fundamentais sobre a sua história e teoria, para citar dois exemplos.
O projeto, que desperta grande interesse dos estudantes, será intensificado e enriquecido em seu conteúdo e irá contar com maior atuação dos monitores.
“Houve tempo em que a escola pública comportava o ensino da música em seu currículo. Mudanças de conteúdos curriculares implantadas por governos estaduais sucessivos eliminaram o ensino da Música como da Filosofia. Esta última foi retomada recentemente. Sendo a Música essencial na formação humana, o que buscamos é reparar em parte essa falta, através do Projeto Recitais Pedagógicos, com parceria entre Fundart, Secretaria Municipal de Educação, Banda Sinfônica Lira Padre Anchieta e Grupo Setorial de Música”, disse o presidente da Fundart, Pedro Paulo T. Pinto.

Cursos da Fundart cujas aulas já foram iniciadas - Violão, piano, dança de salão, dança do ventre, sapateado, jazz capoeira regional, yoga, cerâmica, desenho artístico, pintura à óleo, aquarela e pastel, flauta, bateria, contrabaixo, teatro, tecelagem e ballet (vagas esgotadas).
Informações pelos telefones: (12) 38337000 e 38337001 ou na sede administrativa da Fundart – Rua Félix Guisard Filho, nº 06 – Centro.
Os outros cursos terão início tão logo seus proponentes completem as documentações. Os contratos estão em andamento.

O trabalho dos Grupos Setoriais em 2007 - Dando prosseguimento à publicação dos trabalhos realizados pelos grupos setoriais da Fundart, hoje apresentamos as realizações do Grupo Setorial de Folclore e Tradições Populares sob a coordenação de Luiz Gustavo Ballio de Moraes.
I. Sarau Caiçara
a) 38 apresentações realizadas no Auditório Fundart, com a participação de vários artistas, notadamente aqueles ligados à cultura caiçara do nosso município.
b) 4 apresentações em bairros populares: Monte Valério, Bela Vista, Marafunda, Sesmaria, todos realizados em Escolas Públicas Municipais.
II. Homenagem a Mazzaropi
Realizamos 3 (três) eventos em homenagem ao conhecido cineasta brasileiro, sendo que na última apresentação, exibimos o filme “Jeca Contra o Capeta” com o apoio da locadora Summer Vídeo. Chamamos a atenção que este ciclo de evento foi concluído com a participação do Professor Glauco Barsalini na Semana de História realizada pela Fundart e Unitau.
III. Caiçapira
A repercussão das apresentações no Sarau Caiçara, resultaram em várias apresentações pessoais como contador de história que foi intitulado “Caiçapira”, numa simbiose cultural entre o caiçara e o caipira, configurados em personalidades tais como: Jeca Tatu, Pedro Malazarte e outros. Teve participação inclusive, como convidado, no I Festival de Folclore de Redenção da Serra.

Programação Cultural (Final de Semana): 28 – Sexta-feira
20h00 - Exposição “Recordando Ubatuba” – Pintura a Óleo
Artista Plástico Wladimir Ferreira da Silva
Salão de Exposições da Fundart
21h00 – Grupo Instrumental Feminino "Saia Justa"
Auditório Fundart
21h00 – Banda no Bairro – Banda Sinfônica Lira Padre Anchieta - Ipiranguinha
 



Cinema: SEMANA DE 28/03 A 03/04/2008

"Horton e o mundo dos quem"
Desenho - dublado!!!
As 16:00hs

"Rambo"
Ação!!!! com Sylvester Stallone!!!
Ás 17,40 - 21:20 hs

"O Caçador de Pipas"
Baseado em livro campeão de vendas!!!!!
ás 19:30 hs

cineporto@hotmail.com

Poesia Topo

Guapuruvu

Será que alguém notou
que nestes últimos meses
a mata atlântica ficou menor?
Será que alguém reparou
que há menos gigantes
do que dantes?
Ou é o bicho-carpinteiro
ou doença desconhecida
ou banzo desde a desaparição
da onça até ao guaiamu
que de saudade está matando
o gigante guapuruvu.

Félix Cabral

Carta do Leitor
As mensagens, fotos e opiniões  publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As mensagens deverão conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.
Topo

Ubatuba, eleições 2008

Todos querem saber a quem apoiar para dirigir o município nos próximos quatro anos. Será que os mesmos que já se mostraram sem vocação para interpretar o momento histórico que vivemos nos últimos vinte anos, divisor entre o progresso e qualidade de vida ou degradação econômica? Ou os novos pretendentes, cujas propostas se resumem a críticas, embora procedentes, ao que se fez e ao que se faz?
Esse ponto divisor do nosso futuro deve ser mais bem explicado. Queremos dizer que por força de lei federal já existe neste município um programa de governo nascido de demorados debates com a população, aprovado pela Câmara e sancionado pelo Prefeito. Esse programa é lei, a lei municipal número 2892/06, portanto, programa obrigatório desde 2006.
Por meio dele a comunidade terá o mesmo nível de decisões que tem hoje o Executivo e o Legislativo e terá ainda, aí está sua grande força e modernidade, a responsabilidade de formular as políticas públicas para o desenvolvimento de Ubatuba e sustentá-las quando submetidas à Câmara de Vereadores.
O programa é de simples entendimento e apóia-se sobre os três campos que constituem a base de todas as nossas reivindicações, ou seja, a Estrutura Econômica, a Qualidade de Vida e o Monitoramento e Gestão.
No campo da Estrutura Econômica estão as atividades geradoras de recursos e empregos, prioritariamente articuladas em torno de nossa vocação maior que é o Turismo, a grande motivação capaz de atrair capitais do mundo todo. A preservação dos nossos recursos naturais, sítios arqueológicos e patrimônio cultural incorpora-se como pano de fundo nesse campo. Na área da Qualidade de Vida situam-se as ações destinadas a garantir a harmonia no desempenho das atividades humanas como a lei de Uso e Ocupação do Solo, da Saúde, Educação, Cultura, Transportes entre outros. Por último e não menos importante está o campo do Monitoramento e Gestão, a instância essencialmente política e de envolvimento da comunidade com o programa.
A partir dessas diretrizes os moradores de Ubatuba exercerão sua participação na direção do município através do Conselho da Cidade. Por lei ele será composto pelos representantes dos conselhos municipais temáticos que, por sua vez receberão as propostas e reivindicações dos conselhos distritais onde a presença da população será permanente e aberta a qualquer um.
A negociação política a ser travada em pé de igualdade entre os representantes da comunidade com o poder público para aprovação das propostas do Conselho da Cidade não só irá configurar a verdadeira democratização das decisões, como trará um sentido produtivo ao longo período de quatro anos entre as eleições, hoje um vazio de indefinições recheado de improvisos e apadrinhamentos voltados para a perpetuação de mandatos individuais.
Só por esses resultados compreende-se porque, mesmo obrigatório por lei, todo esse procedimento não foi ainda implantado. Ele elimina a figura dos "salvadores da pátria" e reduz o espaço dos demagogos. Agora temos que nos definir, ou continuamos no improviso ou fazemos pressão para implantar o planejamento permanentemente compartilhado com a sociedade como a nova forma de concepção de ação política.
Com foco nesse ponto divisor de nosso futuro, este é o momento certo para buscar composições rigorosamente comprometidas com a implantação dos procedimentos políticos e administrativos determinados pela referida lei.
Sabemos que a estrutura administrativa da prefeitura está gasta e superada em seus compromissos de eficiência junto à população por ser tradicionalmente prisioneira de desejos políticos pessoais.
Se esta lei/programa servir como a base para a construção de alianças que apresentem ao eleitorado alguma perspectiva inovadora, poderá servir também como bandeira para a população que terá assim, critérios de escolha e cobrança de conduta aos eleitos.
O momento eleitoral, tradicionalmente conhecido como a hora e a vez do candidato, deve agora ser tratado como a hora e a vez do cidadão.

Renato Nunes
Ubatuba, SP

Liberados recursos para a pavimentação no Parque dos Ministérios

Com forte atuação do Diretório Municipal do PTB de Ubatuba, sob comando de seu Presidente, Anderson José Rodrigues (TATO) e de seus amigos Petebistas, Edílson Xavier de Almeida, Jorge Lee, Benedito Julião Mateus de Souza e Rosalvo Pereira da Silva, foi publicada no diário Oficial do Estado, nesta quinta feira dia 27, a liberação de recursos para a pavimentação total, com guia e sarjetas do conjunto habitacional Parque dos Ministérios, além da construção de uma praça no local. O montante dos recursos liberados seguiu o projeto apresentado pela Prefeitura Municipal de Ubatuba, totalizando R$ 485.000,00 (Quatrocentos e oitenta e cinco reais) sendo R$ 97.000,00 (Noventa e sete mil reais), como contrapartida do Município. Agradecemos ao Deputado Campos Machado e ao Deputado Arnaldo Jardim, que se esforçaram junto ao Senhor Governador José Serra, para que estes recursos pudessem ser liberados rapidamente, atendendo esta justa reivindicação dos moradores deste bairro, sem infra-estrutura básica há mais de 20 anos. Com isso, o PTB de Ubatuba cumpre mais uma etapa de seu projeto de desenvolvimento sustentável, aliado a outras vitórias recentes, como a liberação de recursos para a pavimentação dos conjuntos habitacionais dos bairros do TAQUARAL e da VILA SUMARÉ, iniciando uma luta para que DIAS MELHORES se tornem realidade em nossa querida Ubatuba.

Diretório Municipal de Ubatuba
www.ptbubatuba14.blogspot.com
ptb14ubatuba@hotmail.com

Peço Divulgação

Eu ficaria feliz se a matéria abaixo fosse divulgada.
Imagino que ela seja de interesse da população de nossa amada Ubatuba.
Desde ja agradeço. Forte abraçoa todos.

Jairo Quadros
Ubatuba, SP

Vereador envia ofício ao Tribunal de Contas com informações de possível superfaturamento e prática de subempreita em obra da Prefeitura de Ubatuba/SP
Vereadores que apoiam o Prefeito rejeitaram o envio da documentação através de Requerimento

O vereador Edilson Felix (PR) enviou ao Tribunal de Contas de São Paulo, através de ofício, para análise daquele órgão, documentação e informações sobre possível superfaturamente e a prática de subempreita nas obras de construção da Escola Municipal do Horto-Figueira, no período 2005/2006.
Os vereadores que apoiam o Prefeito Eduardo Cesar votaram contra o Requerimento na Sessão de Cãmara de 26 de fevereiro, impedindo o envio do mesmo a Tribunal de Contas. O vereador Claudio Gulli (PMDB), requisitou a votação em destaque do Requerimento, que acabou rejeitado pelos seis vereadores da situação.
Declaração do subempreiteiro - Entre os documentos anexados ao Requerimento, há um que aponta a subempreita das obras, através de depoimento de um dos sócios da empreiteira JPM Gomes, João Pedro Gomes, que afirma ter sido contratado – em regime de subempreitada – para a construção de 50% da Escola Municipal do Horto-Figueira. Gomes também informou que os 50% restantes foram subempreitados pela Empreiteira Soares. "A empresa vencedora subempreitou a obra toda e não participou da construção", declarou.
Contrato de subempreitada - Na documentação que instrui o Ofício enviado está um "instrumento particular de contrato de subempreitada, onde a empresa Lopes Khalil, vencedora da licitação contrata a JPM Gomes para realizar os trabalhos de mão de obra, pelo valor de R$ 58.500,00 (cinquenta e oito mil e quinhentos reais), para a execução de 450 metros quadrados de área construída do prédio.
Uma lei municipal, de 2003, proibe que as empresas vencedoras de licitações de obras e serviços, subempreitem as mesmas, aplicando inclusive multas e possibilitando à Prefeitura a rescisão do contrato firmado.
Índice da Caixa Econômica Federal aponta para alto preço da obra - No Ofício do vereador, que substitui o Requerimento 35/08, documentos apresentam diferenças entre o valor do contratado entre a Prefeitura e a empresa Lopes Khalil (R$ 1.287.179,93) e os índices do SINAPI - Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices da Construção Civil, publicado pela Caixa Econômica Federal, para uma obra do mesmo porte (R$ 659.120,00). Uma diferença de mais de o dobro no valor da obra contratada.
No Ofício, Edilson Felix solicita ao Tribunal de Contas que analise a documentação e apure os fatos apresentados.

Jairo Quadros
felipeubatuba@yahoo.com.br 
Ubatuba, SP

Assista a TV Litoral Virtual
Clique na tela abaixo para iniciar a transmissão

Foto do Dia Topo

Para participar desta seção basta enviar as fotos com crédito do autor e legenda, no tamanho mínimo
de 1024 x 768 pixels com resolução de 72dpi para fotododia@litoralvirtual.com.br.  O envio da foto caracteriza autorizada a sua publicação, assumindo o autor total responsabilidade pela publicação da mesma.

Praias da Mococa e Tabatinga / Caraguatatuba  © Emilio Campi

Mococa e Tabatinga
© Emilio Campi

Envie sua foto!

Para instalar a foto como papel de parede (wallpaper)
Clique na foto acima. Após carregar a foto ampliada, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha "Definir como papel de parede" ou "Definir como fundo de tela". Para ajustar a imagem em tela cheia, clique em qualquer lugar da área de trabalho com o botão direito do mouse, escolha "Propriedades" / "Fundo de Tela" ou "Papel de Parede" / "Ampliar".

Arquivos:  Foto Saudade  -  Foto do Dia

 Faça seu comentário, crítica, opinião ou sugestão no Litoral Virtual:
Clique Aqui


As notícias, fotos e cartas publicadas neste boletim são de inteira responsabilidade de suas fontes e autores,
não expressando necessariamente a opinião deste informativo. O envio de qualquer material para nosso e-mail
será considerado como autorizado a sua publicação e assumida a total responsabilidade pelo seu conteúdo.
As cartas devem conter nome completo, RG, endereço, telefone de contato e um e-mail válido.
Reservamos o direito de não publicar cartas que não contenham a devida  identificação do autor.

Editor: Emilio Campi

GRÁTIS!!
Receba as Últimas Notícias do Litoral em seu e-mail:

Quero receber GRATUITAMENTE o boletim Últimas Notícias do Litoral:

e-mail:
Cidade:



Obs.: Você poderá cancelar o recebimento das notícias a qualquer momento.

 

Conheça as cidades do Litoral Norte Paulista:

Caraguatatuba Ilhabela São Sebastião Ubatuba

Litoral Virtual
O mais completo site do Litoral Norte Paulista na Internet
Sugestões, críticas e informações, entre em contato:
info@litoralvirtual.com.br

©1995/2001 Emilio Campi - Studio Maranduba - Direitos Reservados
Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor